Jalapão/TO - Na imensidão do paraíso tocantinense

A região dos Encantos do Jalapão, no estado do Tocantins, impressiona até os olhos mais apurados

  
  
A imensidão do Jalapão

A convite do Sebrae/TO, que em parceria com a Agência de Desenvolvimento Turístico do Tocantins (ADTUR) promoveram a caravana do " Projeto Estruturante de Turismo da Amazônia Brasileira”, o EcoViagem teve a oportunidade de desembarcar num paraíso ainda desconhecido por muitos, localizado no coração do Brasil.

Com roteiro e estrutura organizada pela Korubo Safári Camp passamos três dias no Deserto do Jalapão, um dos mais novos destinos de ecoturismo e turismo de aventura do Brasil, situado no estado do Tocantins, já na divisa com os estados da Bahia, Maranhão e Piauí.

Devido a dificuldade de acesso à região, que fica cerca de 300km de distância da capital Palmas, o Deserto do Jalapão ainda possui um cenário quase que intocado. Mas de deserto só mesmo o fato de possuir a menor densidade demográfica do país, com cerca de 1hab/km². Afinal, a região é privilegiada por possuir grandes rios, cachoeiras, além de fauna e flora extremamente rica e diversificada.

Na região de cerrado, pode-se encontrar lindas veredas, muitos buritis, pés de caju por toda a extensão da estrada e muitas outras plantas nativas. A fauna, também riquíssima, é composta por lobos-guará, araras azuis, papagaios, emas, sucuris, e muitos outros.

Já na questão temperatura, Jalapão não deixa por menos. A média é de 38º graus. Durante a noite, a temperatura cai e pode chegar aos 20º graus. A região possui um clima muito bem definido: no período entre os meses de outubro e abril é chuvoso, já no período entre os meses de maio e setembro é seco.

O único acesso ao Jalapão é feito por uma estrada de terra que sai da cidade de Ponte Alta. Dali pra frente o visual do cerrado nos acompanha até a chegada ao acampamento localizado entre a Estação Ecológica da Serra Geral e o Parque Estadual do Jalapão, ás margens do Rio Novo.

Chegada em Palmas

Parque Cesamar

Nosso voo pousou no aeroporto de Palmas por volta das 14h00. No desembarque a equipe da Korubo Safari Camp já nos aguardava para nos levar ao Hotel Pousada dos Girassóis.

Check in no hotel, rápidos preparativos e logo saímos, por volta das 16h00, para um city tour pela cidade de Palmas, organizado pela equipe do Sebrae/TO.

Praça dos Girassóis

Visitamos o Parque Cesamar, considerado uma das principais áreas verdes da capital, o parque possui um grande lago formado pelo córrego Brejo Comprido, além de pista para caminhada com cerca de 2.800m e equipamentos para a prática de esportes e exercícios físicos.

Em seguida, visitamos a Praça dos Girassóis, considerada a maior praça pública da América Latina com cerca de 500 mil metros quadrados, está localizada no eixo central de Palmas e abriga todos os prédios do poder público, o Memorial Coluna Prestes, o Monumento aos 18 do Forte, além do Palácio do Araguaia.

Já no final da tarde, fomos privilegiados por um lindo pôr-do-sol visto na Praia da Graciosa.

Memorial Coluna Prestes na Praça do Girassóis
Monumento aos 18 do Forte
Palácio do Araguaia na Praça dos Girassóis
Pôr-do-sol na Praia da Graciosa, em Palmas

Rumo ao Jalapão

Nosso meio de transporte

O dia seguinte começou cedo, com um rápido café-da-manhã no hotel. Por volta das 09h00 partimos de Palmas rumo ao Jalapão, uma longa viagem com muitas surpresas. Nosso transporte, um caminhão Mercedes 4x4 adaptado para levar até 18 pessoas, já nos dava a ideia de que a partir dali faríamos parte de um safári com muitas aventuras, durante a viagem já pudemos conhecer todo o grupo, o que nos renderia ótimas amizades.

Fizemos uma rápida parada no munícipio de Porto Nacional, e tempo depois chegamos à Ponte Alta para um belo almoço, às 12h30, ali conhecemos nosso guia Mauro, que nos acompanharia durante nossa viagem. Após, embarcamos novamente no caminhão e continuamos nossa viagem.

Era época de colheita do capim-dourado

Durante o trajeto paramos para pegar caju no pé e, como não poderia faltar, colhemos capim-dourado. Da estrada tínhamos uma visão de todo o cerrado, avistamos o Platô do Jalapinha, o Platô do Porco e o Platô do Espírito Santo. Ainda tivemos a oportunidade de avistar bem de perto, o voo de um casal de araras-azuis.

