Pantanal. As maravilhas de uma natureza selvagem

Desbravando essa maravilha

  
  

Pantanal. As maravilhas de uma natureza selvagem

Caminho de volta

Aproveitando a oportunidade de já estar bem próximo a Bonito, fui visitar a região do pantanal, em sua cabeceira.

Saindo de Bonito segui a caminho de Miranda, no Pantanal Sul, optando pelo asfalto.
Existe uma estrada de terra que liga os dois locais ,mas como há poucos dias havia chovido muito na região( fato atípico para essa estação do ano) e de acordo com informações do pessoal local isso poderia ter prejudicado muito esse caminho .

São cerca de 190 km de asfalto no sentido de Aquidauana.
Um pouco a mais que se eu seguisse por estradas de chão, 146 Km - via Bodoquena, mas, afinal, eu não tinha pressa e além de ser pelo asfalto, o tempo de viagem seria praticamente o mesmo se optasse por estrada de terra devido às condições das mesmas.
A Fazenda localiza-se a 236 km de Campo Grande (MS) e a 06 km da BR 262 – rodovia que liga Campo Grande a Corumbá.

Agradável surpresa ao chegar na região. Saindo da estrada, já no interior da propriedade em direção a recepção, pude ficar encantado com aquilo que eu avistava: uma verdadeira diversidade de flora e fauna nativas. Capivaras, Cervos do Pantanal, inúmeros pássaros, a vegetação, o começo do pântano, tudo era de encher os olhos!

Pecuária
Arara
Pássaros
Cervo do Pantanal

Recepção da Fazenda
Recepção da Fazenda

Nessa época do ano, a maior parte do público visitante dessa região se compõe de grupos da 3ª idade e estrangeiros. E foi o que avistei por lá. Além de alguns turistas de outros estados, em sua maioria de São Paulo, grupos de Japoneses que iriam chegar exclusivamente para ver as belezas de nosso Pantanal.

Turistas chegando
Sede da Fazenda

Ainda que com tempo corrido, eles iriam aproveitar todos os passeios e admirar todas as belezas lá existentes.

Pôr do Sol

Como eu havia chegado no final da tarde, foi o tempo de descarregar as malas, e preparar meu equipamento para registrar um lindo pôr do sol sentindo o cheiro da natureza.

Em seguida fui informado sobre o primeiro atrativo do local: Focagem Noturna!
Maravilha! Era tudo que eu sempre quis fazer. Estar em contato direto com animais selvagens há poucos metros de mim.
Era minha chance de finalmente por em prática mais uma técnica de fotos: fotografias noturnas, sem flash, sem luz, usando teleobjetivas e em movimento.

Meu roteiro – Passeios

Jaguatirica

Como o tempo lá engana, fui avisado que a noite fazia frio e então levei um agasalho, mas certo de que não iria usá-lo. Engano meu! Além da blusa, que logo vesti, os guias nos deram cobertores e ainda óculos para proteger os olhos dos insetos que possivelmente poderiam esbarrar em nossos olhos.

Esses passeios podem ser adquiridos nas melhores Agências de Bonito.

Tamanduá-Bandeira

Junto com um Guia Pantaneiro que, iluminando o local, ia visualizando os animais de hábitos noturnos, o passeio dura aproximadamente 2 horas, percorrendo cerca de 30 km, onde tive a sorte de avistar uma Jaguatirica, muitos Jacarés, Tamanduá-Bandeira, Cervos do Pantanal, Guaxinins e outros animais.
Fui avisado pelos guias que se avistássemos Jaguatiricas e Onças, teríamos que fazer silencio absoluto para não assustar os animais, pois eles iriam embora.

Jacaré do Pantanal
Família de Guaxinins

Um passeio único e que eu realmente recomendo, tanto que fui por duas vezes, pois além de estar em contato direto com a natureza ainda não explorada e danificada pelo homem, uma excelente oportunidade de, com toda segurança, estarmos a apenas alguns metros desses animais.


