Uma paradinha num museu de delícias...

Tivemos uma noite super tranqüila no estacionamento à beira da estrada. Antes de seguir viagem, tomamos um super café (quase almoço) e lavamos um pouco de roupa. Estacionamento na estrada onde passamos a noite Andamos alguns poucos kms e chegamos

  
  

Tivemos uma noite super tranqüila no estacionamento à beira da estrada. Antes de seguir viagem, tomamos um super café (quase almoço) e lavamos um pouco de roupa.

Estacionamento na estrada onde passamos a noite

Estacionamento na estrada onde passamos a noite

Andamos alguns poucos kms e chegamos em Vevey, uma cidadezinha pequena que fica nas margens do Lago Léman bem perto de Montreux. Além de ter uma boa infra-estrutura na beira do lago, bonitas construções, restaurantes interessantes, uma dos principais atrativos da cidade é a sede mundial da Nestlé...

Flores em um dos jardins que circundam o lago

Flores em um dos jardins que circundam o lago

Assim que chegamos na cidade fomos conhecê-la (a sede da empresa). O recepcionista acabou nos indicando um museu. Uma caminhada de vinte minutos da sede da companhia, pelo lago, e estaríamos no destino.

Antigos designs de marcas da Nestlé

Antigos designs de marcas da Nestlé

Seguimos então para o museu... Na verdade, não é um museu da Nestlé, mas um Museu do Alimento, o que nos frustrou um pouco. Estavámos imaginando chegar num lugar cheio de latas de leite condensado e ou outras delícias. Mas o que vimos também foi interessante.

Fonte na cidade de Vevey

Fonte na cidade de Vevey

O lugar é interativo. Você escolhe que lado ir primeiro. São três andares, um deles só para crianças. É possível conhecer o caminho do alimento no corpo humano com a ajuda de um filme em 3D, saber qual o esfoço físico em determinados exercícios, testar os sentidos como olfato, tato e paladar (essa é a melhor parte, tem uma maquininha cheia de chocolates para o visitante). Se não fosse pela Patrícia, as apressadas Claudia e Fabiula teriam ido embora sem descobrir a tal máquina...

O museu tem ainda uma cozinha, onde se pode ajudar a preparar alguns alimentos. Infelizmente chegamos atrasadas e não pudemos colocar a mão na massa...

Do museu, demos uma passadinha na internet e voltamos para o carro. Conseguimos estacionar o motorhome de frente para o lago, nem quem mora na beira do Léman vive tão pertinho como a gente ficou...

Aproveitamos o fim da tarde (afinal a noite aqui só cai perto das onze) para divulgar Foz do Iguaçu. Ficamos do lado de fora do carro, o que chamava ainda mais a atenção de quem passava pelo lugar... Uma suíça conversou rapidamente conosco. Ela identificou as Cataratas dos Iguaçu de longe e disse que eram maravilhosas... Realmente as nossas quedas são incríveis...

Demos ainda um passeio pela cidade antes de cair na cama... Ah!!! Descobrimos, ao chegar a Vevey, que o Festival de Jazz de Montreux (aquele em que sempre se apresentam brasileiros famosos) estava começando...

Legal... neste domingo temos compromisso em Montreux: fazer o credenciamento para o festival...

  
  

Publicado por em