No caminho fizemos uma parada estratégica para visitar nosso primeiro atrativo da viagem - o Canyon de Suçuapara - distante 18km de Ponte Alta, é um pequeno canyon por onde águas cristalinas escorrem de uma fenda entre as rochas.

Canyon de Suçuapara

Partimos novamente e após algumas horas chegamos ao acampamento, por volta das 19h00, onde o guia Mauro nos mostrou todas as instalações do acampamento. Ganhamos um saboroso jantar acompanhado da famosa "caipirinha de boas-vindas", tudo preparado pelo nosso mestre cuca Nelson e seus assistentes, e recebemos do Mauro as primeiras instruções para nosso primeiro dia de aventura.

Por volta das 23h00 todos preferiram dormir, pois o dia foi cansativo e o próximo seria bem longo...

Primeiro Dia - Caminhada na Serra do Espírito Santo

Jalapão visto da Serra do Espírito Santo

O Mauro (nosso guia) nos acordou ás 07h30 para nos prepararmos para nossa caminhada.

Depois de um belo e reforçado café-da-manhã, preparado pelo Nelsinho, de mochila nas costas e muita disposição, partimos para nossa primeira atividade no Jalapão, uma caminhada na Serra (platô) do Espírito Santo, com mais de 20km de extensão, dentro do Parque Estadual do Jalapão. Do acampamento até o platô são cerca de 45 minutos de estrada.

Chegando no platô iniciamos uma subida íngrime de 400m. De cima, a Serra nos proporciona uma vista aérea de toda a região das dunas e de como elas se formam. A área é moradia de onças suçuaranas, veados e emas.

Vista do Mirante da Serra do Espírito Santo

Em seguida fizemos uma trilha de 3km até o Mirante da Serra, onde pudemos ver as falésias do cerrado. O Mirante da Serra do Espírito Santo é uma área em acelerado processo de erosão. Após vislumbrarmos toda aquela beleza de um pico tão alto, iniciamos nosso retorno. A decida também é difícil, principalmente devido ao cansaço que já começa a surgir e o grande calor.

Chegando no acampamento, aproveitamos um tempinho livre antes do almoço e corremos para o rio, onde pudemos nos refrescar um pouco.

Após saborearmos mais uma bela refeição preparada pelo Nelsinho, ganhamos um tarde livre para descanso. Um descanso merecido depois do esforço.

A noite, jantamos, recebemos as instruções do Mauro para o dia seguinte, conversamos e em seguida, nos recolhemos para recarregar as energias para o dia seguinte.

Segundo Dia - Visita ao Fervedouro, Povoado de Mumbuca, Cachoeira da Formiga, Mateiros

Fervedouro do Soninho

Novamente o Mauro nos acordou ás 07h30 para nos prepararmos para nosso dia. Após o café-da-manhã saímos do acampamento rumo ao fervedouro.

Primeiro visitamos o Fervedouro do Soninho, de propriedade da Korubo Safári Camp. O fervedouro é uma nascente de águas límpidas e cristalinas que nascem na vertical e saem por pequenos buracos na areia, formando bolhas de ar, onde é possível nadar e flutuar sem esforço, e principalmente sem risco de afundar.

Fervedouro público

Logo após, partimos rumo a comunidade do Povoado de Mumbuca. Lá pudemos conhecer a Associação Capim-Dourado, apresentada por Dona Martina, de 58 anos. Segundo Dona Martina cerca de 60 moradores do povoado participam da associação. O capim-dourado é matéria-prima para o artesanato feito na região. A colheita do capim é feita após o dia 20 de setembro. Além do artesanato, o povoado garante a renda familiar com a plantação de arroz e outros produtos, para comercialização e consumo próprio.

Tivemos também a oportunidade de conhecer uma ilustre figura da região - Dona Miúda, de 80 anos - precursora do artesanato com capim-dourado, ela se intitula a "Rainha do Capim-Dourado". Dona Miúda aprendeu o artesanato com sua mãe, mas foi ela quem repassou a técnica aos moradores. "Eu criei a associação e dei mais oportunidade à população que o governo", diz Dona Miúda.

Dona Martina nos mostra a Associação do Capim-Dourado

Em seguida, visitamos outro fervedouro, este um pouco menor, mas não menos importante. Para evitar o impacto dos visitantes, neste fervedouro a visitação limita-se a 6 pessoas por vez.

