Ouro Preto viva. Viva Vila Rica!!!

É uma tristeza constatar a falta de controle e a falta de respeito para o núcleo original que é, sem sombra de dúvida, o mais belo da América do Sul.

  
  
BrasilZão.com

- Qual é a sua cidade histórica preferida no Brasil?

- Amo de paixão todas elas. Paranaguá, São Francisco do Sul, Cananéia, Vassouras, Pirenópolis, Cachoeira, São Cristóvão, Alcântara, ..., sem contar as capitais que respiram história e tradição, como Rio de Janeiro, Vitória, Belo Horizonte, Belém, Manaus, Curitiba, Porto Alegre, Salvador, Recife, entre outras tantas que esbanjam charme e beleza pelas suas ruas, por suas edificações, pelo traçado urbano e a ocupação do solo que tanto dignificava as nossas representantes até meados dos anos 50.

- O que ocorreu de lá para cá? Desde então o Brasil cresceu muito, em todos os sentidos. Nos anos 70, durante a Copa do Mundo, cantávamos "Noventa milhões em Ação, Pra Frente Brasil do Meu Coração"... lembra-se?

- Eu ainda não era nascido porém já li bastante sobre a heróica - e espetacular - atuação de Edson Arantes do Nascimento nos campos de futebol ao dignificar o Brasil com a sua arte. Pelé também é mineiro. Embora seu coração esteja dividido entre Santos e o resto do Brasil.

- Joaquim José da Silva Xavier também foi dividido. Esquartejado, humilhado e mais tarde dignificado como o emblemático representante e mártir da Independência.

- Vila Rica, ah, a deliciosa Vila Rica. Todas as vezes que vou a Ouro Preto sinto-me ainda mais brasileiro, mais mineiro e mais humano.

BrasilZão.com

- Também adoro Ouro Preto, nossa Cidade Histórica que aos poucos vai perdendo as suas características originais pelo crescimento demográfico indevido, inculto e sobretudo agressivo. Os morros estão invadidos e as construções que surgem não seguem nenhum padrão estético-arquitetônico que tenha referências locais. É uma tristeza constatar a falta de controle e a falta de respeito para o núcleo original que é, sem sombra de dúvida, o mais belo da América do Sul.

- Como reverter o quadro atual? Você acha que ainda é possível? Não será demasiado tarde?

- Nunca é tarde para soluções urbanas. O acervo existente em Ouro Preto é inestimável, precioso, valioso. No entorno entre localidades e distritos as opções de lazer cultural são vastas: o problema é a falta de consenso entre a população e o poder público para que Ouro Preto não seja machucada, não perca as suas feições originais.

- Mas como fazer? O que fazer? Sinto-me minúsculo face ao grave problema de degradação estético-visual de nossa adorada Ouro Preto. O que sugere?

BrasilZão.com

- Sugiro o diálogo, visando à elaboração de um projeto de harmonização visual em toda a região de Ouro Preto. Definir o mobiliário urbano, as cores, o que é ou não permitido nas fachadas e orientar os habitantes, os construtores, as incorporadoras, enfim, todos os que habitam, vivem ou tenham interesses em Ouro Preto. Em seguida elabore-se um projeto com especialistas da área a ser apresentado ao BID - Banco Interamericano de desenvolvimento, à OEA - Organização dos Estados Americanos, aos principais conglomerados financeiros do País e ao BNDES - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, para que a união faça a força. A força para salvar Ouro Preto.

- Viva Ouro Preto!

- Viva !!!. Viva Vila Rica!!!

  
  

Publicado por em