De volta a Praga

A calma e tranqüila Kutná Hora se transforma em uma quase metrópole na segunda-feira (que exagero!). O estacionamento em que estávamos amanheceu completamente lotado e a rua lateral movimentadíssima (é claro que continua pacatíssima se comparada à uma cid

  
  

A calma e tranqüila Kutná Hora se transforma em uma quase metrópole na segunda-feira (que exagero!). O estacionamento em que estávamos amanheceu completamente lotado e a rua lateral movimentadíssima (é claro que continua pacatíssima se comparada à uma cidade com mais de 40 mil habitantes).

As casas mais antigas que ficam no centro da cidade

As casas mais antigas que ficam no centro da cidade

Na nossa programação para o dia estava conhecer a catedral Santa Bárbara que em 1995 foi tombada pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade. A nossa surpresa foi chegar lá e encontrar um recado imenso dizendo que justamente na segunda-feira a catedral fica fechada à visitação. Que saco!!!

Caminho que leva à Catedral de Sta Bárbara

Caminho que leva à Catedral de Sta Bárbara

Quase tudo na cidade fecha na segunda (catedral, museu e algumas lojas destinadas aos turistas). Bem, voltamos pro carro e preparamos o almoço (arroz, batata frita, carne de gado e de porco e salada).

Fachada da Catedral tombada pela Unesco

Fachada da Catedral tombada pela Unesco

À tarde, partimos rumo a Praga novamente onde tínhamos que resolver algumas pendências. A viagem foi tranqüila, somente a entrada da cidade é um pouco tumultuada e para não perder o costume, demos uma erradinha no caminho. Nada que não fosse resolvido rapidamente pelas navegadoras Cláudia e Fabiula. Em Praga, a nossa parada é no estacionamento do Tesco (hipermercado) que fica aberto 24h por dia e tem bem perto uma estação de metrô.

Fomos para o centro, resolvemos parte das pendências e depois procuramos uma internet. A República Tcheca é o país onde encontramos a internet mais barata até agora. O preço médio é de Kč 60,00, o equivalente a R$ 7,50 por hora (na verdade, a internet mais barata foi em terras polacas, bem lembrado Fabricio! Pagamos cerca de 4 reais a hora). Acertamos o nosso site, que no fim de semana sofreu uma pane generalizada, e colocamos em dia os nossos e-mails.

É super legal receber e-mails de antigos amigos e conhecer novas pessoas pela internet. Vale aqui registrar as pessoas que heroicamente nos acompanham nesta expedição com e-mals quase que diários ou semanais (é claro que mãe, pai e família em geral, não contam). De Foz: Val, Saldi Pauli, Kelly, Cris Loose, Mauro Welter, Caio Vasques, seu Alcântara e Marli; de Ponta Grossa: Joel; do Mato Grosso: Deisy Boroviec; da Holanda: Ulisses e Mara; da Bélgica: Grafite e Silvia. Valeu gente!!! Obrigada também às outras pessoas que com menor freqüência, mas com alguma, nos acompanham e nos mandam notícias...

De volta ao carro, caímos na cama cedo. De manhã estaremos na estrada novamente, dessa vez indo para Pilsen: a capital tcheca da cerveja.

  
  

Publicado por em