Safári Fotográfico

Safári Fotográfico

Após o café da manhã à moda da fazenda, participei de um Safári Fotográfico junto a um grupo animadíssimo de japoneses que acabava de chegar.
A bordo de um carro aberto, pude observar animais a poucos metros de distância em seu ambiente natural.

Paisagens
Pantanal
Família de Capivara
Passeio na Mata Ciliar

Os guias pantaneiros além de explicar em detalhes os hábitos e costumes da vida dos habitantes da região, nos contam curiosidades a respeito da vida no pantanal.

Cobra
pássaros
pássaros

Pude observar tucanos, araras, garças, cegonhas, cervos do pantanal e gaviões nessa caminhada e pegadas de jaguatirica. Ótimo sinal, afinal, na noite anterior já tinha visto e fotografado uma e quem sabe não conseguiria de novo ver alguma.

Cervo do Pantanal
Pegada de Jaguatirica

Fauna e flora são de uma beleza e diversidade impressionante.


Passeio de Chalana

Chalana

Na parte da tarde, durante um passeio em uma Chalana, pude ver de perto inúmeros jacarés e aves das mais variadas espécies. Garças, tuiuiús, martim-pescador .É uma aventura bem diferente das habituais e feita com toda a segurança. Tudo é claramente explicado pelos guias, inclusive o extremo respeito a natureza que é solicitado durante todos os passeios.

Martim-Pescador levando uma Piranha

Jacaré se alimentando da Piranha

Além dos muitos jacarés que vinham rodear a Chalana, paramos um pouco nesse rio para ver a vegetação e tentar pescar piranhas. Poucos conseguiram e a sorte dos principiantes do passeio, os japoneses, falou mais alto. Um japonês conseguiu pescar uma piranha, que por sinal levou consigo para mandar preparar para o seu jantar. Afinal, para eles, tudo isso é novidade e lindo de se ver.

A Chalana
...pescando...
Martim-Pescador pegando a Piranha
Jacarés

Maravilhoso ver esses animais de muito perto.

Conheci muitas características desses animais, pelo que os guias diziam.

Turista pescou Piranha
Os dentes da Piranha


Para frustração das pessoas que fizeram a Focagem Noturna, é extremamente difícil obter fotos boas com a baixa luminosidade e velocidade com que os bichos aparecem e desaparecem. Infelizmente somente máquinas profissionais, uma dose de boa sorte e um pouco de luz que os guias utilizam para mostrar esses animais é que conseguimos registrar esses momentos.

Infelizmente, não havia tempo suficiente de poder obter ângulos melhores e luminosidade mais adequada, pois os animais rapidamente escondiam-se. Então, a bordo do veículo e junto com todos os outros turistas, tive que improvisar o mais rápido possível para obter essas cenas.

Vale a pena conhecer e vivenciar a cultura e a vida pantaneira na cabeceira do Pantanal - Mato Grosso do Sul!
De Estando em Bonito ou região, dali para frente é muita aventura e lindas surpresas.

A caminho de São Paulo, ficou registrado não só na Câmera as lindas cenas que vi e vivi. A memória até hoje guarda essas lembranças e essa oportunidade de aprendizado com a natureza.

Jaguatirica

Dicas do Autor

• Cautela nas estradas, principalmente à noite.
• Leve repelentes e agasalho.
• Procure usar calçados confortáveis.
• Segure firmemente sua máquina fotográfica. Presenciei alguns turistas que perderam as suas no passeio de Chalana.
• Use e abuse de seu cartão ou negativo na hora de tirar fotos. Verá cenários lindíssimos.
• No passeio noturno, o silêncio é fundamental.
• Siga todas as orientações dos guias.



Eduardo Andreassi
e-mail: edu_andreassi@hotmail.com

www.andreassifotos.com.br
Copyright 2017 - Eduardo Andreassi - Todos os direitos reservados
Todas as fotos deste álbum virtual estão protegidas pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das minhas imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e autorização.



  
  

Publicado por em