Serra da Mantiqueira

O Pico do Garrafão, denominado como Pico de Sto. Agostinho em cartas topográficas, está localizado na Serra da Mantiqueira, mais precisamente no distrito de Alagoa, entre os municípios de Itamonte-MG e Aiuruoca-MG.

  
  

Pico do Garrafão

Chales

Chales
Foto: Adilson Moralez

O Pico do Garrafão, denominado como Pico de Sto. Agostinho em cartas topográficas, está localizado na Serra da Mantiqueira, mais precisamente no distrito de Alagoa, entre os municípios de Itamonte-MG e Aiuruoca-MG. Uma das versões para seu nome é que os escravos colocavam o ouro, extraído na região, em um garrafão que era escondido no alto da pedra. A região é formada por campos de altitude que se encontram em cotas superiores a 1.000 metros. A altitude do pico, apurada com meu GPS, foi de 2.374 m.

Interior da Pousada

Interior da Pousada
Foto: Adilson Moralez

Para conhecer essa maravilhosa região do sul de minas a dica é hospedar-se na Pousada Campos de Altitude, pois é de onde começa a trilha para o pico. A Patrícia e Oscar terão muito prazer em contar todas as histórias da região e dar dicas de outros passeios. O Acesso à Pousada é através de Itamonte numa estrada de terra bem conservada de cerca de 25 km.

Primeiro dia

Subindo para o Garrafão

Subindo para o Garrafão
Foto: Adilson Moralez

Como havíamos chegado bem tarde na noite anterior a opção foi por uma café tranqüilo e um pouco mais tarde. O dia estava maravilhoso e nos convidava a caminhar. O grupo era formado por 3 casais e 2 filhos. Para nos guiar tivemos os serviços do Quim e Leandro. Na última hora convencemos a Mel, mascote da pousada, a nos acompanhar.

Vista da Pousada

Vista da Pousada
Foto: Adilson Moralez

Partimos já eram 11h e a caminhada foi num ritimo tranquilo para que todos pudessem apreciar o visual. Após cerca de uma hora de caminhada é que realmente se tem idéia que o local da pousada foi escolhido a dedo, pois fica totalmente isolada e cercada por uma mata exuberante.

Pausa para descanso

Pausa para descanso
Foto: Adilson Moralez

Chegamos no ponto do lanche cerca de 15h e para agradar o grupo eu havia levado alguns apetrechos na mochila. De entrada eu fiz uma pipoca e para prato principal tínhamos sopa, além do tradicional lanche. Como estava frio no pico, nada melhor que uma sopa quentinha para animar o picnic.

Hora do lanche

Hora do lanche
Foto: Adilson Moralez

Após o lanche fomos na borda da pedra de onde se pode ver boa parte do vale e a pousada ao longe. Após a inevitável sessão de fotos, partimos em retirada, pois já estava prevendo o fim da caminhada no escuro. Dito e feito, chegamos por volta das 18:30h já com as lanternas acesas. Os homens não resistiram e fomos direto para a sauna.

Pedra do Garrafão

Pedra do Garrafão
Foto: Adilson Moralez

Nada como uma sauna a lenha com ducha direto do rio para revitalizar as energias. À noite o jantar foi regado a um bom vinho e com direito a lareira. Depois de tudo isso poucos conseguiram chegar às 22 h acordados.

Segundo dia

Off road

Off road
Foto: Adilson Moralez

Para dar uma trégua para as pernas a programação do dia foi fazer um off-road pela região e conhecer o túnel cavado pelos escravos para a retirada de ouro. Tomamos uma estrada que passa por uma região de charcos muito bonita e em cerca de 30 min chegamos ao túnel. Fiquei surpreso com a construção, pois jamais imaginei que haviam procurado ouro nessa região.

Vale

Vale
Foto: Adilson Moralez

O túnel tem cerca de 100 m de extensão e é um passeio super diferente. Continuamos na estrada até uma das entradas do parque estadual do Papagaio. Essa porém, está desativada e tem apenas um casarão fechado. No local há um rio de águas cristalinas e uma prainha com areia branca convidando para um picnic. Mas como o almoço já estava agendado, voltamos para a pousada.Antes porém, passamos na fazenda do Odir para comprar o famoso queijo parmesão, que é uma das especialidades da região.

Grupo na boca do túnel

Grupo na boca do túnel
Foto: Adilson Moralez

Após um delicioso almoço feito em fogão à lenha, um merecido descanso e só nos restou arrumar as malas e voltar para casa lembrando dos bons momentos que tivemos nesse final de semana.

Dicas do autor

- Dê preferência aos meses de inverno para subir no garrafão. O clima é mais ameno e há menor chance de chuvas.

- Não deixe de fazer a caminhada ecológica na pousada e aproveite para conhecer um pouco mais sobre plantas medicinais.

- A região é excelente para pedalar, desde que se tenha um certo preparo físico.

- Passar no Odir para comprar o parmesão também é uma obrigação.

Serviços

Pousada Campos de Altitude
Alagoa-MG
www.camposdealtitude.com.br
35-3366-1264

  
  

Publicado por em

EDUARDO MENDES.

EDUARDO MENDES.

19/09/2012 15:38:57
ADOREIE ESTAS FOTOS SO DE IMAGINAR QUE JA ACAMPEI NESTES LUGARES E HOJE NAO TENHO MAIS TEMPO MEUS OLHOS SE ENCHEM DE LAGRIMAS,UM DIA VOLTAREI SE DEUS QUIZER.

OSVALDO FILHO

OSVALDO FILHO

16/05/2011 13:55:13
Alagoa é um paraíso nas montanhas! Visitem o site www.alagoamg.com.br Aproveito para divulgar o II Festival do Queijo dia 28 de Maio!

Fernanda ctba

Fernanda ctba

27/04/2011 16:57:14
maravilhoso esse lugar,já tive o privilégio de conhecer esse lugar lindo...parabéns

Leo

Leo

30/10/2010 22:46:21
TENHO INVEJA DOS MORRAM NESSE LUGAR MARAVILHOSO AINDA VOU PASSAR POR ESSAS MONTANHAS TOMAR BANHO NESSES RIACHOS PRA MIM EO MELHOR LUGAR DO BRASIL

Rafael

Rafael

23/01/2009 19:20:07
Adorei as fotos mto legal !!!parabens aos amantes da natureza.Estou organizando uma aventura de itajubá para aparecida, pela serra da mantiqueira.como faço pra mandar convite por e-mail para vcs .valeu