Galápagos - Santiago e a origem das ilhas

Chegamos a ilha de Santiago (ou James) pela manhã e ancoramos na baia de Sullivan. Tinhamos dois mergulhos pela frente no ponto chamado de Roca Cousin e estes seriam os últimos a bordo do Deep Blue.

  
  

Chegamos a ilha de Santiago (ou James) pela manhã e ancoramos na baia de Sullivan. Tinhamos dois mergulhos pela frente no ponto chamado de Roca Cousin e estes seriam os últimos a bordo do Deep Blue. Diferente dos outros mergulhos, onde buscavamos grandes animais, neste mergulho focamos nos pequenos habitantes de Galápagos. Nos outros mergulhos, davamos apenas algumas espiadas na vida macro e ficava imaginando que seria demais mergulhar ali mesmo sem os grandes animais. Entretanto eles chamavam muita atenção e nosso foco era sempre voltado para eles.

Cousin Rock

Desta vez, pela primeira vez em Galapagos, caí com a lente macro e encontrei todos animais que buscava. Logo de início um belo cavalo marinho laranja. Depois, varias espécies de blênios. Quase no final do mergulho o divemaster me mostrou um peixe sapo que mais parecia uma esponja. Mudar o foco nesta altura da viagem foi bem interessante. Além dos pequeninos, encontrei também diversas tartarugas verdes, Arraias chitas, Arraias prego e alguns Leões Marinhos. Mergulhar em Galápagos é assim, uma explosão de vida que se manifesta em diversas formas de cores, formas e tamanhos. Foi um belíssimo mergulho e senti que estava fechando a temporada de mergulho em Galápagos com chave de ouro.

Mergulho em Cousin
Mergulho em Cousin
Mergulho em Cousin
Mergulho em Cousin
Mergulho em Cousin
Mergulho em Cousin

Na parte da tarde, partimos para uma exploracão em terra. Fomos conhecer os famosos campos de lava de Santiago. Charles Darwin pisou em Santiago em outubro de 1835 e passou uma semana estudando a geologia da ilha. A primeira vista é possivel entender o que chamou a atencão de Darwin.

Santiago
Santiago

Ao descer do inflavel pisamos diretamente em um rio de lava solidificada cuja a extensão desaparecia no horizonte. Sobre a lava, Iguanas Marinhas, Lagartos de lava, passaros e caranguejos se . Uma espécie de Cacto, Chamado de Cacto de Lava (Brachycereus nesioticus), também se adaptou ao ambiente inóspito e é uma das poucas espécies de plantas que sobrevive sobre o manto negro.
Este grande campo de lava é resultado da ultima erupção do Vulcão Cowan, que ocorreu no final do seculo 19 (Não se conhece a data exata).

Iguana Marinha
Lava Lizard
Cactus de Lava

Qualquer dúvida que alguém pode ter sobre o vulcanismo das ilhas Galápagos é respondido neste passeio. Esta parte da ilha é puramente lava (resfriada e solidificada) e é possivel identificar claramente os seus diversos tipos, como a "Pahoehoe", cuja forma lembra a trança de um corda, e a "Aa", cuja a forma é mais variada e menos uniforme. Ambos nomes são havaianos e foram adotados no mundo inteiro como descrição de tipos de lava.

Tipos de Lava

Mas porque Galápagos possui tantos vulcões?
Vulcanismo é a força principal nas ilhas Galápagos, pois elas estão conectadas diretamente com o coração da terra. Elas estão localizadas sobre um Ponto quente vulcanico (Hot Spot), na verdade, um dos mais ativos da terra. Para se ter uma idéia, Existem 6 vulcões ativos em Galápagos e o de Fernandina (Narborough) teve 14 erupções nos últimos 37 anos. Esta é a ilha mais jovem, e se situa bem acima do Ponto quente, no ponto mais oeste do Arquipélago. Todas as ilhas nasceram próximo a este ponto e foram lentamente levadas pelo movimento da Placa Tectonica de Nazca para o leste, em direção a America do Sul. O que vemos hoje é apenas um estagio no tempo.
As ilhas Galapagos. A esquerda vemos as ilhas mais novas como Fernandina, que possui pouco menos de 1 milhão de anos de idade. A direita e mais ao sul, Espanhola, cuja a idade esta estimada em cerca de 4 milhões de anos. Todas as ilhas estão movendo nesta direção.

Ilhas Galápagos

Logo que nascem, as ilhas elas comecam esta jornada, movendo-se cerca de 50 cm por ano (um deslocamento muito alto em termos geológicos). Uma verdadeira esteira rolante geológica. As ilhas mais novas, como Fernandina e Isabela, ficam a oeste e as mais antigas, como Espanhola, a sudeste. As ilhas de meia idade, como Santa Cruz e Santiago, se encontram entre elas. Além deste movimento, assim que as ilhas nascem, um lento processo de erosão transforma ilhas com grandes montanhas em ilhas mais planas. Este é o destino de todas as ilhas de Galápagos, e muitas ilhas ja sucumbiram e se encontram debaixo do oceano.

O lento processo de nascimento, erosão e morte das ilhas Galápagos
Deep Blue deixa Santiago

Partimos no fim de tarde para a ilha de San Cristobal. Era o fim de uma semana de Mergulhos em Galápagos. Mas minha expedição estava apenas na metade. Ao deixar o Deep Blue, parti solo para explorar outras ilhas do Arquipélago e descobrir que Galápagos tem muito mais a oferecer!

Grande abraço,

Cristian Dimitrius
Wildlife Filmmaker
Cinegrafista de natureza, biólogo e instrutor de mergulho. Trabalha exclusivamente com a produção e captação de imagens de natureza para documentários, matérias de tv e vídeos educacionais. Já esteve pelos 4 cantos do mundo, sempre buscando retratar como a natureza se mostra aos seus olhos.
www.cristiandimitrius.com
Email: cristian@diveadventures.com.br

  
  

Publicado por em