Nuvem negra...

O relógio despertou pouco antes das oito horas da manhã, como de costume. Essa semana é da Patrícia preparar o café da manhã. Mas parecia que uma tonelada de peso estava sobre os nossos corpos na cama. Muito louco. Não conseguimos levantar antes do meio-d

  
  

O relógio despertou pouco antes das oito horas da manhã, como de costume. Essa semana é da Patrícia preparar o café da manhã. Mas parecia que uma tonelada de peso estava sobre os nossos corpos na cama. Muito louco. Não conseguimos levantar antes do meio-dia. Você pode até achar que foi pura preguiça. Um daqueles dias gostosos que ficamos na cama mesmo deixando o tempo passar. Mas não era nada disso.

Um super café da manhã pra espantar tudo que há de ruim...

Um super café da manhã pra espantar tudo que há de ruim...

Parece que estávamos sem força pra qualquer movimento, mesmo o mais simples como sair da cama, dar dois passos e chegar a cozinha. Cláudia estava morrendo de dor de cabeça, Fabiula com uma super gripe e Patrícia acordou com o estômago embrulhado. Muito esquisito, partindo do princípio de que estamos sempre bem de saúde, dispostas e animadas para viver essa aventura.

Eurotrip na sala de projeção de The Other Cinema, onde trabalha Helinho

Eurotrip na sala de projeção de The Other Cinema, onde trabalha Helinho

Foi então que decidimos não nos entregarmos. Partimos para uma “desinfecção”. Seja lá o que for que esteja sugando nossa energia, já é hora de um basta. Rezamos, tomamos banho de sal, acendemos incensos pela casa, preparamos um cafezão e já estávamos novinha em folha... Não importa o que tenha sido, o importante é que conseguimos nos fortalecer novamente.

As câmeras que garantem “segurança” no estacionamento em que fomos roubadas

As câmeras que garantem “segurança” no estacionamento em que fomos roubadas

Fomos para o centro de Londres, demos uma parada na internet, fomos até o estacionamento na estação de metrô North Greenwich, onde os ladrões roubaram nosso carro. Lá encontramos um funcionário do estacionamento, fizemos um boletim de ocorrência e ficamos sabendo que no dia anterior três vans tinham tido os vidros quebrados por ladrões... A mesma situação que a nossa... Mesmo com uma quantidade incontável de câmeras filmadoras, a segurança é nula no lugar... Pegamos o telefone da central para tentar alguma indenização. Vamos ver no que dá. Na volta, demos uma passadinha no trabalho do Helio e voltamos pra casa bem mais dispostas e animadas.

Na quinta-feira, fizemos alguns novos contatos e passamos quase a tarde inteira no restaurante e bar Iguazu... Reuniões, reuniões e mais reuniões.

  
  

Publicado por em