Dia das Crianças - quais crianças estamos deixando para esse mundo?

Quando vamos parar e realmente nos preocupar em deixar crianças melhores para esse mundo ao invés de só pensar em deixar um mundo melhor para essas crianças?

  
  

Por EduardoAndreassi

Que tipo de crianças, jovens e futuros adultos estamos criando?

Crianças

Vivemos cada vez mais aprisionados em nossas gaiolas e infelizmente, de uma forma ou de outra, estamos lesando a mente de nossas crianças, de nossos jovens. Fato!

A libertinagem e impunidade, associadas às Leis de décadas passadas, contribuem para que tornemo-nos reféns de nós mesmos, vivendo aprisionados em nossos lares.

Ficou cômodo - e por uma questão de segurança - não sairmos de nossas casas e tampouco deixar nossas crianças brincarem nas ruas.

A sociedade moderna nos bombardeou com artigos eletrônicos, jogos e muitas informações desordenadas, mas sequer conseguem estimular nossas crianças a sonharem.

E sonhar é preciso, pois alimenta a alma e estimula a criação.
Mas não! Damos - e todos têm uma grande parcela de culpa - muita informação e nenhuma ferramenta que seja capaz de acender valores que foram passados à nós, e que contribua para crescimento emocional e intelectual, dando-lhes segurança e fazendo-os ousarem a criar.

Crianças

Por necessidade e até comodismo, ficou prático para os pais, por exemplo, agradar seu filho (ou comprar seu silêncio), dando-lhes presentes caros e muitas vezes, fúteis. Pior: dar o que não podem porque o amiguinho de seu filho tem.
Foi primordial “comprar” sua atenção e amor usando dessas ferramentas e armadilhas.
Projetam em seus filhos suas próprias vontades e frustrações, transferindo para a criança aquilo que eles mesmos gostariam de terem sido, o que considero um ato cruel e covarde.

Consequentemente, tanto eles quanto nós, vivemos em um ritmo alucinante, de stress e consumismo desenfreado.
“Compre, corra, tenha! Você será mais feliz”.

Vendem-nos ilusões e acabamos comprando por uma série de motivos.
Alimentamos essas mentes inquietas, agitadas e eternamente insatisfeitas. Mentes insanas dos adultos que manipulam crianças, adolescentes e jovens perdidos nas mazelas de seus pensamentos.
Ao mesmo tempo, em muitos casos, essas crianças e jovens manipulam os pais de alguma forma.
Constroem "relacionamentos" com a mesma facilidade com que os deixam de lado e ignoram (destroem).


Voltando há tempos atrás, havia uma geração que andava com muito mais tranquilidade nas ruas.
Pessoas dessa época tinham receio de fazer algo errado ou mesmo andar com pessoas erradas. Assim foram criadas, inclusive porque pais e avós vigiavam, e não delegavam isso às outras pessoas.

De certa forma, aprendiam a pensar sozinhos através das experiências que tinham. Eram estimulados a buscar respostas às suas próprias perguntas. Os acertos e erros, assim como as frustrações, eram parte de um eterno aprendizado.

Interagiam junto à natureza, mesmo que em ruas já asfaltadas, assim como estabeleciam relações e diálogos, utilizando a expressão verbal, o olhar e gestos.

Nossos relacionamentos - amigos, namoros, pais, família - eram mais intensos e verdadeiros, e isso contribuía para nos conhecer melhor e estabelecer nossos limites.


Hoje, temos uma geração de jovens e pré-adolescentes que se perdem em seus pensamentos, não conseguem concentração para nada, são inquietos, ingratos e consumistas ao extremo.
Mas somos nós os principais responsáveis por essa sociedade atual.
Saibam que 1/3 da população mundial apresenta algum distúrbio psiquiátrico!Fato!
Estamos construindo jovens sem comprometimento algum com algo e com sinais claros de irresponsabilidade, em todos os segmentos.

A grande maioria das pessoas da sociedade moderna, “conversam e veem” as outras pessoas através de um mundo virtual.

E essa tal geração virtual (ou geração Y) - nas quais muito adultos dão o exemplo e passam horas a fio em “redes sociais” postando o que estão fazendo, constroem sem saber, um muro de isolamento e lamentações.

Temem o mundo real de alguma forma, encarceram-se em suas gaiolas e vivem em função de um mundo cheio de demagogia e mentiras. São reprimidos pelos seus próprios medos ou perdem-se por ousar demais.
Cercados de “amigos”, mas sempre sozinhos nas mazelas de seus pensamentos.

