Bélgica - gerais

A Bélgica, famosa pela arquitetura gótica francesa e pela arte flamenga, é um país que mistura influências holandesas, francesas e alemãs. As duas línguas oficiais na Bélgica são o francês falado pelos valões (do sul do país até a capital) e o flamengo no

  
  

A Bélgica, famosa pela arquitetura gótica francesa e pela arte flamenga, é um país que mistura influências holandesas, francesas e alemãs. As duas línguas oficiais na Bélgica são o francês falado pelos valões (do sul do país até a capital) e o flamengo no norte. Perto da Alemanha, também é possível ouvir as pessoas conversando em alemão. Na capital, Bruxelas, as placas que indicam as ruas são em flamengo e em francês. Mas não se preocupe, a maioria da população entende e fala inglês, algumas também o espanhol.

Grand Place - principal ponto turístico da capital Bruxelas

Grand Place - principal ponto turístico da capital Bruxelas

Sempre tenha no bolso 0,30 euro. Essa simbólica quantia poderá ser muito útil se você precisar ir ao banheiro. Os públicos são raros nas cidades e mesmo em lanchonetes é preciso pagar para usar o toalete. Aviso de amigo: caso você tenha gasto tudo e estiver apertado, procure um Mc Donald’s, a rede de lanchonetes é uma exceção na linha de banheiros gratuitos.

Detalhe do prédio da prefeitura de Bruxelas

Detalhe do prédio da prefeitura de Bruxelas

Os portadores de deficiências físicas têm tratamento privilegiado no país. Vagas em estacionamentos são reservadas e gratuitas. Nas passagens para pedestres, sinais sonoros avisam o momento seguro para atravessar a rua.

Parque do Cinquentenário, também em Bruxelas

Parque do Cinquentenário, também em Bruxelas

não perca - Aproveite sua estada na Bélgica para saborear os famosos e deliciosos chocolates. Os mais tradicionais são o Leônidas e o Godiva. Os waffles também merecem ser provados, bem como parte dos mais de 460 tipos de cerveja (parte, porque dificilmente você conseguirá provar todas). Conheça também as lindas e caras rendas belgas, que não perdem em nada para as brasileiras.

Vista do Porte de Hal, na capital

Vista do Porte de Hal, na capital

dicas - uma dica importante que não vale apenas para a Bélgica, mas para qualquer cidade que você está visitando: dirija-se primeiro à Central de Informações Turísticas, indicada sempre pela letra “i”. Lá você conseguirá informações do que há de mais interessante para conhecer. Normalmente é possível também obter mapas da cidade e das linhas de metrô e trens, sempre úteis para quem viaja seja de carro ou não.

Se você quiser fazer economia na hora de ir ao mercado prefira o Audi, Lidl e o GB. As três redes são encontradas em toda Bélgica e também em algumas cidades alemãs. Os mercados são bem mais simples, têm uma variedade menor, mas os produtos são bons e muito mais baratos. É ir e conferir.

Nas principais cidades belgas, dirija-se à prefeitura. Os prédios são belíssimos e sempre há por perto uma central de informações ao turista.

A Lufthansa voa diariamente para Bruxelas, na Bélgica, com conexão em Frankfurt. Até 25 de abril, a passagem aérea em classe econômica, ida e volta, custa US$ 827 de segunda a quinta-feira e US$ 856, de sexta a domingo. Para mais informações e reservas, basta ligar (11) 3048 5800 e no Rio (21) 3687 5000. Ou pela Internet www.lufthansa.com.br

  
  

Publicado por em