Chegamos a Bilbao, centro industrial do País Basco

O dia amanheceu chuvoso, o que vem se repetindo nos últimos dias. Mas o sol foi aparecendo timidamente e um pouco antes da nossa partida conseguimos até dar uma passeada pela praia. Dezenas de surfistas se preparavam para participar de um campeonato de su

  
  

O dia amanheceu chuvoso, o que vem se repetindo nos últimos dias. Mas o sol foi aparecendo timidamente e um pouco antes da nossa partida conseguimos até dar uma passeada pela praia. Dezenas de surfistas se preparavam para participar de um campeonato de surfe, crianças praticando esportes, enquanto famílias inteiras caminhavam sem pressa. Dos países que passamos até agora, foi na Espanha que mais vimos crianças.

Campeonato de surfe movimenta a pequena praia espanhola

Campeonato de surfe movimenta a pequena praia espanhola

Eram apenas 100 quilômetros até Bilbao, mas a viagem se estendeu por horas. O caminho é cheio de belas paisagens e uma infinidade de curvas. Em alguns pontos a velocidade não passava dos 40km/h. Mais uma vez, viajamos costeando o Atlântico. A arquitetura dos conjuntos habitacionais daqui nos pareceu bastante familiar. Muito semelhantes às do Rio de Janeiro, por exemplo.

Esporte radical se aprende desde cedo por aqui

Esporte radical se aprende desde cedo por aqui

Estamos a caminho do centro industrial do País Basco, maior porto comercial da Espanha e sede de preciosas atrações culturais, como o famoso Museu Guggenheim. Uma cidade com pelo menos 380 mil habitantes. No trajeto, encontramos algumas pichações que nos lembraram que estamos em terras do ETA, grupo terrorista que luta pela independência do País Basco.

A beleza da costa espanhola

A beleza da costa espanhola

Depois das várias paradas chegamos a Bilbao. A cidade que já foi chamada de ex-feiosa, não tem nada de feia. A cidade tem várias construções arrojadas. Já na entrada, seguimos as placas em direção ao Museu Guggenheim, sem dúvida a maior atração do lugar, com mais de cinco milhões de turistas em seis anos.

O arrojado Museu de Guggenheim de Bilbao

O arrojado Museu de Guggenheim de Bilbao

Exemplo da arquitetura de vanguarda do século 20, obra de Frank Gehry, o Guggenheim de Bilbao é revestido de placas de titânio e ocupa uma área de 32.500 metros quadrados. Justamente neste domingo, a entrada era franca em comemoração ao sexto aniversário do museu. Infelizmente não conseguimos chegar a tempo de visitá-lo hoje. Como na segunda-feira ele não abre, deveremos ficar por aqui até terça para não perder a oportunidade de conhecê-lo.

Nesta segunda, vamos aproveitar para fazer algumas visitas a operadoras e a imprensa local, além de aprender um pouco mais sobre a cultura desse lugar.

  
  

Publicado por em