De cama feita

Hoje foi o dia dos últimos preparativos na maior cidade do Alaska, Anchorage. Antes de tudo, logo cedo, fomos resolver o que precisaria ter sido feito logo que o carro desembarcou em Miami: o seguro do carro. Nos Estados Unidos é expressamente proibido tr

  
  

Hoje foi o dia dos últimos preparativos na maior cidade do Alaska, Anchorage. Antes de tudo, logo cedo, fomos resolver o que precisaria ter sido feito logo que o carro desembarcou em Miami: o seguro do carro. Nos Estados Unidos é expressamente proibido trafegar com um veículo sem seguro contra terceiros. O curioso é que em nenhum momento, no desembaraço do carro, nem nas fronteiras, nem nas duas vezes que já fomos parados pela polícia, pediram o comprovante de seguro, o que é praxe. Mas fomos alertados sobre isso quando a secretária da Subaru aqui em Anchorage ia nos emprestar um carro, enquanto nosso Forester passava pela revisão : "What??? No insurance????". Depois de ligar para todas as seguradoras do país, finalmente encontramos uma que topasse segurar por um mês um carro licenciado no Brasil, com motoristas que não residem aqui. O milagre se consumou e ficamos bem mais tranquilos. Sem contar o fator risco, imagine o tempo precioso que poderíamos perder se, após a largada de Prudhoe Bay (prevista para o PRÓXIMO DOMINGO!) algum policial resolvesse nos deter por causa disso. Enfim, resolvido.
Depois fomos às compras de mantimentos para a viagem. O supermercado daqui é e-nor-me! Maior que qualquer outro do Brasil. Compramos muitos cereais, alguns legumes, frutas frescas e secas (principalemente), sucos, energéticos, queijos, salames, pães... e muito mais. O difícil foi acomodar tudo no carro depois.
Finalmente, tomamos uma decisão final: o segundo estepe vai na capota do Forester. No Brasil não havia rack em estoque para o carro. Aqui também não! Mas nossos amigos da Subaru daqui, com muitas horas de trabalho, adaptaram uma gaiola na capota, que coube não só o estepe, mas também os dois tanques reservas de combustível. Foram colocados, também, protetores para os faróis de uma material transparente que amortece o impacto de pedras. Adoramos!
10 horas da noite, ainda claro aqui, quando terminamos de arrumar o carro, inclusive nossa cama. Muita bagagem, mas vamos poder nos esticar algumas horas por dia.
Para comemorar o término dos preparativos, fomos comer um Halibut (peixe da família do linguado) em um pub aqui pertinho do hotel (estamos em downtown Anchorage - difícil foi convencer o Cacá que seria melhor irmos a pé. O lugar é bem agradável e estava rolando música ao vivo: bluegrass, uma espécie de country/folk music. Bem agradável. Agora só falta arrumarmos as sacolas de coisas pessoais e, logo pela manhã, partirmos em direção a Prudhoe Bay, nosso ponto de partida. Amanhã tem mais!

Trato final na Subaru de Anchorage

Trato final na Subaru de Anchorage

Preparando mantimentos e cama

Preparando mantimentos e cama

  
  

Publicado por em