Nossa Senhora do Carmo de Tupinambarana, minha querida Parintins!

Sob a bênção da Virgem do Carmo Parintins se desdobra e reluz Ao afago do Rio Amazonas Em cima do Sol e da Cruz. - Uau, virou poeta! - Não! Estou relendo a letra do Hino Municipal de Parintins. - Já sei. Era uma vez... - Sim, era uma vez um

  
  

"Sob a bênção da Virgem do Carmo
Parintins se desdobra e reluz
Ao afago do Rio Amazonas
Em cima do Sol e da Cruz".

- Uau, virou poeta"!

- Não! Estou relendo a letra do Hino Municipal de Parintins.

- Já sei. Era uma vez...

- Sim, era uma vez um português chamado José Gonçalves da Fonseca, que, em 1749, descobriu a fantástica ilha amazônica...

- É a data de fundação da cidade"

Expressões artísticas dos habitantes

Paisagens inesquecíveis de um Brasil natural

- Não! Em 1769 um grupo de pessoas, entre exploradores e escravos, instalou-se na localidade, dedicando-se então às atividades pesqueiras e à plantação de cacau. Tupinambarana, Vila Nova da Rainha, Freguesia de Nossa Senhora do Carmo de Tupinambarana, Vila Bela da Imperatriz, Parintins... Nos dias de hoje, o município de Parintins faz limite com o Estado do Pará e com os Municípios de Barreirinha, de Urucurituba, e de Nhamundá. Um Mundo a ser descoberto!

- Como"""

Por 24 horas percorremos o Rio Amazonas para chegar a Parintins

A rotina de trabalho na maior hidrovia brasileira

- Tome coragem! Desligue seu celular. Deslize pelo Rio Amazonas em um navio de porte médio e deixe-se encantar pelos sons da mata e das águas, pelas nuances de perfumes e aromas que volteiam pelos ares, e pelos matizes coloridos da Floresta Amazônica debruçada sobre a imensidão do maior rio do mundo! Relaxe! Passe quatorze, dezesseis, dezoito ou vinte e quatro horas " o que for necessário " apreciando a Natureza, enquanto navega pelo maravilhoso trajeto fluvial que vai de Manaus, capital amazonense, até a ilha encantada de Parintins.

- Fico sonhando!

Turistas e viajantes usufruem do Rio Amazonas

Centenas de embarcações levam visitantes e curiosos a Parintins

- Não fique, não! Mantenha-se acordado! Ao desembarcar, estique suas pernas e caminhe pelas ruas da pacata cidade. Preste atenção aos detalhes. Ali vivem almas-artistas. Pinturas-murais, esculturas em cimento representando mitos e lendas amazônicos, sons musicais e melodias cantadas, além do rico artesanato em juta, palha e outros elementos naturais, constituem parte do rico patrimônio de Parintins.

Alegoria do Festival de Parintins

A arte popular se expressa de maneira ingênua e elegante

- E o Festival Folclórico"

- É um capítulo à parte. Nunca vi nada igual em toda minha vida! É um espetáculo inesquecível de ritmos, cores, coreografias, alegria esfuziante, vibração! É uma encenação de tal forma envolvente que as pessoas que dela fazem parte se transfiguram como que por artes de alguma divindade da floresta! De tão bela e contagiante, a apresentação chega a nos elevar quase que a um estado de transe. É surreal! É magnífico! Amo o Caprichoso e adoro o Garantido!

Parintins ainda não descobriu o tesouro de seus artistas

Um universo peculiar cheio de soluções e de encantos

- Puxa! Você anda mesmo muito caprichoso em seus arroubos, não é verdade"

- Sem dúvida! Isto que você diz é garantido!


  
  

Publicado por em

Tereza Rocha

Tereza Rocha

18/08/2009 16:13:04
Q bacana! Dos muitos blogs de acesso sobre a minha querida Parintins, este certamente me encantou, nao somente pela homenagem a nossa Padroeira através da poesia de D.Arcangelo Cerqua (autor do hino da entao antiga Prelazia e Parintinsm hj Diocese) mas pela forma q vc descreve nossa ilha. Um abraço Garantido.

JEFFERSON MIRANDA

JEFFERSON MIRANDA

28/11/2008 13:06:26
ACHO SUPER LEGAL,POIS MOSTRA O INCENTIVO A OUTROS ARTISTAS