Dia de Cinderela

Pulamos cedo da cama e saímos antes mesmo de tomar o café, tínhamos que deixar o estacionamento antes das oito e meia. Depois de umas duas horas na estrada encontramos um supermercado e resolvemos parar para reabastecer nossa dispensa e, agora com calma,

  
  

Pulamos cedo da cama e saímos antes mesmo de tomar o café, tínhamos que deixar o estacionamento antes das oito e meia. Depois de umas duas horas na estrada encontramos um supermercado e resolvemos parar para reabastecer nossa dispensa e, agora com calma, tomarmos um delicioso café da manhã. Já estávamos quase de saída quando fomos surpreendidas por uma conterrânea. Roberta é casada com um italiano e já está fora do Brasil há quatro anos. Muito simpática ela se colocou à nossa disposição caso precisássemos de alguma coisa, mas infelizmente já estávamos de partida em direção a Milão.

No Parque Gardaland, a Terra da Fantasia

No Parque Gardaland, a Terra da Fantasia

Antes de retornarmos para a estrada, Cláudia conseguiu agendar uma visita no parque de diversões Gardaland, às margens do Lago de Garda, e fomos para lá. O parque é enorme e depois do dia cansativo que tivemos em Veneza, um dia de puro divertimento era tudo o que precisávamos. Logo na entrada avistamos o que seria o maior desafio, uma montanha-russa que simula um vôo num avião de caça, onde a pessoa vai sentada numa cadeira com os pés soltos no ar, as cadeiras são presas pelo alto. A visão era de tirar o fôlego! Resolvemos então começar por brinquedos mais tranqüilos... nada melhor que o carrossel.

Eurotrip em uma das montanhas russas

Eurotrip em uma das montanhas russas

O calor estava de matar e as longas filas de espera eram cansativas, mas na maioria das vezes valia a pena. Os nossos brinquedos favoritos foram os aquáticos, andamos em todos que prometiam um belo banho durante o passeio. Aproveitávamos para nos refrescar também numa engenhoca que não conhecíamos. Em vários pontos do parque existiam saídas de água tão fininhas que pareciam um vapor refrescante, uma delícia!

Um show de patinação no gelo

Um show de patinação no gelo

Já eram quase dez horas da noite quando resolvemos enfrentar a “terrível montanha-russa”. Patrícia já estava enjoada dos brinquedos anteriores e preferiu não arriscar. Como já estava tarde, não havia mais fila e Claudia e Fabiula entraram direto, não deu tempo nem para pensar. Elas sentaram, apertaram os cintos e enquanto aguardavam a largada, o diálogo era mais ou menos assim:
Ai meu Deus, o que estou fazendo aqui?
Cala a boca, Claudia!
Ai meu pai...Agora não tem mais jeito...
Fica quieta, Claudia...
Ai meu pai...Se segura Fá! Agora já era...
AAAAAAAAAAAAAAAiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!

Patricia e Claudia se refrescam no vapor de água

Patricia e Claudia se refrescam no vapor de água

As duas saíram amarelas. Ainda faltava uma outra montanha-russa, com looping duplo, a ser enfrentada. Depois do “Blue Tornado” ficamos valentes e lá fomos nós, desta vez Patrícia também foi. Saímos tortas novamente. Freud deve explicar este prazer mais besta de provocar o medo. Patrícia saiu animada e resolveu enfrentar a “terrível”, só que desta vez foi sozinha, Fabiula e Cláudia não se habilitaram.

Olha as caras da Claudia e da Fabiula na saída do Blue Tornado

Olha as caras da Claudia e da Fabiula na saída do Blue Tornado

Durante o verão o parque fecha à meia-noite e aproveitamos até o último minuto no nosso dia de Cinderela. E quem disse que se divertir não cansa? fomos para a cama sem quase conseguir nos mover, falar então era muito esforço, mas o dia valeu a pena! Sem falar na adrenalina...

  
  

Publicado por em