Partimos rumo à Cachoeira do Formiga, outro belíssimo atrativo com uma pequena queda de águas cristalinas que formam uma piscina onde nos divertimos e conversamos enquanto aguardávamos Nelsinho e Adélio preparar nosso almoço. Sim! Almoçamos fora!

Dona Miúda

Quase no final da tarde, chegamos à Mateiros, a capital do Jalapão que até 2001 não possuía nem energia elétrica, onde pudemos visitar lojas de artesanato, tomarmos um sorvetinho e ainda, telefonar para nossos parentes, já que no acampamento não há sinal de telefonia celular.

Após nossas atividades, retornamos ao acampamento, onde o Nelsinho já nos aguardava com um delicioso jantar.

Terceiro Dia - Canoagem no Rio Novo, Pôr-do-Sol nas Dunas

Prontos para descer o Rio Novo

Neste dia pudemos dormir um pouquinho mais, meia hora! Ás 08h00, o Mauro repetiu o chamado e logo todos estavámos prontos no refeitório para mais um café-da-manhã.

Nossa primeira atividade foi a canoagem pelo Rio Novo, com duração de aproximadamente 1 hora. O Rio Novo é um dos últimos rios de água potável no mundo. Durante nossa descida, pudemos apreciar a paisagem e fazer algumas paradas nas prainhas ás suas margens.

As famosas Dunas do Jalapão

Retornamos para o almoço, descansamos um pouco e às 15h30 saímos novamente, dessa vez rumo às Dunas. Cercadas pelos platôs, as Dunas são formadas por areias de quartzo dourada que são levadas a cerca de 10km abaixo da Serra do Espírito Santo, através da sua erosão eólica e fluvial. Sua cor é devido a presença do dióxido de ferro.

Do ponto mais alto das Dunas, com cerca de 25m de altura, pudemos apreciar um lindo pôr-do-sol e um início de noite muito estrelada.

Retornamos ao acampamento, jantamos e terminamos nossa noite ao redor de uma fogueira, onde pudemos ouvir as histórias da região contadas pelo nosso guia Mauro.

Parada para descanso
Algumas quedas tornavam a descida mais radical
A cor alaranjada é devido ao dióxido de ferro
O pôr-do-sol visto das dunas

Quarto Dia - Visita a Cachoeira da Velha e Prainha, Retorno a Palmas

Nosso último café-da-manhã

Por ser nosso último dia no acampamento, já acordamos em clima de despedida. Cansados pela maratona realizada nos dias anteriores, mas extremamente felizes por estar naquele paraíso, compartilhando as maravilhas da natureza, arrumamos nossas malas e fomos ao refeitório saborear o último café-da-manhã às margens do Rio Novo.

Após nos despedirmos de uma parte da equipe da Korubo Safári Camp, partimos para visitar nosso penúltimo atrativo.

Cachoeira da Velha

Devido ao grande volume d'água, causado pela extensa queda de 15m em forma de ferradura, não pudemos nos banhar na Cachoeira da Velha, considerada uma das mais belas do estado, mas só apreciá-la já foi magnífico. Ela ganhou este nome, pois, de acordo com a lenda, no alto da queda aparecia durante a noite uma velha que gostava de "assombrar" os visitantes, antes ela era chamada de Cachoeira do Rio Novo. Após algumas fotos, partimos rumo á prainha, localizada às margens do Rio Novo, uma linda prainha onde nos refrescamos e saboreamos um lanche reforçado.

No caminho de volta, paramos em Ponte Alta e nos despedimos da outra parte da equipe que nos acompanhou durante nossa viagem. Após, fizemos mais uma parada em Porto Nacional, apenas para um rápido descanso e logo estávamos novamente na estrada rumo à Palmas.

Prainha

Chegamos no Hotel Pousada dos Girassóis às 19h00. Ainda tínhamos pique para um jantar de despedida.

Após o jantar retornamos ao hotel na certeza de termos passado lindos dias em companhia de novos amigos num santuário natural, onde a beleza quase intocada reina unânime.

Equipe Korubo
Nosso grupo
Antes a Cachoeira da Velha era chamada de Cachoeira do Rio Novo
O volume de água é muito grande

Quinto Dia - Despedida de Palmas

Acordamos bem cedo e seguimos rumo ao Aeroporto de Palmas. Do alto, já no avião, nos despedimos da capital e do estado, na certeza de que queremos voltar.

Quer conhecer o Jalapão?

