Mais um dia de produtivas visitas em Praga

Depois de escrever os diários de bordo que faltavam, partimos para as nossas visitas do dia rumo ao metrô. O transporte público em Praga é muito barato se comparado ao de outras cidades, como Berlim, por exemplo. Enquanto aqui pagamos o equivalente a R$ 1

  
  

Depois de escrever os diários de bordo que faltavam, partimos para as nossas visitas do dia rumo ao metrô. O transporte público em Praga é muito barato se comparado ao de outras cidades, como Berlim, por exemplo. Enquanto aqui pagamos o equivalente a R$ 1,50 por bilhete, na capital alemã tínhamos que desembolsar R$ 9,00. E o serviço não perde em nada. É claro que existem bem menos linhas de metrô - em Praga são apenas três -, mas é possível fazer conexões com bondes e ônibus utilizando o mesmo ticket.

Eurotrip passeia pelo centro de Praga

Eurotrip passeia pelo centro de Praga

Chegamos à primeira empresa exatamente às 12h25 e encontramos a porta encostada. Vimos que havia um bilhete informando alguma coisa em tcheco entre 12h30 e 13h. Obviamente não conseguimos decifrá-lo. Foi então que vimos movimento no escritório e uma senhora se aproximou da porta. Pensamos que gentileza, ela veio nos atender... Antes que terminássemos o pensamento, percebemos que o que ela veio fazer foi trancar a maldita da porta. Mesmo sem entender a língua, chegamos à conclusão de que o bilhete tratava do horário de almoço. Que saco... Não tínhamos como ir a outras operadoras. Eram em outra região da cidade. O jeito foi esperar até a agência reabrir.

A agente Zdenka Klarova recebe material sobre Foz

A agente Zdenka Klarova recebe material sobre Foz

Valeu a pena. Quando voltamos à agência, fomos recepcionadas por Zdenka Klarova. Uma simpática senhora (não a mesma da porta) que nos informou que o Brasil é um destino que está em alta e lamentou ainda não ter conhecido Foz do Iguaçu. Deixamos o nosso material e ela nos mostrou o pacote que a agência oferece para os clientes. Os três roteiros da empresa no Brasil incluem Iguaçu.

Gerente da Eso que levou 82 pessoas para Foz em 2002

Gerente da Eso que levou 82 pessoas para Foz em 2002

Nosso outro compromisso era na Eso Travel, uma operadora com sede em Praga e que trabalha com outras mil agências menores em vários países. O foco da operadora é lugares exóticos. Foz do Iguaçu, inclusive, compõe a capa de um dos seus catálogos. No ano passado, a companhia levou 82 para o Brasil. Todas foram para Foz também e ficaram encantadas, comentou o gerente da operadora. Ele disse que o único problema é o preço das passagens aéreas dentro do Brasil, caras demais. Nos despedimos e fomos para a próxima agência.

Pelo que sabíamos, era uma agência que vendia passagens e pacotes para estudantes. Mas, no endereço havia uma espécie de Casa do Estudante. Não tinha nenhuma placa de agência ou qualquer coisa parecida. A mulher que nos atendeu era desprovida de simpatia e não se esforçou em nada para conversar conosco. Na saída, encontramos uma mesa cheia de folhetos, é claro que deixamos alguns sobre Foz do Iguaçu lá também. Não podíamos perder a viagem.

Uma pausa rápida para o lanche e fomos para o centro da cidade. É impressionante como a qualquer hora do dia há centenas de turistas circulando pelas ruas de Praga. Fomos até um cyber e colocamos em dia os nossos e-mails e o nosso site.

Voltamos pra casa e o nosso carrinho estava lá, intacto. Ufa... Depois do susto de Amsterdã, sempre deixamos um pouco aflitas o motorhome. A propósito, estamos estacionadas num estacionamento imenso de um grande supermercado 24h. De repente, Patrícia observou um rapaz caminhando entre os carros. Ele passou bem ao lado do motorhome e ficou olhando. Tudo bem... Daí a pouco, o mesmo cara fez o mesmo trajeto no meio do estacionamento. Xiiiiiii!!!! Aí tem coisa, pensou ela. Estava nos fundos do carro e correu para a parte da frente e começou a acompanhá-lo com os olhos. Ele caminhava e olhava entre os carros. O safado está procurando um para arrombar, concluiu. Patrícia estava quase o perdendo de vista quando o viu voltando. Ele empurrava pelo menos uns 20 carrinhos de supermercado. Que ridículo, o pobre era funcionário e ela pensando que ele fosse um ladrão... Temos que melhorar o nosso faro para assaltantes.

  
  

Publicado por em