Sejam bem vindos ao nosso site!

Bem vindos ao nosso site e espero que seja interessante para vocês nos acompanhar por esta jornada nos próximos quatro meses. O nosso principal objetivo ao produzir este site foi poder dividir com mais pessoas aquilo que estamos e vamos aprender com esta

  
  

Bem vindos ao nosso site e espero que seja interessante para vocês nos acompanhar por esta jornada nos próximos quatro meses. O nosso principal objetivo ao produzir este site foi poder dividir com mais pessoas aquilo que estamos e vamos aprender com esta jornada.

Manoel Morgado e Romualdo Kubiak em treinamento

Manoel Morgado e Romualdo Kubiak em treinamento
Foto: Divulgação

Apesar de a travessia ainda não ter começado sinto que muitos dos meus objetivos já foram alcançados. Nesses meses saímos de um sonho que parecia inatingível para a concretização de um projeto envolvendo uma complexa logística, da formação de uma equipe invejável e da captação de recursos necessários para nos manter na estrada por noventa dias. Neste processo aprendemos muito e por isso mesmo já estou plenamente feliz com ter chegado até aqui.

Os atletas na raia da USP

Os atletas na raia da USP
Foto: Divulgação

Depois de sete meses de treinos intensos estamos na reta final, há menos de um mês da largada, para o maior desafio de nossas vidas. É difícil transmitir o que sentimos neste momento. Um misto de extrema felicidade com apreensão. Afinal temos pela frente o desconhecido. Nunca fizemos nada semelhante e tampouco sabemos de alguém que o tenha feito.

Maratona: uma das modalidades do projeto

Maratona: uma das modalidades do projeto
Foto: Divulgação

Começaremos com 20 maratonas consecutivas de São Paulo a Florianópolis e apesar de nos sentirmos preparados, os nossos treinos não nos dão a garantia de que sejamos capazes de faze-lo. Como vocês puderam acompanhar ao navegar pelos boletins anteriores nosso treino foi progressivo e hoje estamos com uma carga de treinos muito pesada. Apesar disso em nenhum momento corremos esta distância a que nos propomos correr na travessia, de forma contínua.

Mas é isso mesmo que faz com que este desafio seja tão especial. A superação de limites é um grande componente da idéia deste projeto.

Nesses meses de treino eu e o Kubi desenvolvemos uma sintonia que em muito nos ajudará nos difíceis meses que se seguirão e apesar do convívio bastante intenso nunca tivemos qualquer conflito e vemos que cada vez mais encaramos a Travessia de forma parecida, com os mesmos objetivos e as mesmas expectativas.

Apesar de fisicamente estarmos prontos ainda há muito a ser feito e essas três semanas serão de muita atividade. Preparar o carro de apoio, arrumar todo o equipamento de todas as atividades, fazer um treino de caiaque no mar junto com nosso amigo Fabio Paiva que de forma tão generosa nos cedeu o caiaque. Também temos que nos adaptar ao nosso novo remo de fibra de carbono que gentilmente Fernando Barbosa da Ygará nos cedeu. E mais mil detalhes que tenho certeza aparecerão nos dias que se seguem. Além dos treinos que, é claro, continuam a ocupar seis horas por dia, sete dias por semana.

O Budismo nos ensina a viver no presente e este é um lindo ensinamento. Mas nesses últimos dias que nos separam da largada é difícil manter a cabeça no presente e não ficar imaginando o 15 de setembro.

Mais uma vez agradeço profundamente a todos que nos ajudaram a chegar aonde chegamos seja através de sua ajuda financeira, de seu tempo e de seus conselhos. Tenho certeza de que se não fosse esse trabalho de equipe não estaríamos prontos para a travessia. Também agradeço a minha esposa Celina por ter, em todos os momentos, me apoiado apesar de não poder ter tido muito tempo ou energia para ela nesses meses de longos treinos.

  
  

Publicado por em