- A região do Jalapão é bem quente, chegando facilmente aos 40º. Por este motivo não se esqueça de levar protetor solar, boné e óculos-escuro.
- Dê preferência à roupas bem leves, mas não deixe de levar um agasalho, pois as noites são um pouco frias.
- Leve também repelente e medicamentos para picadas de insetos.
- É recomendável tomar a vacina de febre-amarela pelo menos dez dias antes da viagem.
- Apesar de não ter energia elétrica na região, há a possibilidade de carregar a câmera fotográfica no camping. Eles utilizam geradores.
- Somente na canoagem é exigido o uso de calçado fechado. Nos outros passeios, pode-se usar chinelos e papetes.

Serviços

- Korubo Safári Camp
São Paulo - (11) 4063-1502
Tocantins - (63) 8121-3538

- Hotel Pousada dos Girassóis
Rua 103 Sul Av Ns, 1 - Palmas - TO
Fone:(63) 3219-4500

Por: Thaís Serrano / EcoViagem

  
  

Publicado por em

Cristiano Ramos

Cristiano Ramos

06/12/2010 11:09:57
Linda reportagem!
Estou aqui devorando a matéria. Lugar encantador, simplismente fascinante, como da uma vontade de jogar a mochila na costa e sair correndo, para desfrutar dessa beleza natural e sair um pouco desse cotidiano. Esta em meus planos conhecer esse maravilhoso lugar.
Beijos Thaís!
Att,
Cristiano Ramos.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Cristiano, O lugar é fascinante mesmo! E desejo que você consiga visitá-lo para apreciar toda a beleza que lá existe!! Beijos, Equipe EcoViagem (Thaís)
Hilton

Hilton

07/07/2010 14:47:52
Nesse seu comentário bem detalhado, bem explicado, voce me deixou bem mais ansioso, como do comentario que fiz no outro blog, agora tenho a certeza que iremos adorar cada segundo de nossa viagem. como lhe falei anteriormente, em setembro estaremos la....

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Isso mesmo Hilton, Com certeza é um belo lugar!! Não há como não gostar! Att, Thaís (EcoViagem)
Lília Pimenta

Lília Pimenta

14/05/2010 13:59:17
Parabéns pela linda reportagem.
A região do Jalapão realmente é encantadora,
eu sou de Ponte Alta, mas não moro, estou em Goiânia
cursando Turismo, e sei do potencial da minha região, pretendo com certeza dar contribuição para o desenvolvimento do turismo no Jalapão, sabemos das necessidades e carencias de investimentos e incentivos do governo.
A cidade de Ponte Alta é conhecida como o Portal do Jalapão, mas precisa desenvolver esse grande potencial, com infraestrutura de atendimento ao turismo.E isso só é possível com planejamento e bons incentivos á população local.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Lilian, Que bom que gostou da nossa matéria. Realmente o Jalapão é encantador, e a questão da infraestrutura em Ponte Alta precisa mesmo ser revista. É uma região maravilhosa e com imnenso potencial ecoturístico. Porém, é necessário que haja políticas públicas envolvidas para o crescimento da região acontecer. Abraços, Equipe EcoViagem (Thaís Serrano)
Adriano Cavalcante

Adriano Cavalcante

01/04/2010 14:32:42
Olá, Sou o Adriano, filho da terra boa, mais precisamente Ponte Alta conhecida como portal do Jalapão. Fico feliz por ler notícias tão boas como essas, por estarem mostrando para o Brasil e para o mundo tudo que há de bom na minha região. O Jalapão é um lugar encantador cheio de belezas naturais e de um povo hospitaleiro e acolhedor. Espero que todos cheguem a conhecer pois irão se encantar com esse paraíso natural!

Falo isso por experiência própria!
Aproveitem...

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Adriano, Nós, do EcoViagem, também desejamos que todos possam ter a oportunidade de conhecer esse paraíso. Abraços Equipe EcoViagem (Thaís)
Camila

