Inicia a Alaskan Highway

Dani e eu rodamos 1000 quilômetros de Calgary até uma cidadezinha chamada Fort St. John, província de British Columbia. As bandeiras canadenses estão por toda parte - uma incrível onda nacionalista. A temperatura oscilou entre 5 graus positivos e 5 negati

  
  

Dani e eu rodamos 1000 quilômetros de Calgary até uma cidadezinha chamada Fort St. John, província de British Columbia. As bandeiras canadenses estão por toda parte - uma incrível onda nacionalista. A temperatura oscilou entre 5 graus positivos e 5 negativos e acabamos pegando uma rápida nevasca na estrada. O limite de velocidade nestas estradas de mão dupla é de 100 km/h. É incrível como todos respeitam o limite, ao contrário do que vinha acontecendo nos Estados Unidos. Às 2 horas da tarde passamos por Dawson Creek, onde começa a Alaskan Highway. No local uma placa indica as distâncias até cidades do Alaska: Fairbanks 1523 milhas - é o que ainda temos para percorrer. Estamos fazendo bom uso do GPS, mas não dispenso o Milepost, uma bíblia para quem viaja entre Canadá e Alaska. O livro, publicado anualmente, indica os serviços existentes em todas as estradas que levam ao Alaska. Assim, só por descuido dá para ficar sem gasolina ou sem local para dormir. Queria escrever mais, mas deu uma vontade incontrolável de comer pizza. Na verdade, a Dani é quem ficou falando nisso o dia inteiro, mas agora ela desistiu da idéia (por causa do frrrrio) e eu vou sozinho. Para quem não sabe, fast foods como Mc Donalds e Pizza Hut estão até nos locais mais remotos do Canadá e Alaska. Até amanhã!

Alaskan Highway: começa a aventura

Alaskan Highway: começa a aventura
Foto: ms

Marcelo

Dani morrendo de frio

Dani morrendo de frio
Foto: ms

  
  

Publicado por em