Bela vista de Boa Vista em Roraima

Igreja Matriz, única em estilo germânico em toda a Amazônia Intervenção artística com temática regional Prelazia: a sede administrativa do território do Rio Branco é hoje em dia uma das edificações do patrimônio hist

  
  

Igreja Matriz, única em estilo germânico em toda a Amazônia

Intervenção artística com temática regional

Prelazia: a sede administrativa do território do Rio Branco é hoje em dia uma das edificações do patrimônio histórico da Capital

- De onde você está chegando agora"

- Acabo de voltar de uma das capitais mais agradáveis do Brasil! Talvez a mais tranqüila, mais arborizada e, sobretudo, a mais limpa.

Originalidade pitoresca para atrair clientes

- Florianópolis"

- Não. A capital catarinense é charmosa, porém já se comporta como cidade grande: engarrafamentos, imóveis hediondos, às vezes muito ruído e, no continente, é praticamente uma metrópole sem áreas verdes.

O rio Branco é um dos principais afluentes do rio Negro

- Belo Horizonte"

- Não! Esta cidade mineira cresceu demais, está favelizada, perigosa, e também é vítima do excesso de automóveis em suas vias públicas.

- Não sei, então, sobre que cidade você está falando. Última tentativa: Curitiba"

-A bela e bem-cuidada cidade paranaense não poderá rivalizar com a pacata, elegante e bem planejada Boa Vista, capital de Roraima.

Boa Vista, cidade planejada e arborizada

- Bem planejada! Tem certeza"!

-Tenho. Boa Vista é certamente a única capital de Estado brasileira onde o pedestre é realmente respeitado, onde as calçadas são uniformes, o trânsito tranqüilo e as pessoas simpaticíssimas!

- Deve ser um calorão por lá, não é mesmo"

- Mais ou menos. Banhada pelo belíssimo rio Branco, um dos mais importantes afluentes do rio Amazonas, a capital roraimense dá um exemplo às demais capitais brasileiras: ruas arborizadas e bem-pavimentadas, áreas de lazer em pleno centro urbano... Uma beleza! As largas avenidas convergem para o centro da cidade, desenhando um imenso leque, e foram planejadas nos anos 1930 pelo arquiteto Alexandre Dernusson.

Casario preservado às margens do Rio Branco

- Mal posso crer!

Monumento ao Garimpeiro homenageia o período áureo da atividade na região

- Sei disso. Os brasileiros daqui de baixo, do Sul e do Sudeste, desconhecem totalmente esta belíssima região brasileira. Entretanto, a população roraimense é formada por povos indígenas e migrantes provindos de todo o Brasil. Isso faz com que sua alma seja multicultural, e as manifestações folclóricas são as mais diversas: artesanato indígena, forró, quadrilhas juninas, ciranda tradicional, além de uma culinária interessante à base de milho, mandioca, banana, carne seca e muito peixe.

- Eu sempre confundo Rondônia com Roraima.

- Você e uma multidão de brasileiros. Roraima convive pacificamente com seus vizinhos venezuelanos e com os habitantes da República Cooperativista da Guiana.

Proposta autêntica: um ônibus transformado em um mercado de frutas

- Vejo que voltou entusiasmado. O que me aconselha a visitar quando for a Boa Vista"

- Vá ao centro histórico. Admire as linhas germânicas da Igreja Matriz e tome uma cerveja na Orla Taumanan, um complexo de lazer inteligente onde você saboreia a cozinha local e aprecia as águas do caudaloso rio Branco. Caminhe e descanse sob as frondosas árvores do Complexo Arquitetônico Centro Cívico, onde se encontram o monumento ao Garimpeiro, o Palácio do Governo Estadual, o Palácio de Cultura e outros pontos de interesse dignos de serem visitados. Não deixe de conhecer os parques de lazer, as praias do rio Branco; converse, faça novos amigos e descubra a bela vista de Boa Vista. Rume para o Norte. Você vai adorar!

  
  

Publicado por em

POTITA

POTITA

30/10/2008 21:43:05
MOREI EM BOA VISTA EM 89 E ADOREI TENHO SAUDADES DESSA CIDADE MARAVILHOSA.TRABALHEI NA LOJA MODERNA NO CENTRO DO SR.EMANOEL.GUARDO LEMBRANÇAS ÓTIMAS DESSE TEMPO.FICO VISITANDO O SITE PRA MATAR UM POUCO A SAUDADE.