Dia 13 - Embarcando no Catamarã. Manaus - Belém

Expedição Madeira - Embarcando no Catamarã em Manaus para passar os próximos 4 dias navegando até Belém. Uma experiência antropológica

  
  

Opa!

Logo que subimos à bordo de nosso catamarã Rondônia --o maior navio do baixo Amazonas--, duas distintas senhoras que também faziam parte da tripulação, nos levaram à conhecer nossos novos aposentos. Dona Maria e Dona Paula eram as responsáveis pelo bom funcionamento do navio. Coordenavam a cozinha e seus horários, o bar, a enfermaria e a limpeza. Além disso, antes da partida, uma das suas atribuiçoes era a de acompanhar os passageiros de camarote até seus quartos. Subimos dois lances de escada até chegar em nosso andar. No caminho vi as pessoas começando a colocar suas redes. É comum no norte as pessoas dormirem em redes durante a viagem. Os navios e barcos são preparados com grandes salões rasgados por estruturas de ferro para suportar inúmeras redes, uma ao lado da outra, sem qualquer tipo de separação. Quem chega antes consegue escolher os melhores lugares. Neste caso, as bagagens ficam sob um tablado, logo embaixo da 'cama' do dono. Chegamos ao camarote. Vejam, parece um nome pomposo mas o camarote é um espaço minimo, de 3 metros por 1, que contém um ar-condicionado (sim, isso salvou!) e 1 beliche. Nada mais. O banheiro era compartilhado com os outros membros de camarote mas não com o pessoal das redes.

Área de redes do Catamarã Rondonia

Colocamos nossas malas no quarto, o trancamos e fomos conhecer o resto do navio. Estávamos no 3 andar e a vista era realmente muito bonita. A Dona Paula havia escutado meu pedido e gentilmente o atendeu. Queria um quarto quase na água, com uma vista privilegiada. Assim, para tirar fotos, era só abrir a porta, apontar e clicar. Andamos por entre o salão de redes do segundo andar e já começamos a conversar com o pessoal. Havia pessoas de todo canto da região norte. Acreanos, Amazonenses, Paraenses, Roraimenses, Amapaenses e sobretudo, Maranhense. Meu Deus, como havia gente do Maranhão. Pra mim, eles ganharam o título de povo mais nômade do Brasil. Viajam muito e não aguentam mais que alguns anos no mesmo lugar. Daqui pra lá, de lá pra cá, pra acolá.

Maeda conversa com Sr. Eliseu. Seu primeiro novo amigo no navio

A saída do navio deveria ocorrer por volta das 14:00 mas como já disse, nestas viagens sempre há o problema de carga. Quando entramos, dei uma boa olhada no porão do navio. Como no caso da balsa Porto Velho - Manaus, parecia não caber mais nada. Ledo engano 2. Esperamos e esperamos e esperamos. Nada do navio zarpar. A esta altura, além das cargas que ainda estavam sendo carregadas, começou um rumor de que estávamos com um dos motores quebrados. Pelo que nos disseram, havia quebrado em sua última viagem subindo o Amazonas no trajeto inverso, de Belém para Manaus. As peças de reposição viriam de São Paulo e seriam colocadas pelo mecânico durante a viagem. Além da carga, estávamos esperando a chegada de tais peças.

Por volta das 07pm o navio começou a dar sinais de que partiria. Todos a bordo, porão já fechado, sem caminhões para descarregar. As voadeiras que não paravam de trazer passageiros também cessaram. Todos se reuniram na parte de trás da embarcação, área a qual contava com um bar (depois conhecido como o coração do navio) e também em outra, mais alta e toda aberta (deck) situada no quarto andar. Lá era o melhor lugar para fotos. Visao em 360 graus e sem nada para atrapalhar. Nesta altura, com o bar já aberto, forte calor e vendendo cerveja como água, todos conversavam e se entrosavam naturalmente.

O próprio Catamarã Rondonia

Algumas horas depois, cerca de 10pm, o navio finalmente levantou âncora, ligou o(s) motor(es) e partiu rumo à Belém. É um acontecimento. As pessoas ficam no deck se despedindo de parentes e amigos que estão no porto. Vi lencinhos sendo jogados por jovens senhoras, gente chorando, gente feliz como se partisse para um cruzeiro, alguns gritavam 'te amo' em direção à multidão que ficava, outros apenas um brado de 'uhuuuu'.

Agora estava mais tranquilo. Olhei no cronograma o dia máximo em que poderíamos chegar a Belém de forma que conseguíssemos cumprir a risca a terceira etapada da Viagem. Neste momento estávamos exatamente no meio da segunda, apelidada por nós de 'fase molhada': navegando pelo Madeira e Amazonas de Porto Velho à Manaus e Manaus à Belém. Tínhamos um atraso de cerca de 12 horas, nada que não pudesse ser contornado.

