Umuarama, uma jovem e bela cidade. Mensagem a Moacir Silva.

  
  
Religiosidade e vida pacata

São Paulo. Largo São Bento. São dezenove horas e os sinos anunciam o início da noite de inverno, neste final de dia ensolarado, cinco de Julho de 2010.
Da janela do agradável Café Girondino avisto a fachada iluminada do Mosteiro São Bento e percebo, através das vidraças emolduradas com cortinas brancas de renda, vultos dos passantes afoitos do centro da grande metrópole.
Os sinos badalam e ao deliciar-me com o som metálico, repetido, me transporto para o interior do Paraná, mais precisamente para a noite escura que me acolheu na chegada a Umuarama. Aterrisei em Maringá, após um vôo tranqüilo, proveniente de São Paulo, onde encontrei um simpático motorista que me levaria a esta localidade ainda desconhecida.
Fiquei emocionado com as luminárias e as suas luzes tênues, amareladas, que abraçavam os postes de cimento que, como nas demais cidades brasileiras, maculam o visual de novo cotidiano.

Luminárias que amenizam a estética urbana

- Sei que você tem verdadeira aversão a postes de iluminação. Como Umuarama o fez mudar de idéia?

- Não mudei de idéia. Continuo pensando da mesma forma, porém encantei-me com a solução encontrada pelos administradores locais a fim de devolver ares românticos à cidade onde vivem ainda de maneira harmônica 115 mil pessoas.

- Ainda de forma harmônica? Como assim?

- Chamada de Capital da Amizade, Umuarama poderá perder suas características de “lugar ensolarado para encontro de amigos” (significado no idioma tupi),
caso não haja consciência coletiva visando um crescimento organizado, objetivo e programado da ainda agradabilíssima cidade.

- Acredito estar compreendendo sua preocupação. Quando dialogamos com os umuarenses, eles manifestam sua satisfação com o atual prefeito, olham sorrateiramente de lado e dizem, “mas ele é construtor...”. Ou seja, há um temor imenso de que os seus interesses pessoais sobreponham-se aos desejos da comunidade.

Juventude em futuro promissor em Umuarama

- A minha leitura é outra. O prefeito Moacir Silva tem o “queijo e a faca na mão”. Sendo uma pessoa responsável, sensível, educada e inteligente, certamente apostará no desenvolvimento sustentável, onde um Plano Diretor o auxiliará a realizar o seu trabalho – pessoal, comercial e/ou político – a contento. Por exemplo: os novos edifícios deveriam ter a sua altura limitada a um máximo de sete andares, seguindo uma linha arquitetônica e estética que mantivesse sua unidade visual. Seria também a ocasião para estudar-se a possibilidade de obter energia solar para abastecer os seus habitantes, além de organizar-se a coleta e reciclagem do lixo. Seriam criadas ainda áreas verdes nos novos bairros, priorizada atenção para o mobiliário urbano através de calçadas bem cuidadas, sinalização horizontal nas vias e assim transformar Umuarama na cidade mais civilizada e agradável do Paraná e, por que não, do Brasil.

Pessoas apaixonadas por Umuarama

- Pegando carona em seu pensamento e no seu entusiasmo por Umuarama, acho também importante pensar na possibilidade de se criar um polo cultural relevante nesta porção paranaense. Umuarama já homenageia o centenário da Imigração Japonesa através de um monumento. Por que não realizar, anualmente, eventos que nos tragam manifestação nas áreas de cinema, dança, teatro, música e artes visuais nipônicas?

- Genial, adorei. Certamente, com uma boa divulgação, Umuarama se transformaria em um polo cultural por excelência e não faltariam interessados no assunto. Entretanto, um plano deverá ser traçado para divulgar esta idéia.

- Em Umuarama encontra-se também uma réplica da Torre Eifel. Por que não criar eventos também em homenagem à civilização francesa? Nesse caso, o prefeito poderia inspirar-se nos projetos de Georges Eugène Haussmann, o homem que realizou obras importantes em Paris durante o reinado de Napoleão III. Haussmann foi o grande remodelador da capital francesa. Barão, prefeito de Paris, homem inteligente, certamente Haussmann poderia servir de inspiração ao prefeito Moacir Silva para que ele pensasse com carinho na grande possibilidade - oportunidade – que tem para transformar Umuarama, sem descaracterizá-la, sem destruir a sua jovem alma.

Denise, adepta de Dionísio, deus grego do vinho

- Resuma para nós algumas atrações de Umuarama.

- Está bem, vamos lá: a “mulherama” é a mais bela fêmea do Paraná. Umuarama é extremamente arborizada. Lá se encontra o Lago do Aratimbó e uma exposição agropecuária que está entre as mais importantes do Brasil. Lá estão também o Lago Tucuruvi, o Bosque Uirapurú, o Bosque dos Xetás, entre outras atrações. Umuarama é ainda o município ideal para conjugar opções de lazer com o turismo rural. Além disso, a cidade tornou-se município em 15 de novembro de 1961, é portanto uma jovem cidade, de apenas 50 anos.

- Qual é a sua mensagem para o Prefeito Moacir Silva?

- “Desejamos conhecê-lo senhor Prefeito. Gostaria de convidá-lo para viajar conosco e conhecer as realizações ocorridas nas cidades de Bogotá e Medellín, na Colômbia, para que pudesse inspirar-se e transformar Umuarama na mais bela, bem planejada e agradável cidade paranaense. Até breve”.

  
  

Publicado por em

Vanderley lopes

Vanderley lopes

17/09/2012 08:42:13
EU COMO CIDADÃO UMUARAMENSE GOSTO MUITO DAS COISA E BENEFICIOS QUE UMUARAMA RECEBEU UTIMAMENTE SOU MUITO GRATO AO PREFEITO MOACIR QUERO DEIXAR AQUI MINHAS SOLITAÇÕES DE AGRADECIMENTO AO SH OBRIGADO UM ABRAÇO ATE