Camila

06/01/2010 17:28:20
Olá Thaís, muito boa a sua matéria. Estive no Jalapa ano passado, lá é maravilhoso!!! é um lugar que vale muito a pena conhecer e preservar principalmente!!!
O Jalapa é um lugar mágico, onde você encontra serras, dunas, cachoeiras, nascentes, o Rio Novo, um povo simples e acolhedor, noites estreladas com direito a estrelas cadentes...
Passei 6 dias no Jalapão. Chegamos em Palmas num sábado e tivemos o dia livre para conhecer a cidade.
Domingo logo de manhã os meninos da 4 Elementos foram nos buscar no hotel, com o Mamute(um caminhão adaptado que foi o nosso tranporte em terra, a viagem foi bem animada e confortável - com um sonzinho e poltronas reclináveis). Seguimos para o acampamento, almoçamos aquela comidinha caseira gostosa e fomos ver o 1 pôr-do-sol no Jalapa na Serra do Gorgulho!
No 2 dia seguimos para o Morro da Catedral, visitamos a cachoeira da Formiga e passamos a noite na especial e acolhedora comunidade Mumbuca.
No 3 dia fomos para o Fervedouro e apreciamos mais um incrível pôr-do-sol nas Dunas. No final da tarde acampamos a margem do Rio Novo.
No 4 dia começou o rafting de 3 dias... no primeiro dia foi tranquilo deu para apreciar as águas cristalinas e potáveis do Rio Novo e a natureza em si. Montamos acampamento na praia dos cariocase e uma "trilha especial" nos aguardava no final da tarde!
No 5 dia as corredeiras e o agile derão um gostinho especial a expedição. A praia dos buritis pelados foi onde passamos a última noite no Jalapa.
No 6 dia... o trecho mais esperado do rafting com as melhores corredeiras! Remamos rio a baixo até a cachoeira da Velha, antes do último trecho de rafting até a prainha da Velha visitamos os dois lados e por trás da cachoira...foi uma sensação incrível estar atrás da queda d'agua!
E retornamos para Palmas...infelizmente!

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Camila, Puxa, que experiência fascinante! Acredito que tenha passado por dias incríveis e que ficaram guardados na memória! Entendo que a cada viagem feita passamos por uma nova experiência! E estar em contato com aquela natureza nos faz muito bem! Vamos torcer para que todos possam também passar essa maravilhosa experiência! Agradeço seu comentário, Thaís Serrano
Ehrhardt

Ehrhardt

18/10/2009 08:24:12
Olá Thaís, gostei das fotos, como gostaria de tomar coragem e assim como vocês um bom transporte e por o pé na estrada (me falta companhia pra dizer a verdade).Gostei muito !

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Ehrhardt, Espero que encontre boa companhia, bom transporte e tome coragem para conhecer o Jalapão. O lugar é lindo e vale a pena! Abraços, Equipe EcoViagem (Thaís)
Alessandra Bellini

Alessandra Bellini

13/10/2009 23:42:18
Thata, você sempre me surpreendendo, sua matéria ficou maravilhosa e bem convidativa, quem sabe um dia você não pode ir comigo como minha guia. Que Deus continue te abençoando.
Beijos

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Ei Lê, Que beleza ter seu comentário aqui hein!! rsrs. Bom, sendo assim, convite feito, convite aceito! Falou em voltar pro Jalapão, "eu tô dentro"! Beijos, Equipe EcoViagem (Thaís)
Toinha

Toinha

12/10/2009 20:24:58
Se não fosse tão dificil eu me arrancaria daqui com meus dois filhos e iria conhecer de perto essas lindas paisagens e esse povo maravilhoso!

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Toinha, Não é tão difícil quanto parece. Acredite em seus sonhos que eles poderão se tornar realidade!! Espero que possa em breve conhecer este paraíso! Abraços, Equipe EcoViagem (Thaís)
José Cezário M. Aschar

José Cezário M. Aschar

12/10/2009 05:56:23
Parabéns! Excelente reportagem! Que as pessoas ao visitarem paraísos como esse criados por Deus tenham sempre a consciência da preservação não arrancando nada do lugar. Que comprem apenas os artesanatos produzidos de forma racional pelos locais.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Isso mesmo José! Somente nossa conscientização poderá manter estes santuários naturais da forma como são! Espero que tenha a oportunidade de conhecê-lo! Grande abraço, Equipe EcoViagem (Thaís)
Heloisa Saldanha

Heloisa Saldanha

11/10/2009 21:21:18
A reportagem sobre o Jalapão é linda, o local é maravilhoso, eu ainda não conheço, mas pretendo conhecer em 2010. As fotos são lindas e a cidade a primeira impressão é tranquila. Nós, basileiros precisamos conhecer primeiro o nosso país e depois sim irmos para o exterior.
Parabéns pela abordagem sobre o Jalapão.
Heloisa Saldanha

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Heloisa, Fico extremamente feliz por saber que gostou da matéria. Também acho que devemos conhecer nosso país, nossas belezas e riquezas! Fico mais feliz ainda em saber que você conhecerá este paraíso o ano que vem. Depois nos conte como foi sua experiência! Boa Viagem Equipe EcoViagem (Thaís)
ERIKA KOGA

