Extrema - Portal de Minas

Situada a 935 metros de altitude na imponente Serra da Mantiqueira, busca encontrar suas raízes como porta de entrada dos bandeirantes paulistas em direção à Minas Gerais.

  
  

Extrema

Vista da rampa de vôo livre

Extrema completa 104 anos de emancipação política em 16 de setembro de 2005. Situada a 935 metros de altitude na imponente Serra da Mantiqueira, busca encontrar suas raízes como porta de entrada dos bandeirantes paulistas em direção à Minas Gerais.

Portanto, a origem do município é bem mais antiga, podendo chegar a 330 anos de existência como localidade conhecida, anterior às famosas cidades históricas do período Barroco de Minas. Se mencionar ainda o primeiro vestígio de ocupação indígena pré-colonial, pode-se chegar a 2.500 anos, idade mínima estimada para a pintura rupestre da Pedra do índio.

Vista de Extrema

Extrema tem como ponto mais elevado a Pedra do Cume, a 1.870 metros de altitude. Cercada por uma natureza exuberante, com belas atrações turísticas e eventos culturais, e fortalecida por uma economia sólida, Extrema é hoje uma cidade de 20 mil habitantes, que conserva seus ares de interior, com jeito mineiro de ser. Integrante do Circuito das Serras Verdes, a cidade é um raro exemplo de proteção da natureza e desenvolvimento sustentável. Fonte: Prefeitura Municipal de Extrema

Extrema está localizada na divisa dos Estados entre São Paulo e Minas Gerais, sendo a primeira cidade do Sul de Minas. Está a 27 Km de Bragança Paulista, 107 Km de São Paulo, 100 Km de Campinas, 413 Km do Rio de Janeiro e 480 Km de Belo Horizonte. O acesso pode ser feito de carro ou ônibus partindo de São Paulo ou Belo Horizonte pela BR-381 (Fernão Dias).

Vista dos mares de morro

A cidade conta com boa infra-estrutura turística, com uma rede de hotéis, pousadas, restaurantes, bares, cafés, locais para se divertir, bancos, agências de ecoturismo e aventura, hospital, pronto socorro, posto de informações turísticas, cyber café, além de um calendário de eventos durante o ano todo, e atrativos naturais como cachoeiras, rios, picos, trilhas, pedras, parques, centro histórico, onde é possível praticar diversas atividades como trekking, cavalgada, rafting, rapel, vôo livre, observação de fauna e flora, fotografia, entre outros.

A Viagem

Visual

Partimos às 06:30 da manhã de sábado, 13 de Agosto, da estação Vergueiro do metrô, com a Pisa Trekking rumo à Extrema-MG, para passarmos um dia agradável junto à natureza e em boas companhias.

Entramos no microônibus da Pisa Trekking e logo que nos acomodamos os guias Volnei e Elen se apresentaram cheios de energia e animação. A partir dali, com as brincadeiras e animação dos guias, quem queria desestressar de São Paulo já começava a entrar no clima da viagem.

Cerca de uma hora e meia após sairmos de São Paulo o ônibus fez uma parada no posto Fronteira (divisa entre São Paulo e Minas Gerais), para tomarmos um café para despertar, comprar água, trocar de roupa para quem preferisse, enfim, se organizar, porque a partir dali seguiríamos direto para a trilha que se localiza a 20 minutos do posto.

Alongamento

Chegamos em Extrema, seguimos em direção à Serra, e logo no início da subida paramos na Agência Extrema Eco Aventura para pegar o Carlinhos, o guia e proprietário da agência, que nos acompanharia em todo o percurso.

Chegamos ao local de partida para a trilha, onde o ônibus nos deixou. No local há uma rampa para vôo livre, e aproveitamos o local com uma vista super agradável para fazermos a preparação, arrumar as mochilas, pegar os lanches, fazer um alongamento e desejar bons fluídos a todos durante a caminhada.

Bromélia

Recebemos algumas recomendações essenciais dos guias, para a segurança e conforto de cada um e finalmente, iniciamos a caminhada em uma linda manhã de sol. A trilha nos aguardava com belas paisagens, muita natureza, mirantes naturais. O objetivo era chegar à Pedra do Cume, ou Pico do Lopo, a 1.870 metros de altitude. Total do percurso ida e volta 15 Km. Seguimos adiante.......

O caminho das Pedras I

Pedra do Altar

O primeiro atrativo logo apareceu em menos de 10 minutos de caminhada, quando o guia Carlinhos nos mostrou a Pedra do Altar, e nos contou a lenda do local. Embaixo dessa pedra há um baú, que de 50 em 50 anos é aberto para as pessoas enterrarem suas mensagens por lá. Um lugar muito tranqüilo, bem de frente para as montanhas.

Musgos nas pedras-Cores vibrantes

Continuamos a caminhada, e durante todo o percurso os guias explicando as peculiaridades do local, mostrando as plantas típicas da região, contando histórias de moradores, e o grupo já estava bem integrado. Avistamos então a Pedra dos Cabritos que possibilita a vista da Pedra das Flores. Uma região muito bonita onde é possível avistar a represa de Joanópolis, a Serra da Mantiqueira e remanescentes de Mata Atlântica.

