Chegamos!!!!!!!!!!!!!!

Foram exatos 11 meses e um dia de expedição. Semanas, dias, horas inesquecíveis que nós vivemos na Europa a bordo de um motorhome que se tornou nossa casa. As pessoas achavam engraçado quando chamávamos o carro de casa, mas pra nós era exatamente isso que

  
  

Foram exatos 11 meses e um dia de expedição. Semanas, dias, horas inesquecíveis que nós vivemos na Europa a bordo de um motorhome que se tornou nossa casa. As pessoas achavam engraçado quando chamávamos o carro de casa, mas pra nós era exatamente isso que ele representava, um lugar onde nos abrigávamos de tudo.

Eurotrip durante o vôo da Lufthansa que nos trouxe pra casa

Eurotrip durante o vôo da Lufthansa que nos trouxe pra casa

Não foi fácil nos despedirmos dele. Se choramos, é claro que sim!!! Estávamos saudosas por vários motivos, queríamos muito voltar para o Brasil, mas já começávamos a sentir saudades desses momentos que passamos na Alemanha, Bélgica, Holanda, Polônia, Hungria, República Tcheca, Áustria, Suíça, Itália, Luxemburgo, França, Inglaterra, Espanha, Portugal, Mônaco e Vaticano.

Por incrível que pareça, não tivemos problemas para despachar a bagagem

Por incrível que pareça, não tivemos problemas para despachar a bagagem

Seu Rubertus (dono da empresa que alugou o motorhome pra nós) nos deixou no aeroporto de Frankfurt e fugiu com o nosso carro. Na verdade ele não fugiu, já que o motorhome é dele, mas é como se tivesse fugido mesmo. Na despedida Patrícia não se conteve. “Olha seu Rubertus, o senhor tenha muito cuidado com a nossa casa, hein!!!”
Sem dúvida, um pouco de nós ficou naquele carro e muito dele permanecerá conosco pra sempre.

Em dois dias de trabalho, conseguimos deixar o carro novinho em folha

Em dois dias de trabalho, conseguimos deixar o carro novinho em folha

Bem, terminadas as despedidas, tínhamos um sério problema a resolver: a nossa bagagem. Uma mala gigantesca, uma mochila nada pequena cada uma e outras seis bolsas pesadíssimas como bagagem de mão. Tudo somado dava quase uns 250 quilos de roupas, livros, catálogos, equipamentos, alguns presentinhos... Graça a Deus e ao sr. Rainer, que nos concedeu as passagens da empresa Lufthansa para voltar ao Brasil, não tivemos problema no check in.

Nossa última entrevista na Europa ao jornal alemão Tagesanzeiger Maintal

Nossa última entrevista na Europa ao jornal alemão Tagesanzeiger Maintal

Estava chegando a hora, em breve estaríamos a caminho do Brasil. Algumas horas e aproximadamente 10 mil quilômetros nos separavam do nosso país. A viagem foi tranqüila. Em São Paulo, tivemos de nos dividir. Fabiula seguiu para Foz do Iguaçu para rever a família e adiantar os trabalhos para a prestação de contas aos parceiros, Cláudia e Patrícia foram para o Rio de Janeiro para divulgar a expedição na imprensa nacional.

Eurotrip visita a casa da amiga alemã Maika um dias antes do embarque de volta ao Brasil

Eurotrip visita a casa da amiga alemã Maika um dias antes do embarque de volta ao Brasil

No primeiro dia, em terras verde-amarelo estávamos meio zonzas com as mudanças de clima, de fuso, de tudo. Mesmo estando a quilômetros de casa (já que nossas casas são em Foz), nos sentimos em casa. O Brasil realmente é um encanto.

Ah! Estávamos esquecendo, nos nossos últimos dias na Alemanha fizemos uma visita a casa de Maika, filha do sr. Rubertus, que preparou um doce típico austríaco e demos a nossa última entrevista na Europa. A reportagem deverá ser publicada neste fim de semana para o jornal alemão Tagesanzeiger Maintal. Foi esse mesmo jornal que divulgou a largada da nossa expedição em fevereiro do ano passado.

  
  

Publicado por em