ERIKA KOGA

10/10/2009 00:05:40
Thais, Parabéns pela reportagem!
Fico muito orgulhosa de ler o seu relato sobre as terras que tanto sonho em conhecer! Incrível esse nosso país! Emocionante conhecer locais e pessoas tão especiais!
Grande beijo,

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Ahhh Erika! Que prestígio ter seu comentário aqui! Puxa, fico lisonjeada!! rsrs Confirmo o que você disse: é mesmo emocionante conhecer locais e pessoas tão especiais! Foi uma viagem maravilhosa e como sei que você quer conhecer...eu recomendo!! Beijos! Equipe EcoViagem (Thaís)
Rita

Rita

09/10/2009 16:00:43
O Tocantins é lindo mesmo, morei lá por 3 anos e tem muita coisa legal. Parabéns pela reportagem.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Rita, Realmente o estado é lindo! Com muitas belezas! Obrigada pelo prestígio! Abraços, Equipe EcoViagem (Thaís)
Maria Aparecida Rathol

Maria Aparecida Rathol

08/10/2009 18:41:50
Parabéns pela reportagem, pelas fotos.
Que viagem maravilhosa, dá vontade de arrumar a mala, ou melhor a mochila e ir conhecer esse lugar lindo.
Abraços pra todos.....

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Maria Aparecida, Sem dúvida foi uma viagem maravilhosa, o lugar é lindo mesmo. Se tiver a oportunidade, não deixe de conhecer este paraíso!! Abraços, Equipe EcoViagem (Thaís)
Jeannette Campos

Jeannette Campos

07/10/2009 13:20:16
Quanta beleza e paz ! A vontade que dá é de ir para lá e ficar para sempre. Abraços para vcs.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Jannette, Realmente é essa a vontade que nos deu! Ficar lá pra sempre!! Abraços, Equipe EcoViagem (Thaís)
Wilson Vicente Pereira

Wilson Vicente Pereira

06/10/2009 20:11:39
Parabéns Thais Serrano.
Jalapão é um verdadeiro paraiso e desconhecido por muitos brasileiros e até empresas de turismo. Esse Brasil nosso é muito lindo, pena que nós mesmos não sabemos dar valor. É muito lindo.
Um abraço
Wilson
Pouso Alegre MG

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Wilson, Muito obrigada! O Jalapão ainda é desconhecido por muitos, além de outros paraísos escondidos por esse nosso "Brasilzão". Temos sim de valorizar e preservar para que todos possam ter a oportunidade de conhecer! Abração! Equipe EcoViagem (Thaís)
Rosa (Campinas -SP)

Rosa (Campinas -SP)

06/10/2009 20:10:17
Adorei!... Essa região é mágica. Existe um mistério nas imagens fotografadas. Este Brasil Central é tudo de bom. Os brasileiros precisam conhecer. É o que eu vou fazer. Fui......Valeu.....

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Isso aí, Rosa! Os brasileiros precisam conhecer essa região!! Que ótimo que você irá!! Depois nos conte como foi, ok! :) Boa Viagem Equipe EcoViagem (Thaís)
Aline Widera

Aline Widera

06/10/2009 20:04:42
Fui no feriado de 7 de Setembro, realmente é maravilhoso, natureza quase intocável, o pessoal da Korubo são nota 10, comida maravilhosa, vale a pena conhecer!!

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Aline, Aí está uma observação muito bem feita: "pessoal da Korubo são nota 10, comida maravilhosa". Eles mandam muito bem!! Muito bom saber que você indica o passeio. Espero que tenhamos a oportunidade de voltar àquele paraíso. Nós queremos e você? Forte abraço Equipe EcoViagem (Thaís)
Carmelita

Carmelita

06/10/2009 20:03:54
Eu achei o máximo esta reportagem sobre meu estado, pois ele é um estado novo, e lindo, maravilhoso, tem tudo de bom. Um grande abraço a todos.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Carmelita, Ficamos muito felizes por saber que gostou da matéria. Que ótimo!! Realmente o Tocantins é um lindo novo estado!! Grande abraço à você também Equipe EcoViagem (Thaís)
FRANCISCO DAS CHAGAS FILHO

