Um acervo em homenagem às pratas da casa de Campina Grande - MAPP, Museu de Arte Popular da Paraíba

Conhecendo um pouco mais da história e cultura do povo de Campina Grande e seus filhos famosos

  
  
MAPP - Museu de Arte Popular da Paraíba - Campina Grande

Por Eduardo Andreassi

O Museu de Arte Popular da Paraíba, também conhecido como Museu dos Três Pandeiros, está localizado às margens do Açude Velho na cidade brasileira de Campina Grande, estado da Paraíba

O MAPP que tem como mantenedora a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), destina-se a preservar e difundir as heranças da nossa musicalidade, das artes manuais, da literatura de cordel, da xilogravura e da cantoria, suas origens e miscigenações, assegurando no presente e futuro tudo aquilo que foi construído pelos paraibanos na construção de sua identidade.

O Museu, projetado por Oscar Niemeyer é um complexo de exposição e de captação de acervo documental da música, do artesanato, da cantoria, da literatura de cordel, e da xilogravura, em Campina Grande.

Dispondo como premissas criar, valorizar e salvaguardar a cultura popular da Paraíba, o Museu teve suas obras concluídas em dezembro de 2012, por meio de sua gestora, a UEPB. Mais que espaço contemplativo, ancorado às margens do Açude Velho, também é chamado pela população de "Museu dos Três Pandeiros", por conta da sua forma, configura-se como um centro de estudos e documentação da cultura nordestina, especialmente a paraibana.


Veja vídeo


O MAPP conta com acervo inicial avaliado em R$ 50 mil. A estrutura dedicada à música atualmente presta uma homenagem a Jackson do Pandeiro, com fotos, objetos e materiais audiovisuais. No espaço também há painéis com referências a outros importantes músicos paraibanos, a exemplo de Sivuca e Marinês, além do registro de mais de 300 nomes de  artistas, incluindo Elba Ramalho e Zé Ramalho.

Zé Ramalho no MAPP

Acervo - Dominguinhos e Elba Ramalho -Acervo do MAPP
Acervo do MAPP

Localização

Funcionamento

· MAPP - MUSEU DE ARTE POPULAR DA PARAÍBA (Museu dos Três Pandeiros)
Funcionamento no São João: De terça a domingo, das 09:00 às 20:00.
Localização: Rua Dr. Severino Cruz – Centro (às margens do Açude Velho).
Informações: (83) 3310-9738
Entrada gratuita.


Eduardo Andreassi foi convidado pelo Ministério do Turismo com apoio da Prefeitura de Campina Grande, onde desenvolve uma série de ações para colocar a Festa Junina no calendário dos grandes eventos nacionais.

Eduardo Andreassi
Jornalista e Fotojornalista
Contato: edu_andreassi@hotmail.com
Site : www.eduardoandreassi.com
Copyright 2017 - Eduardo Andreassi - Todos os direitos reservados
Todas as fotos deste álbum virtual estão protegidas pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das minhas imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e autorização.

  
  

Publicado por em