Nossa casa recebe a visita de jornalistas suíços

Você lembra que tínhamos conversado com uma repórter de Lausanne, na semana passada, e que ela ficou de nos enviar um e-mail confirmando ou não a entrevista. Bem, ela e o editor dela toparam em fazer a matéria. Eles acharam a nossa expediçao interessante.

  
  

Você lembra que tínhamos conversado com uma repórter de Lausanne, na semana passada, e que ela ficou de nos enviar um e-mail confirmando ou não a entrevista. Bem, ela e o editor dela toparam em fazer a matéria. Eles acharam a nossa expediçao interessante. A entrevista foi marcada para hoje pela manhã.

Patrícia conversa com Caroline, enquanto Cláudia procura foto das Cataratas e Fabiula registra a entrevista

Patrícia conversa com Caroline, enquanto Cláudia procura foto das Cataratas e Fabiula registra a entrevista

Caroline e o fotógrafo chegaram na hora marcada. Ele queria uma fotografia das Cataratas para incluir na matéria também. Sorte que tínhamos uma arquivada e demos a ele. Nossa conversa durou quase uma hora e meia.

A jornalista quis saber tudo: como surgiu a idéia, quem são os patrocinadores, se foi difícil conseguir juntar todo o dinheiro para a viagem, por onde já passamos, quais os lugares de que mais gostamos e o do que menos achamos interessante até agora. Cláudia e Fabiula nâo tiveram dúvida: o pior foi o assalto em Amsterdã, na Holanda, logo no início da viagem. Patrícia falou que complicado mesmo é ficar longe do Brasil.

Depois que Caroline se foi, lembramos de outras coisas que também sentimos falta: um banheiro grande com chuveiro brasileiro (o nosso precisamos segurar com uma das mãos, ele não é pendurado na parede), de uma casa de verdade como as que deixamos em Foz do Iguaçu, do nosso feijão preto, de um verdadeiro churrasco (aquele que o pai da gente faz), iiiiiiiiii... Sâo tantas coisas que é melhor parar por aqui pra não ficarmos muito melancólicas.

A entrevista foi bem legal... O 24 Heures é o jornal de maior tiragem em língua francesa (é que aqui na Suíça se fala francês, italiano, o alemão e o romanche). Sâo 125 mil exemplares por dia... O material deve sair no jornal de amanhã. Vamos conferir...

Ah! Um recado para Christiane, de Basiléia, uma internauta que mandou um e-mail pra gente e não conseguimos abrir.
Christiane escreva novamente. Estaremos passando por Basiléia em breve e seria legar mantermos contato. Um abraço. Aproveitando a deixa, vamos mandar um recado para o Leo e companhia de Vevey... perdemos o endereço do e-mail de vocês e nâo temos como nos comunicar. Mandem notícias!

  
  

Publicado por em