O milagre de Lourdes

O caminho do camping até o santuário é de quase dois quilômetros. Antes de enfrentarmos a caminhada resolvemos lavar a roupa suja acumulada. Como a única máquina de lavar do camping já estava sendo usada, resolvemos lavar a nossa roupa à mão. Resultado: C

  
  

O caminho do camping até o santuário é de quase dois quilômetros. Antes de enfrentarmos a caminhada resolvemos lavar a roupa suja acumulada. Como a única máquina de lavar do camping já estava sendo usada, resolvemos lavar a nossa roupa à mão. Resultado: Cláudia e Patrícia ganharam algumas bolhas na mão. Coisas de expedição!

Basílica de Nossa Senhora de Lourdes

Basílica de Nossa Senhora de Lourdes

Seguimos então para o santuário... A Capela-mor da Basílica foi construída, a pedido de Nossa Senhora, exatamente em cima da Gruta onde Ela apareceu 18 vezes para Bernadette Soubirous. As aparições aconteceram entre os dias 11 de fevereiro e 16 de junho de 1858. A imagem de Nossa Senhora na Gruta representa a Aparição a Bernadette, no mesmo lugar e atitude.

A Imaculada Conceição onde Ela apareceu dezoito vezes

A Imaculada Conceição onde Ela apareceu dezoito vezes

Na época a Virgem falou repetidas vezes no dialeto local, identificando-se como sendo a “Imaculada Conceição”. No fundo da Gruta existe a “Fonte Milagrosa”, que brotou no dia 25 de fevereiro de 1858, durante a nona aparição, quando Bernadette cavava a terra com as mãos, seguindo as orientações de N. Senhora que lhe dizia: “Vá beber da fonte e lavar-se nela”. Hoje em dia a água desta fonte é recolhida em reservatórios que alimentam dez piscinas e nove fontes, onde se pode tomar banho e beber a água tida como milagrosa.

Doentes em peregrinação seguem para a bênção diária

Doentes em peregrinação seguem para a bênção diária

Entramos numa fila para conhecermos a Gruta. A energia é realmente muito forte, chega a ser emocionante. É incrível presenciar a fé de tantas pessoas reunidas num mesmo lugar, muita gente vem de longe pagar as promessas e agradecer pelas graças alcançadas.

A imagem de Santa Bernardette ainda menina

A imagem de Santa Bernardette ainda menina

O número de pessoas doentes que faz tratamentos em Lourdes também é enorme, existem vários hospitais na região. Por todos os lados vimos enfermeiras e centenas de pessoas em cadeiras de rodas. As pessoas chegam a encher galões com “água milagrosa” para levar para casa.

Fiéis recolhem a água milagrosa que brota da rocha

Fiéis recolhem a água milagrosa que brota da rocha

Na Cripta, que fica ao lado da Basílica Superior, foi a primeira capela aberta ao público. A primeira missa foi celebrada no dia 19 de maio de 1866 com a presença de Bernadette. O corredor principal foi cavado no próprio rochedo por 25 homens que trabalharam dia e noite durante três meses, entre eles o pai de Bernadette.

A Basílica do Rosário foi construída trinta anos depois da primeira aparição e foi dedicada ao Santo Rosário em honra a Santíssima Virgem, que apareceu sempre a Bernadette com um terço na mão e foi consagrada em 1901.

Além do Santuário, é possível visitar em Lourdes outros pontos de peregrinação ligados à vida de Bernadette. O “calabouço” onde ela morava com a família, na maior pobreza na época das aparições e de onde saiu para buscar lenha em 11 de fevereiro de 1858, dia da primeira aparição. O “batistério”, onde Bernadette foi batizada na igreja paroquial, construída em 1858. O “Hospício Santa Bernadette”, onde ela fez a Primeira Comunhão e onde durante oito anos foi educada pelas Irmãs da Caridade de Nevers, congregação da qual anos mais tarde veio a fazer parte. “Bartrès”, aldeia a 3 Km de Lourdes, onde Bernadette foi criada, na sua primeira infância.

Bernadete Soubirous tinha 14 anos quando Nossa Senhora apareceu pela primeira vez para ela. A menina viveu em Lourdes até os 22 anos quando se mudou para o convento Saint Gildard em Nevers. Um ano depois fez votos de enfermeira e trabalhou durante seis anos ajudando os doentes. Em 1873 Bernadette adoeceu e cinco anos mais tarde, aos 35 anos de idade, morreu de infecção generalizada causada por uma tuberculose óssea e pulmonar. Em 8 de dezembro de 1933 ela foi canonizada pelo Papa Pio XI.

Depois de conhecermos a Gruta, a Basílica e várias capelas, assistimos a uma missa celebrada em italiano. Durante toda a tarde fomos surpreendidas pela chuva. O caminho de volta para o camping foi feito debaixo d’água. Toda a roupa que havíamos lavado estava bem mais molhada do que quando a estendemos. Fizemos uma manobra para tentar secar as roupas. Algumas foram estendidas na cabine no motorhome... Somente amanhã saberemos se a estratégia deu certo.

  
  

Publicado por em

M.Sergio S.Custódio

M.Sergio S.Custódio

02/10/2008 18:39:09
Ouvi de um sacerdote e de um bispo o relato de um mlagre acontecido por ocasião da benção com o SS na praça de Lourdes. Era um jovem tretaplégico que ao passar o SS começou a implorar a NS pela cura rezando a Ave Maria. Por favor caso tenham detalhes gentileza me enviar. Grato. M.Sergio S.Custódio