Este post foi feito ao som de GreenDay - 21st Century Breakdown

  
  

Publicado por em

Thiago Gomes Lima

Thiago Gomes Lima

09/05/2011 18:10:05
bom me chamo Thiago Gomes Lima, o que tenho para dizer desse navio que ele é muito bom gostei mesmo é muito grande não balança de modo algum,é muito espaçoso comida é ótima café e muito mais! banheiros são bem cuidados! BoM O QUE TENHO A DIZER É QUE VALEU A PENA NÃO ME ARREPENDI DE TER VIAJADO NELE E ESTOU PRETENDENDO VIAJAR NOVAMENTE PARA BELEM NELE! HOJE 09/05/2011! FALOW GALERA!

Nadie da Silva

Nadie da Silva

22/03/2011 19:54:38
Ia viajar no Rondonia Belem-Pará no dia 23/2/11. Eram duas pessoas e queriamos uma suite com duas camas. Pagamos mais de Mil Reais. Nos falaram que o suite era no terceiro andar e tinha janela. Não nos deixaram entrar no barco antes de ter a passagem. A suite era la embaixo, não tinha janela e uma cela de prisão teria mais conforto. Só os quartos com cama de casal estão lá encima com a possibilidade de sair no corredor e ver o rio. Nenhum dos quartos tem janela. Refusamos a viajar nessa condição e brigamos para pegar o dinheiro de volta. Se voce for aventureiro, é melhor pagar muito mais barato e viajar na rede com ar condicionado. Houvi falar que o Amazon Star é bem melhor. Depois que voce decidir que catamarã vai pegar, procure saber quando ele estará no porto de Belem senão voce vai ter de ficar em Belem diversos dias esperando. NÓs desistimos do Catamarã e fomos de avião a Manaus. De qualquer maneira, o Grande Rio e Selva é uma experiencia inesquecivel.

FRANCISCO PINHEIRO NOGUEIRA

FRANCISCO PINHEIRO NOGUEIRA

20/03/2011 09:48:57
EU EM 1986 JA TIVE O PRAZER DE NAVEGAR NO CATAMARÃ, DE MANAUS A BELÉM É UMA VIAGEM INESQUECIVÉL,GOSTEI MESMO, SO NÃO FOI MELHOR PORQUE EU VINHA COM POUCO DINHEIRO

ARYANE SUELEN S. BATISTA

ARYANE SUELEN S. BATISTA

30/11/2010 19:41:31
NOSSA É MARAVILHOSO VIAJAR NO NAVIO RONDÕNIA PODE TER CERTEZA A VIAGEM NELE VAI SER INESQUECIVEL PRA VC....

Fabricio Rocha

Fabricio Rocha

27/05/2010 16:06:59
Olá, fiz este passeio também e achei emocionante!
Compartilhei tudo em:
http://www.verdejava.com.br/index.php?opcaopai=roteiros&opcaofilho=rioamazonas
abraços,
parabéns pelo passeio

Fabricio Rocha

Fabricio Rocha

13/02/2010 23:15:16
muitas amizades são feitas nesse trajeto!
vale a pena!

www.verdejava.com.br

Fabricio Rocha

Fabricio Rocha

03/02/2010 18:55:48
Desci o Rio Amazonas também...
É uma experiência fora do comum...
Ainda vou fazer de novo!
Todos deveriam fazer isso!

Confira minha viagem:
http://www.verdejava.com.br/index.php?opcaopai=roteiros&opcaofilho=rioamazonas

Leudo

Leudo

14/11/2009 23:38:29
Um dia conheci uma Sra neste mesmo navio. Onde fui muito bém atendido por ela, Não me recordo o nome Más sei que é funcionária. Gostaria que elas colocasse suas fotos para que podesse-mos mandar mensagens de agradecimento pelo tratamento, amizade e bom relacionamento, sem falar nas lembranças que ficam. bjs a todos.

Fatima

Fatima

09/11/2009 22:05:00
vc tem mais fotos do navio ???

Nelci de deus soares

Nelci de deus soares

02/10/2009 20:32:47
oi,td bem?gostaria de saber quanto tá custando a passagem de manaus/belem,e quais os dias que o catamarã faz viagens para belem.bjsss

Cleber da silva gomes

Cleber da silva gomes

02/10/2009 19:46:28
vocês fazem viagens de belém macapá? quando sera a proxima viagem.

Athaides Maeda e Marcos Bonas

Athaides Maeda e Marcos Bonas

Olá Gomes! Nao fomos a Macapá. O trajeto inteiro pode ser visto em [[http://www.expedicaomadeira.com.br/expedicaomadeira/rota.html para|]] o ano que vem planejamos uma viagem por dentro da floresta, fazendo Porto Velho à Manaus por terra. Acompanhe as novidades atraves do twitter www.twitter.com/madeiraabaixo
Paty

Paty

31/08/2009 10:08:08
oi, vc saberia me informar quais são os dias da saida do Catamarã Rondonia de Belém para Manaus?