Para relaxar e curtir

Chegamos à Pedra das Flores, onde fizemos uma parada para contemplar a paisagem, fazer um pequeno lanche e descansar um pouco. Dali foi possível visualizar a Pedra do Cume ou Pico do Lopo, e seus desenhos que despertam o imaginário das pessoas. A pedra das Flores como o próprio nome diz, possui diversos caminhos de flores, que deixam o local mais encantador.

O caminho das Pedras II

Chegamos!!!!

Após essa parada, continuamos a caminhada rumo a Pedra do Cume. A chegada foi tranqüila, o grupo estava super sincronizado, fizemos uma ótima subida. E nada melhor que alcançar o objetivo almejado.

Fotografar!!!!

Dali há uma visão 360 graus da região, onde se avistam cidades como Campinas, Bragança Paulista, São José dos Campos, Guarulhos, Monte Verde, Joanópolis, Extrema.

O clima lá em cima estava muito bom, calor, céu azul, conversa muito boa, ar puro, visual deslumbrante. Tudo que alguém precisa para relaxar.

Pico do Lopo

Chegada a hora de voltarmos, a primeira para da volta foi na Torre da Embratel para um lanche. Seguimos passando pela Pedra do Sapo, pelo mirante que avista a cidade de Extrema, pela bica, Pedra Santa Rita, Vale das Samambaias, um local repleto de samambaias, mais parecia um jardim feito em casa, mas era verdadeiramente natural.

Bromélia

Chegamos a estrada do Salto, onde pegaríamos um outra trilha que nos levaria até Extrema, ao pé da Serra, passando por pequenas propriedades rurais.

Na chegada logo avistamos o ônibus, que aguardava para nos levar ao Restaurante Taberna, à beira da Rodovia, caminho de ir embora, para saborearmos uma típica comida mineira, feita em panelas de barro, com muitos pratos saborosos como o tutu de feijão, e diversos doces caseiros.

Pedra do Sapo

Depois de um belo dia de caminhada, muito sol, boas companhias, uma empresa experiente, e para finalizar uma ótima comida, a melhor opção mesmo era entrar no ônibus e relaxar por mais ou menos duas horas e meia até a chegada em São Paulo por volta de 22:00 hs.

O fundamental é quando chegamos felizes e satisfeitos, mesmo que cansados, com uma meta cumprida, e principalmente, com novos amigos!

Dicas da Autora

Autora

-Quando você for, use tênis confortável e próprio para caminhadas em montanha, de preferência uma bota de caminhada. Pois há trechos íngremes onde corre o risco de torcer o tornozelo, ou se machucar.

-Leve água suficiente, apesar de haver trechos com água, a maior parte só encontramos no caminho de volta.

-Não vá sozinho, contrate sempre profissionais de confiança para seu conforto e segurança.

-Leve máquina fotográfica para registrar bons momentos.

-Leve bom humor e bons fluídos, contamina.

Serviços

Pisa Trekking
Alameda dos Tupiniquins 202 - Moema – São Paulo-SP
www.pisa.tur.br
11 5052 4085

Extrema Eco Aventura
Rua Helio Pedroso Alvarenga, 675, Ponte Alta-Extrema-MG
35 3435 3557
35 9924 8171
extremaecoaventura@hotmail.com

  
  

Publicado por em

MARA

MARA

29/10/2009 16:16:32
FUI RECENTEMENTE NA PEDRA DO SAPO, FOI UMA EXPERIÊNCIA MARAVILHOSA. CONCORDO COM AS DICAS E ACREDITEM SE SEGUIREM A RISCA NÃO VÃO SE ARREPENDER. DESENVOLVI FÉ E PERSEVERANÇA E QUANDO CHEGUEI LÁ FIQUEI SURPRESA COM A PAISAGEM QUE VI. PRETENDO VOLTAR E AGORA IR ATÉ A PEDRA DAS FLORES E TENHO UMAS DICAS QUE VÃO AJUDAR MUITO A QUEM ESTÁ SE PREPARANDO PARA IR: NÃO PENSE SÓ EM CHEGAR AO TOPO, MAS APROVEITE CADA LUGAR POR ONDE PASSAR; CURTA A NATUREZA; OBSERVE O QUANTO SOMOS PRESENTEADOS POR ELA, CONSEGUIMOS ATÉ ENCONTRAR LARANJAS NO CAMINHO; SEJAM GRATOS POR TEREM SAÚDE E VISLUMBRAR A VISTA E ACIMA DE TUDO PREPARE-SE FISICA E ESPIRITUALMENTE E NÃO CORRAM MAIS QUE SUAS PERNAS PERMITEM, O SEU RITMO PODE NÃO SER IGUAL AO DOS DEMAIS DO GRUPO. RELAXE - UMA HORA OU OUTRA VC CHEGA LÁ....RRSRSRRS BEIJOS E CURTAM A NATURZA ....

William

William

05/09/2008 08:25:13
colocar mais fotos antigas para demonstrar a chegada dos portugueses na serra da mantiqueira...............,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,.......................................................