Feliz Aniversário...

O dia era especialmente importante para a Patrícia. Neste sábado, dia 31, ela completou 29 anos. A festa de aniversário teria bolo, velinhas e tudo mais. Mas antes, a gauchinha queria um churrasco de presente (diga-se de passagem, que não seria o único. P

  
  

O dia era especialmente importante para a Patrícia. Neste sábado, dia 31, ela completou 29 anos. A festa de aniversário teria bolo, velinhas e tudo mais. Mas antes, a gauchinha queria um churrasco de presente (diga-se de passagem, que não seria o único. Patrícia ganhou de Cláudia e de Fabiula uma linda mochila. Da mãe e da madrinha Elisa, um outro que chegaria pelo correio...).

A festa começou ainda pela manhã com um delicioso churrasco

A festa começou ainda pela manhã com um delicioso churrasco

O dia foi bem preguiçoso e o despertador foi abandonado nesta manhã. Mas o sol forte e o calor impediram que o sono se prolongasse muito e a folia do churrasco começou cedo. Abrimos a varandinha, colocamos as cadeiras e a mesa pra fora e aproveitamos o dia. A churrasqueira oficial da expedição, Cláudia, preparou o fogo e foi assando as lingüiças e depois a carne de porco. A salada de maionese e a caipirinha foram feitas pela aniversariante.

Eurotrip durante o piquenique de aniversário nas margens do Danúbio

Eurotrip durante o piquenique de aniversário nas margens do Danúbio

O almoço foi uma delícia e se estendeu até às quase quatro horas da tarde. Rimos muito e lembramos de quando éramos crianças, das brincadeiras e dos passatempos preferidos. Essa é nossa estratégia pra podermos nos sentir mais perto do Brasil e não morrermos de saudades. Houve pouco tempo de descanso e começamos a preparar a festa propriamente dita que seria ao entardecer às margens do Danúbio, uma paisagem realmente incrível.

O bolo estava saborosíssimo, você não acha?

O bolo estava saborosíssimo, você não acha?

Compramos uma base de pão-de-ló, cobrimos com brigadeiro ainda no motorhome e levamos o chantilly e os morangos para terminar de preparar o bolo no piquenique. Escolhemos o monte do Castelo Real, em Buda. Cada uma levava uma mochila pesadíssima com todos os apetrechos para o “evento” e ainda o bolo quase pronto na mão. A festa teve também champanhe húngaro e alguns salgadinhos. A única pena era não poder convidar a família e os amigos que ficaram no Brasil e os que conhecemos pelo caminho. Mas fizemos um brinde a cada um deles, ninguém foi esquecido.

Os morangos silvestres deram um sabor especial

Os morangos silvestres deram um sabor especial

A noite foi caindo e a Ponte das Correntes (símbolo da cidade) foi se acendendo. Patrícia conta que já teve vários aniversários muito legais, tanto em Caxias do Sul como em Foz do Iguaçu, mas esse parecia ser mágico demais...

Pra não perder o último metrô que passa às 23h, fomos nos preparando para voltar pra casa. Descemos o monte, passamos pela ponte iluminadíssima, atravessamos a cidade de metrô e logo chegamos até o carro. Cláudia e Fabiula ainda tiveram disposição pra jogar cartas. Patrícia não. Preferiu ir pra cama assim que chegou em casa.

O dia foi maravilhoso. Obrigada a todos, a Deus principalmente, e às minhas amigas pra sempre Cláudia e Fabiula...

Patrícia

  
  

Publicado por em