ANDRÉA CARLA

ANDRÉA CARLA

30/07/2009 19:55:22
eu não troco o catamã rondonia por outro navio ele e o melhor eu sempre viajo nele nunca me arrependir

Malu

Malu

23/07/2009 18:34:24
Ola Maeda e Marcos,
Moro em Palmas, TO. Fiquei encantada com as fotos da Expedição Madeira. Sou louca pra fazer a viagem de Manaus/Belem pelo rio. Acompanhei a rota que voces fizeram e fiquei satisfeita de ver que voces passaram por aqui no Tocantins, que apesar de ser região de cerrado, existe um lugar de beleza exuberante que voces deixaram de conhecer: Taquaruçu!!! distante de Palmas 34 Km, com mais de 80 cachoeiras catalogadas e acreditem região que até parece a Mata Atlântica... em quase nada lembrando o cerrado. Bjs e na próxima por favor me levem tb... rs

Nilza

Nilza

14/06/2009 10:50:21
voce tem mais fotos pra nos mostrar ???

Athaides Maeda e Marcos Bonas

Athaides Maeda e Marcos Bonas

Ola Nilza. No trajeto da Expedição Madeira, tiramos mais de 7000 fotos. Uma parte deste acervo está disponivel na WEB. Para ver, basta clicar em [[http://migre.me/29lb|]]
NILZA

NILZA

11/06/2009 20:34:19
GOSTARIA DE SABER SE A VIAGEM NO RONDONIA É BOA, SE MEXE, SE A COMIDA É BOA ? SE É RAPIDO POIS TO PENSANDO EM IR DE BELEM A MANAUS E O Q ME PREOCUPA É O BANHEIRO COLETIVO É RUIM ?? BJS DESDE JA AGRADEÇO.

Athaides Maeda e Marcos Bonas

Athaides Maeda e Marcos Bonas

Olá Nilza. Sobre mexer, varia muito pelo tamanho do navio. Se for um catamarã, ele tem mais estabilidade e nao chacoalha tanto. De qq forma, é tranquilo. O lugar onde o rio da mais onda, é na baia próxima a belem. A comida é razoavel. Nao é um manjar mas tb nao mata ninguem. :0) O banheiro coletivo nao sei pois usava o que era destinado aos viajantes de camarote. Acredito q o coletivo nao deva ser um mar de flores mas tb nao mata ninguem... bj!
Neilde

Neilde

10/06/2009 16:33:03
Oi. Gostaria de saber sobre valor, dias e horários dessa viagem, nesse navio de( Belém _ Manaus), e se possível o site ou telefone de contato.
Obrigada.

Athaides Maeda e Marcos Bonas

Athaides Maeda e Marcos Bonas

Olá Neilde, tudo bem? Veja, se você se refere aos navios que vão de Manaus à belem, as informações que posso lhe passar são as seguintes: Os navios partem de Manaus às quartas e sextas. O catamarã Rondônia em específico, parte apenas às quartas. Se você precisar embarcar um carro e viajar com o mesmo, este é o único navio apto a isto. Os preços variam bastante e impressionantemente, depende do tamanho de seu xaveco. O melhor a fazer é não usar as 'agências'. Eles apenas vendem a passagem e ganham uma comissão sobre o valor, o que acaba encarecendo. Quando estiver na cidade, converse com taxistas ou pessoas que trabalhem proximo ao porto. Pergunte qual navio com este percurso está atracado. Com esta informação, vá até o navio (o acesso é livre) e peça para falar com o responsável. Diga que quer comprar uma passagem. Aí é só mandar o xaveco. :-) Em media, os preços são (em reais) Rede - 100 a 150 Camarote Simples - 200 a 300 Camarote Duplo 400 a 550 Qq duvida é só pergu
Ilma Maria

Ilma Maria

06/06/2009 15:04:56
Imagino que a viagem nesse trajeto deve ser mavilhosa, ainda não conheço Manaus mas já me disseram que a vida por lá é tão boa quanto em Belém. Por falar em Belém, sempre é bom conhecer essa terra morena e acolhedora. Venha ver os atrativos paraenses a começar pela dança do Carimbó, de preferênia lá em Marapanim!

Athaides Maeda e Marcos Bonas

Athaides Maeda e Marcos Bonas

Realmente Ilma, a natureza impressiona. A As pessoas são mesmo muito acolhedoras e a cultura é um ponto fortíssimo. Nesta viagem passamos rapidamente por quase 100% do Norte brasileiro. No futuro, temos idéia de focar a expedição em um estado e mergulhar fundo na história e cultura locais. Obrigado! Marcos
Maycon

Maycon

04/06/2009 09:33:37
eu aho que nos deviamos paramos de poluir o meio ambiente por que quem nos prejudicam e nos mesmos por isso que temos que parar com se nao depois quando da uma chuva os bueiros vao se entupi e vai alaga as ruas