Casma (Peru) a Lima (Peru) - 434 km - Total 10.638 km

Noite passada experimentamos pela terceira vez os bancos da Cheroka, como estavamos com muita saudade dela nem reclamamos. Eram 6:00 da manha e seguimos em direcao a Lima, cerca de 380 quilometros de puro deserto. Novamente vimos muita areia, o calor insu

  
  

Noite passada experimentamos pela terceira vez os bancos da Cheroka, como estavamos com muita saudade dela nem reclamamos. Eram 6:00 da manha e seguimos em direcao a Lima, cerca de 380 quilometros de puro deserto. Novamente vimos muita areia, o calor insuportavel e os povoados que encontramos sao de muita pobreza, sujeira espalhada pelas ruas e um transito doido.

Chegamos em Lima encontramos um bar de brasileiros, so comida, musica e TV do Brasil(saudade).

Chegamos em Lima encontramos um bar de brasileiros, so comida, musica e TV do Brasil(saudade).

Entramos em Lima as 11:30am, uma cidade imensa com muitos problemas sociais, pobreza e violencia urbana. Pedimos informacao a um motorista para chegar em Mira Flores, considerado um dos melhores bairros da capital, ele simplesmente fez uma advertencia para termos muito cuidado por onde andar para nao sermos assaltados, ficamos pensando levar oque da gente, nao temos muito mais que um par de calca, algumas camisetas velhas, meias sujas e outras coisas de pequeno valor, ja fomos depenados dois dias atras...risos.

Depois de 30 horas rodando um brinde galera, prepara a cereveja que estamos chegando.

Depois de 30 horas rodando um brinde galera, prepara a cereveja que estamos chegando.

Seguindo os conselhos do nosso amigo motorista, demos uma volta violenta por toda a capital e chegamos em Mira Flores, realmente e outra coisa, estavamos onde queriamos organizacao, limpeza e um povo mais civilizado. Fomos rodando e tentando encontrar um hotel, advinhem oque encontramos.....um bar de brasileiros, paramos e claro, cansados, famintos e com sede, pedimos bolinhos de bacalhau regados a uma boa cerveja gelada(varias cervejas), maravilha vamos dar um break aqui e ligar para os conhecidos do Rhuppert e pedir sujestoes para hospedagem, hotel bom e barato.

Depois de algumas ligacoes, finalmente conseguimos ajuda, a irma e amiga de um amigo de Rhuppert(Indio) foram ao nosso encontro, Carla e Vanessa, muito simpaticas nos indicaram diversos hoteis, estavamos muito cansados e escolhemos de cara um por U$45/dia, muito bom para quem nao dorme ja dois dias, oque estavamos precisando era dormir, capotamos de cansados.

Completamos um mes da Aventura Panamericana. Foram rodados aproximadamente 11.000 km, uma media de 350km/dia, na verdade ficamos 15 dias parados, so em duas cidades(Panama City e Guayaquil) foram 10 dias, oque ocasionou um certo atraso em nossos planos. Iremos precisar mais 10 dias para entrar no Brasil, ja avisaram que Machu Picchu sera como 3 dias de escalada e nao sabemos realmente se atravessaremos a Bolivia, dias atras estorou uma pequena revolucao entre a policia e o exercito com saldo de 20 mortos, iremos pesquizar a situacao quando estivermos perto da fronteira, temos a opcao de seguir caminho pelo Chile, Argentina e Uruguay(mais seguro), o problema sera o tempo, mais ou menos uma semana para chegar em Ribeirao Preto, nosso ponto de chegada.

E-mail para contato rhpprt@cs.com e cell.(001.407.873.7457)

  
  

Publicado por em