Genebra – Suíça

Localizada no centro da Europa ocidental, às margens do lago Léman, o maior lago do Velho Continente, aos pés do Jura e às portas dos Alpes, Genebra encanta os visitantes. Bandeiras tremulando na entrada da ONU A cidade é um grande centro de homen

  
  

Localizada no centro da Europa ocidental, às margens do lago Léman, o maior lago do Velho Continente, aos pés do Jura e às portas dos Alpes, Genebra encanta os visitantes.

Bandeiras tremulando na entrada da ONU

Bandeiras tremulando na entrada da ONU

A cidade é um grande centro de homens e idéias, famosa por receber pessoas ilustres, a começar por Julio Cesar, que em 58 a.C. se instalou em Genebra. Terra que acolheu Jean Calvin e muitos protestantes perseguidos em seus países nos séculos 16 e 17, mais tarde passou a ser chamada de Cidade da Paz e hoje abriga várias instiuições humanitárias. Com cerca de 400.000 habitantes, entre eles muitos estrangeiros, são mais de 200 nacionalidades.

Uma enorme cadeira na praça em frente ao prédio da ONU

Uma enorme cadeira na praça em frente ao prédio da ONU

Organismos internacionais – Entre organizações governamentais e não governamentais contam mais de 200 e 150 missões diplomáticas. Em 1919, o presidente americano Woodrow Wilson instalou na cidade a sede da SDN (Sociedade das Nações). Depois da Segunda Guerra Mundial passou a abrigar a segunda sede mais importante da ONU, depois de Nova Iorque. Outros organismos famosos com sede em Genebra são:
OMS (Organização Mundial da Saúde), UIT (União Internacional das Telecomunicações), OIT (Organização Internacional do Trabalho), OMC (Organização Mundial do Comércio), além da Cruz Vermelha que foi fundada na cidade.

O famoso Relógio de Flores

O famoso Relógio de Flores

Atrações Turísticas:
Palácio das Nações – Um complexo gigantesco que desde 1946 abriga a ONU (Organização das Nações Unidas). Pode-se conhecer as salas onde acontecem as reuniões internacionais com visitas guiadas.

Vista da cidade pela Catedral Saint-Pierre

Vista da cidade pela Catedral Saint-Pierre

Catedral Saint – Pierre – A primeira fase da contrução da catedral começou em 1160 e durou mais de um século. O interior da igreja foi todo remodelado durante o período da Reforma. As pinturas e objetos ornamentais foram todos retirados. A fachada neo-clássica atual, data do século 18. Vale a pena subir os 157 degraus da torre da catedral, é de lá que se tem a melhor vista da cidade.

Auditório de Calvin – Uma pequena capela próxima da Catedral Saint – Pierre. Contruída no século 15 em estilo gótico. Cem anos depois tornou-se um local de encontro de teólogos do movimento da reforma, acolheu exilados franceses, holandeses, alemães, italianos e sobretudo ingleses. No auditório eram estudadas as teorias de Jean Calvin, John Knox e Théodore de Bèze, os grandes nomes da Reforma.

Praça do Bourg – de – Fourg – No coração da Cidade Velha, durante o verão a praça é um ponto de encontro, com sua bela fonte de flores do século 16 e os bistrôs dão charme ao local. Desde a época romana que a praça é um centro de comércio. As belas casas foram contruídas com a chegada dos exilados protestantes no século 16.

Relógio de Flores – Símbolo da indústria relojoeira de Genebra mundialmente conhecida, o relógio de flores foi criado em 1955 e possui cerca de 6500 flores. Considerada pelos suíços como uma obra de arte dos jardineiros do Serviço de Espaços Verdes.

Parques – Genebra é a cidade da Suíça com maior extensão de área verde. Ano após ano, durante o verão, os parques ficam com mais de 40.000 rosas, um cenário maravilhoso para os cidadãos da cidade e turistas. Nos meses de julho e agosto, no final da tarde é possível assistir a concertos musicais de graça.

Jato d’agua – Foi construído em 1891, mas somente em 1947 começou a chamar a atenção dos turistas que visitavam a cidade, tornando-se depois um símbolo de Genebra. Com isso, o jato de água foi reformulado, hoje em dia alcança a altura de 140 metros, são jorrados 500 litros de água por segundo. No último domingo de outubro, o jato de água é iluminado por oito canhões de luz, que juntos totalizam 13.500 Watts de luz. Nos dias com muito vento, o jato não funciona.

A Lufthansa voa diariamente para as cidades de Zurique, Genebra e Basel na Suíça, sempre com conexão em Frankfurt. Até 28 de julho, a passagem aérea em classe econômica para qualquer uma destas cidades, ida e volta,
custa US$ 1.152 de segunda a quinta-feira e US$ 1.187, de sexta a domingo. De 29 de julho a 13 de outubro, o preço cai para US$ 860 para embarque de segunda a quinta-feira e US$ 889 de sexta a domingo. Para mais informações e reservas, basta ligar (11) 3048 5800 e no Rio (21) 3687 5000. Ou pela internet www.lufthansa.com.br .

  
  

Publicado por em

LIGIA DE FIGUEIREDO

LIGIA DE FIGUEIREDO

26/05/2010 23:10:10
considero esta reportagem muito importante para nós brasileiros, enriquecendo o conhecimento de nossos alunos diante das nossas dificuldade em estimulá-los a alcançar o saber.

Bruna Fukasse (:

Bruna Fukasse (:

02/03/2010 13:39:31
Muito bom esse resumo sobre Genebra, pretendo ir viajar pra lá e isso ajudou com que eu soubesse um pouco mais da cidade, muito obrigada!

PEDRINHO FERST SPERRY

PEDRINHO FERST SPERRY

10/09/2008 20:28:44
O assunto que está tendo repercussão internacional sobre aceleração de partículas...