De volta a Praga – pela terceira vez

Será que gostamos tanto assim de Praga? Voltamos à capital tcheca pela terceira vez neste mês, isso sem contar os vários dias que permanecemos na cidade, para lembrar que não foram apenas três passagens, mas quatro permanências de vários dias. Estamos há

  
  

Será que gostamos tanto assim de Praga? Voltamos à capital tcheca pela terceira vez neste mês, isso sem contar os vários dias que permanecemos na cidade, para lembrar que não foram apenas três passagens, mas quatro permanências de vários dias. Estamos há quase um mês na República Tcheca e podemos dizer que aproveitamos muito bem o nosso visto. Sorte que Praga, considerada a cidade mais bonita da Europa, é muito agradável e com uma infra-estrutura que surpreende.

Salão de beleza no motorhome

Salão de beleza no motorhome

Tudo é muito fácil por aqui... o trânsito não é complicado, o transporte público cobre toda a capital – e em breve a rede deve ficar ainda mais completa, já que uma nova linha de metrô está sendo concluída e será adicionada às outras três -, a cidade é bem distribuída, as informações de que se necessita como turista ou mesmo como morador são bastante acessíveis, os preços são bons, enfim acho que já não podemos ser imparciais quando falarmos de Praga.

Mais uma vez estamos a caminho de Praga

Mais uma vez estamos a caminho de Praga

Além da capital, da qual conhecemos quase todas as regiões, percorremos a República Tcheca de um extremo ao outro. Entramos pelo nordeste, passamos pelo norte até quase a fronteira com a Polônia e chegamos a Praga. Daqui, seguimos para o leste e paramos em Kutná Hora. Voltamos a Praga e então pegamos a direção de Pilsen, no oeste. Mais uma vez em Praga e rumamos para o sul (Cesky Krumlov), a 65 quilômetros da fronteira com a Áustria. Então, estamos de volta à nossa capital preferida para em breve viajarmos para o sudeste, passando por Brno, com destino à cidade que projetou o prodigioso compositor Mozart e também chamada capital mundial da música clássica: Viena.

A cada três dias temos que encher o reservatório com 130 litros de água

A cada três dias temos que encher o reservatório com 130 litros de água

Saímos de Cesky Krumlov às 10h30 e levamos quase três horas e meia para percorrer 180 quilômetros até Praga. Já na saída tivemos que fazer um desvio de rota por causa de reparos na pista. Um sufoco! Passar por vielas, atravessar pontes e cruzar com ônibus e caminhões maiores que o nosso carro em estradas que mal cabe um carro por vez. Ficamos mais de 20 minutos naquele ‘teste de nervos’, mas fomos aprovadas sem nenhum acidente.

Quase sem água no reservatório, fizemos uma peregrinação de posto em posto de combustível à procura do líquido milagroso. Fomos encontrar onde abastecer já na região metropolitana de Praga, onde já havíamos parado em uma das nossas voltas à capital. O resto do dia, ficamos no carro ‘realizando trabalhos internos’ como escrever, escrever e escrever. À noite, depois do jantar, uma sessão estética e de relaxamento, com direito à massagem facial e creminhos de todos os tipos. Mulher é assim mesmo, não é? Ainda mais quando são três e se reúnem para ir ao ‘salão de beleza’...

  
  

Publicado por em