Rápida passada pela Polônia

O país é lindo e tem muita coisa para se ver, além de toda sua história. Quem sabe um dia voltaremos à Polônia . . .

  
  
'Stary Rynek', em Poznán

Após as formalidades na fronteira, seguimos a caminho de Poznán, mas antes paramos em um “Natur Camping”, onde passamos a noite. Tentamos conversar com um pescador local, em Polonês, e apesar de não conseguirmos nos comunicar muito, demos muita risada e tomamos uma cerveja juntos. Na manhã seguinte nos refrescamos na lagoa ao lado e depois de arrumarmos tudo, seguimos viagem.
Em Poznán, visitamos a "Stary Rynek" (praça principal), onde estava tendo uma exposição de esculturas de metal, muito bonitas.

Passeamos um pouco mais e depois seguimos rumo a Varsóvia, onde chegamos no final do dia e já estava escuro. Lá fomos nós à procura de um camping . . . o que resultou em um lugar não muito agradável, mas tudo bem!

Muitas flores em Varsóvia

No próximo dia fomos conhecer a cidade. Passamos pela “Barbakan” (portão de entrada, do lado norte) e entramos na Cidade Velha. Logo chegamos a "Rynek Starego Miasto" (praça principal) que foi completamente restaurada após ter sido destruída durante a II Guerra Mundial. A praça, com toda a arquitetura da época medieval, rodeada de restaurantes e muito colorida, é um lugar super agradável de visitar. Nós gostamos muito! Vimos também a Catedral St.John’s e depois seguimos para o Castelo Real que hoje atua apenas como museu.

Andamos um pouco também pela “Nowego Miasto” (Cidade Nova) e após almoçarmos seguimos para o Leste, rumo ao Parque Nacional Bialowieski, na fronteira com a Belarússia. Estávamos ansiosos para visitar a reserva e ver alguns bisões!

Parque Nacional Bialowieski

Após uma visita ao centro de informações do Parque, descobrimos que a visita a uma parte do parque era restrita e somente possível com guias. Porém, toda a região ao redor estava aberta à exploração independente. Resolvemos fazer uma caminhada sozinhos e apesar de não termos encontrado muitos bisões, a caminhada foi demais. Chegamos a uma torre de observação e pudemos ver quilômetros a distância . . . bem legal!

Meio bisão, meio vaca!

Visitamos também a Reserva Bialowieski onde vimos bisões, alces, veados, javalis e até lobos. Apesar de eles estarem “presos”, a reserva é enorme e os animais têm bastante espaço. Resolvemos também nos divertir um pouco e fomos brincar na lama . . . e depois tivemos que brincar de lavar o carro, mas foi legal! Gostamos muito de Bialowieski e valeu todos os quilômetros a mais para chegarmos ate lá!

Nossa próxima parada foi Krakow, e logo que estávamos entrando na cidade vimos um outdoor de uma mecânica de Land Rovers, e resolvemos seguir as placas, pois o nosso interruptor do farol havia quebrado e estávamos usando ligação direta já fazia dois dias! Por sorte ele tinha a peça e foi fácil concertá-lo.

Nossa visita a “Land Serwis” não parou por aqui e logo conhecemos o Piotr (o dono da mecânica) que era muito gente fina. Acabamos fazendo também a troca dos nossos filtros e óleos, e verificando outras coisinhas. Após um pouco de papo, descobrimos que o Piotr também prepara carros para corridas off-road, e que ele estava se preparando para a etapa final da competição nacional de off-road da Polônia. Nós ficamos super entusiasmados e perguntamos se poderíamos acompanhá-lo para ver a competição. Ele falou que não tinha problema nenhum e até nos ofereceu para passarmos a noite ali mesmo, e na manhã seguinte partimos cedo, junto com o “comboio” de Land Rovers.

Na 'Land Serwis'

Foi um final de semana de muita adrenalina e emoção para nós, imaginem para todos os participantes! A competição foi nas Montanhas Tatra, na região perto de Zakopane, em uma estação de ski. Havia Land Rovers, Toyotas, Suzukis, Wranglers, de tudo, todos super equipados e preparados para “Extreme Off-Road”. De cara vimos um carro capotar enquanto fazia o percurso inicial, que definia as posições de largada na etapa noturna. O Piotr foi o primeiro colocado com seu Land Rover 90, completamente modificado, nomeado “Mad Max”. No dia seguinte acompanhamos o percurso final, que consistiu em trechos com muitas rochas e ângulos extremos, além do uso do guincho em diversos momentos.

Enfim, vimos de tudo e conhecemos muita gente interessante, além de tirarmos muitas fotos, experimentarmos comidas típicas e ver de perto o quanto esse pessoal bebe Vodka - coisa de louco! Muito Obrigado por tudo Piotr!

A competição

Passamos brevemente por Zakopane, mas infelizmente o clima não estava favorável e pegamos dois dias de chuva e frio, mas a região é muito bonita, foi uma pena. De lá seguimos para o sul, passando novamente por Krakow para nos despedirmos do Piotr e do pessoal, e para conhecermos um pouco da cidade também.

A caminho da República Tcheca, nossa última e sombria parada na Polônia foi o Campo de Concentração “Auschwitz”. Nem sabemos como descrever tal visita, mas foi muito interessante e ao mesmo tempo chocante. Uma experiência e tanto, o que faz a gente parar e refletir bastante!

Campo de Concentração “Auschwitz”

Adoramos nossa estadia na Polônia e achamos o povo polonês muito simpático e amigável. As estradas não são “autobhans” e o pessoal dirige como louco, mas o país é lindo e tem muita coisa para se ver, além de toda sua historia. Quem sabe um dia voltaremos à Polônia . . .

  
  

Publicado por em