FRANCISCO DAS CHAGAS FILHO

06/10/2009 20:01:53
Este e o Tocantins, 21 anos de idade, muita beleza aqui tem para mostrar para o mundo.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Francisco, Concordo com você. Tocantins é um jovem estado de muitas belezas! Abraços, Equipe EcoViagem (Thaís)
Marcos Feitosa

Marcos Feitosa

06/10/2009 19:23:11
Simplesmente maravilhoso! Fui em junho de 2009 com um grupo de amigos trilheiros (Cupins do Cerrado) partindo da cidade de Barreiras na Bahia, todos de moto, um quadiciclo e um troller de apoio. Foram três dias inesquecíveis. Sugiro que visitem também a Pousada Rio Novo de Sr. Antonio e Sra. Milma à 100 km de Pte. Alta e em Mateiros procurem o Hotel e Rest. Panela de Ferro do Sr. Paulista. São pessoas encantadoras. Uma dica: lá o combustível é gênero de primeiríssima necessidade, há que se calcular o consumo, pois as atrações turísticas são distantes dos pontos de abastecimento. Parabéns e um grande abraço! Marcos Feitosa

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Marcos, Puxa, sua experiência foi demais! Tenho certeza que curtiu muito toda aquela magia da natureza! É ótimo saber que você também recomenda e indica a viagem!! Caso volte pra lá, nos conte como foi, tá! Abraços, Equipe EcoViagem (Thaís)
Tonia

Tonia

06/10/2009 19:13:04
Este passeio foi ao ar em algum programa de TV?
Eu adorei a reportagem e o lugar pois amo a natureza, pena que não participei! É um sonho ainda não realizado.

Tonia

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Tonia, A matéria não foi ao ar não! Que bom que gostou, ficamos felizes por ter lhe proporcionado isso! Quanto ao sonho, bom, ele pode sim se reallizar, e torcemos para que você possa conhecer este paraíso. Quando for, nos avise, hein! E nos conte como foi!! Grande abraço Equipe EcoViagem (Thaís)
Conde Lemos

Conde Lemos

06/10/2009 18:32:42
Já estive no Jalapão duas vezes. Filmei uma das viagens e editei o filme, criando inclusive personagens. E, tal e qual o dito jornalístico, repito: Jalapão, destino de poucos, e bons.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Conde, Jalapão realmente é lindo. Como foram suas experiências por lá?! Conte-nos como foi!! Agradecemos o comentário, Equipe EcoViagem (Thaís)
Sandra

Sandra

06/10/2009 17:19:35
Sou Tocantinense e amo de paixão este estado, mas no moro. O Jalapão é maravilhoso.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Sandra, O Jalapão é maravilhoso mesmo! Um paraíso! Abraços, Equipe EcoViagem (Thaís)
Luisa Rodrigues

Luisa Rodrigues

06/10/2009 17:13:44
Que coisa mais linda! Que lugar fantástico! As fotos são maravilhosas! E vc ainda ganha para fazer isso?

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Luisa, Pois é, trabalhamos assim para poder levar até você um pouquinho das maravilhas naturais do nosso país. Aqui tem só um pouquinho, pois o paraíso é imenso mesmo!! Obrigada pelo comentário! Equipe EcoViagem
Abílio Gonçalves Junior

Abílio Gonçalves Junior

06/10/2009 17:09:59
Bela reportagem Thaís. Sintetizou de forma perfeita a viagem, o lugar. Assim como a natureza do Jalapão - Bela, intocável e generosa. Parabéns. Já estou com saudade

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Abílio, Valeu pelo comentário e pelo prestígio! Espero ter conseguido, em palavras, chegar próximo das imagens que pudemos vislumbrar por lá! Apesar de saber que uma imagem vale mais que mil palavras! Também sinto saudades!! Grande abraço Equipe EcoViagem (Thaís)
Paula

Paula

06/10/2009 17:08:37
AIIIIIII quero ir em novembro, procedo-me como? Grata.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Aaaiii Paula, Que bom que você vai pra lá! Se prepare hein, novembro é BEM quente por lá! E se prepare também para apreciar as mais belas paisagens!! A dica é ir pela Agência Korubo ([[http://ecoviagem.uol.com.br/brasil/tocantins/ponte-alta-do-tocantins/atrativo-turistico/korubo-expedicoes/),|]] eles promovem os passeios por estes espetáculos da natureza! Depois nos conte como foi, hein! Boa Viagem Equipe EcoViagem (Thaís)
Celso Carlos do Nascimento

