Viagem em busca de segurança

Aqui na Holanda não se faz nada sem antes marcar um “apointment” (encontro com hora marcada). Antes de sair à procura de uma oficina especializada em motorhomes, fizemos uma busca na lista telefônica e internet. Nossa preocupação ainda é com a segurança.

  
  

Aqui na Holanda não se faz nada sem antes marcar um “apointment” (encontro com hora marcada). Antes de sair à procura de uma oficina especializada em motorhomes, fizemos uma busca na lista telefônica e internet. Nossa preocupação ainda é com a segurança.

Reforço na porta do motorhome

Reforço na porta do motorhome

No dia anterior conseguimos marcar um horário para um técnico avaliar nossa situação, mas ainda pelo telefone, o funcionário fez questão de avisar que só poderia instalar alguma tranca apenas na segunda-feira. A oficina funcionava junto a uma grande loja de traillers e ficava em Almere Haven, uma cidade a uns 30 km de Hilversum.

Nosso planejamento era instalar uma tranca extra e seguir viagem para a Alemanha. Na saída, Ulisses tentava nos convencer a voltar para Hilversum e passar o final de semana na casa dele. Nos despedimos e partimos sem nada prometer.

Seguindo as orientações do mapa, chegamos a Almere Haven e meio sem querer encontramos o endereço da oficina. Como havia sido combinado, o funcionário foi até o carro avaliar a situação. Nós havíamos comprado em Hilversum uma tranca, mas infelizmente, não servia para o nosso carro. A melhor opção, segundo o Elói, seria uma barra de aço com dupla função, trancar e ajudar pessoas com necessidades especiais a entrar no carro.

Concordamos com a sugestão e aguardamos algumas horas até que a “engenhoca” fosse instalada.
Na saída resolvemos retornar a Hilversum para acertamos todo o novo planejamento e procedimentos da equipe, antes de retomarmos definitivamente a viagem. Voltamos para Hilversum e no caminho para a rádio Nederland encontramos o Ulisses indo pra casa. Ele levou um susto quando nos viu novamente. Fomos todos para a casa dele, onde ele nos preparou um jantar especial: arroz, feijão preto brasileiro, batatas fritas e bife acebolado mal passado. O detalhe é que o Ulisses é vegetariano e para nos acompanhar, quebrou um jejum de dois anos sem carne.

  
  

Publicado por em