“Aprendem” como resolver textos, fórmulas, decoram matérias, mas sequer há algum estímulo para fazê-los sonhar, pensar e criar. Vivemos em um mundo de “copiar” e “colar”.
Os adultos só esqueceram que as crianças copiam também as atitudes dos pais. “Criança vê, criança faz”.

Vídeo:

Criança vê, criança faz

Um mundo paralelo criado e alimentado por eles mesmos. O mundo desses jovens na verdade, é um mundo de solidão. Estão presentes em corpo, mas ausentes na alma. Falta-lhes motivação e compete a nós, ficarmos atentos.

Vivem no automático como uma máquina, pois são alimentados por essas máquinas. São “frios” como as mesmas e só obedecem a comandos e aprendizados inseridos em suas memórias.
Há muita quantidade e pouca qualidade de informações, e por isso, o cérebro não consegue assimilar.

A grande maioria perdem-se na vida por não ter uma referência ou pulso firme dos pais. O que vemos hoje são jovens se embriagando e consumindo drogas. Tudo por "embalo" de outros amigos e para "se libertar" de algo que nem mesmo eles sabem.

Atitudes como Honestidade, Amor ao Próximo, Respeito, Paz, Cidadania, Ética, Moral - que permitem que as pessoas possam conviver em harmonia em uma sociedade saudável- estão cada vez mais distantes.

O mundo (entenda como essa tal sociedade moderna) só vê e respeita suas “personas” (máscaras). O que importa nessa sociedade é o que você tem, o que veste e o que você é. Não há reconhecimento do “quem você é”.

Em algum momento de suas vidas, nossas crianças estarão sozinhas e terão que decidir o que fazer, sem poder contar com ninguém. E justamente nesses momentos que a personalidade, a estima, a vivência de cada um e a arte de criar e se adaptar, fará a diferença.

Mas independente de tudo e de todos, amamos nossas crianças incondicionalmente.
E por amar nossas crianças que devemos ir a fundo e abordar essas questões. Só assim realmente iremos “construir” adultos dignos, responsáveis, solidários e honestos.

E quando você for curtir suas crianças, em primeiro lugar coloque-se à altura delas. Liberte sua criança interior e deixe ela falar mais alto.
Crianças devem ser tratadas com respeito e encaradas como um eterno aprendizado para nós, os adultos.

Crianças resolvem "problemas" de um modo tão prático e simples - pois ainda não estão contaminadas pelos pré-conceitos que nós adultos carregamos - que deveríamos conviver e aprender mais com elas.

Afinal, quando vamos parar e realmente nos preocupar em deixar crianças melhores para esse mundo ao invés de só pensar em deixar um mundo melhor para essas crianças?

Agora, cada um de vocês vai parar, pensar e dar sua opinião aqui. Ou responder a si mesmo.

Parceria e Apoio

Mundo Cheff

Mundo Cheff

Mundo Cheff - Loja especializada no segmento de cozinha e lazer com grande variedade de produtos entre artigos de decoração, utensílios, eletroportáteis.

Missão: OFERECER a melhor EXPERIÊNCIA de compras para o cliente, onde ele estiver, garantindo EXCELÊNCIA na qualidade de produtos e ATENDIMENTO.

empresa verdadeiramente MULTICANAL, reconhecida como a melhor opção para os clientes, pela QUALIDADE de nossos produtos e nossa forma de RELACIONAMENTO

1. Impressionar os nossos clientes, internos e externos
2. Agir com integridade
3. Promover orgulho, entusiasmo e espírito de equipe dentro da nossa organização
4. Incentivar e premiar a inovação, a criatividade e a tomada de riscos
5. Contribuir e apoiar o crescimento pessoal e profissional dos indivíduos.
6. Esforce-se para melhorar continuamente a forma como operamos nosso negócio

Atende em todo o Brasil.

• Loja
SAC: (11) 4301-5277
Site: www.mundocheff.com.br
Endereço: Avenida Pedroso de Morais, 510 - Pinheiros, São Paulo - SP, 05420-000

• Seja um franqueado. Consulte


Editora Photos

Portal Photos
O seu portal de FOTOGRAFIA - tutoriais, dicas e lançamentos.

• Site: http://photos.uol.com.br

Loja Photos
Um mergulho no Universo Fotográfico - Livros e DVDs para quem quer aprender a fotografar –

• Site: http://www.lojaphotos.com.br



Consulte serviços e Banco de Imagens

Eduardo Andreassi
Jornalista e Fotojornalista

Contato: edu_andreassi@hotmail.com
Site :
www.andreassifotos.com.br
www.eduardoandreassi.com

Copyright 2015 - Eduardo Andreassi - Todos os direitos reservados
Todas as fotos deste álbum virtual estão protegidas pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das minhas imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e autorização.


  
  

Publicado por em