Celso Carlos do Nascimento

06/10/2009 16:44:43
Faltou citar algumas cachoeiras, o ideal é ir por Porto Nacional e voltar por São Felix do TO, tem outro fervedouro, tem a formação geólogica, "catedral", entre outros lugares e cachoeiras. Para o sul em direção Natividade tem a cachoeira da Pedra Furada e a cachoeira da Fumaça que é linda. Quem for lá, vai ver um arco-iris completo, inicio e fim.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Celso, Com certeza a matéria tratou de somente um pedacinho desse paraíso. O Jalapão possui outros inúmeros atrativos de beleza exuberante. Esperamos poder voltar lá e visitar suas indicações! Valeu pela dica! Equipe EcoViagem (Thaís)
Eliana

Eliana

06/10/2009 16:38:31
Olá, Boa tarde...sempre tive vontade de conhecer o Jalapão, agora então com essa reportagem me apaixonei, grande é minha vontade de conhecer esse paraiso natural...gostaria de informações de escursões e como fazer p/ participar...bjus

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Eliana, Que bom que pudemos despertar ainda mais seu interesse em conhecer o Jalapão. O contato com a natureza é intenso e maravilhoso! Como dito na reportagem indicamos a Agência Korubo, que promove os passeios na região. Abraços e boa viagem! Equipe EcoViagem (Thaís)
Wellington Marques

Wellington Marques

06/10/2009 16:31:58
Tudo maravilhoso, vá um pouco mais adiante e chegue em Carolina - MA, a terra do sol, a terra das cachoeiras.
Paraíso tropical. Conheça e se hospede na pousada Terra do Sol. Ambiente familiar. Fale com Cris ou Júlio.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Wellington, Obrigada pela indicação. Na primeira oportunidade que tivermos conheceremos Carolina-MA. Grande abraço! Equipe EcoViagem (Thaís)
Lenna Borges

Lenna Borges

06/10/2009 16:26:40
Gostei muito da sua matéria Thaís, parabéns!!! Espero que logo tenhamos mais experiências como esta. Se vir ao Tocantins, me procure viu? Beijos

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Lenna, Que ótimo ter seu comentário aqui! Obrigada pelo elogio e, com certeza, espero que possamos "repetir a dose"!! Quero muito poder voltar e conhecer mais o Tocantins. Com certeza vou te procurar! Mil beijos, Equipe EcoViagem (Thaís)
MARIO CLAUDIO

MARIO CLAUDIO

06/10/2009 16:13:36
EU, MARIO CLAUDIO, FICO APAIXONADO DE VER TANTA BELEZA, PARABÉNS! QUE LINDA AVENTURA, DESEJO MUITO CONHECER. NA PRIMEIRA OPORTUNIDADE VOU CONHECER ESTE PARAISO.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Mario Claudio Recomendo essa linda aventura à todos que gostem de estar próximos à natureza. Espero que esta oportunidade surja logo, para que você possa apreciar este paraíso! Abraços, Equipe EcoViagem (Thaís)
ILTO JANUARIO DE ALMEIDA

ILTO JANUARIO DE ALMEIDA

06/10/2009 16:04:21
Essa cachoeira, verdadeira prova das coisas bem feitas por Deus, entao cuidem dessa beleza natural.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Ilto, Assino embaixo! Devemos cuidar dessa maravilhosa cachoeira e de outras muitas belezas naturais que existem em nosso país. Obrigada pelo comentário! Equipe EcoViagem (Thaís)
Cesar Luiz Regis

Cesar Luiz Regis

06/10/2009 15:59:33
Esta reportagem, no TOCANTINS,é simplesmente fantástica,eu adoro este estado,mas tem muita coisa bonita no Tocantins,fiquei muito feliz,com este roteiro de vcs,muito obrigado.
Att
Cesar Luiz Regis
Joinville SC.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Cesar, Concordo plenamente! O Tocantins é lindo e o Jalapão é apenas um pedacinho dele. Ficamos felizes por ter gostado da matéria. Abraços :) Equipe EcoViagem (Thaís)
José de Melo Carvalho

José de Melo Carvalho

06/10/2009 15:54:17
Excursão altamente proveitosa. A região oferece belezas naturais atrativas e várias opções de lazer conforme a matéria publicada. Mais incentivos e investimentos como estradas asfaltadas e hotéis e/ou pousadas favorecerão a presença maciça do turista. Os habitantes da região vão agradecer. Vale a pena investir e divulgar.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá José, Realmente foi uma viagem muito proveitosa. As belezas naturais da região são extremamente ricas e belíssimas. Obrigada por acompanhar nossas matérias! Equipe EcoViagem (Thaís)