Blogs > Expedição Madeira > Boletins > 

Ultimo dia em Porto Velho - Rumo à Manaus

Ultimo dia da Expedição Madeira em Porto Velho. Agora, rumando para Manaus

8 de Maio de 2009.
Publicado por Athaides Maeda e Marcos Bonas  

Oi!

(atenção: algumas fotos postadas aqui estão com os cortes errados. Sugiro vê-las direto no album da Expedição em http://picasaweb.google.com.br/ExpedicaoMadeira/ExpedicaoMadeiraRumoAoNorte#)

Hoje acordamos por volta das 06:30. Logo após o habitual café da manhã, subi para o quarto enquanto Maeda passou na portaria. De repente, ele volta todo acelerado com um jornal na mão. Olhou pra mim com os olhos arregalados como se não fosse japonês: 'Olha isso! Estamos na capa do Diario da Amazonia. Meeeeuuu, não acredito', disse. Dei uma olhada e lá estava. Chamada na capa e matéria detalhada na parte interna. As vezes fico pensando nas proporções que esta viagem tomou.

Começou por pequenos jornais do interior de São Paulo, depois veio o portal Globo.Com, rede Record de Porto Velho e agora o Diario da Amazonia, que é um grande jornal para todo o estado de Rondônia. Não sei se realmente estamos fazendo algo legal no entanto, espero sinceramente, que ao menos possamos tirar das caixolas preconceituosas de muita gente 'do Sul', as idéias vagas e sem embasamento que tem da região Norte. Claro que como todas as outras regiões do Brasil, aqui ainda ha muitos problemas, mas nada que justifique o pensamento da maioria das pessoas de São Paulo pra baixo. E não venham me dizer que isso não existe porque eu sei que existe. Já escrevi isso por aqui em algum momento e repito: o preconceito que temos com a região norte, é o mesmo que estrangeiros tem com o Brasil. Acham que é só selva, nao ha saneamento, as estradas são ruins, doenças mil. Não é assim. Ao menos não até aqui.

Descarregamento de Caminhão no Porto do Hulk. Porto Velho - Manaus

Logo depois por volta das 08Am, o grande João Trajano, amigo de colégio do Maeda e agrônomo da Superintendência Federal da Agricultura (órgão do Ministério da Agricultura) nos pegou para irmos até o porto do Hulk. Hulk não é verde mas é grande. É o dono de algumas balsas que fazem o trajeto Porto Velho - Manaus, levando essencialmente alimentos. Os garotos estavam com o trabalho adiantado e só faltavam 2 caminhões (4 composiçoes) para descarregar. Assim, confirmamos a saída para hoje, no fim da tarde. As balsas costumam sair de PVH por volta das 06PM, pois com o Madeira cheio, a navegação fica mais tranquila a noite e o percurso, cerca de 1 dia mais rápido. Hulk calculou 3 dias de viagem, chegando em Manaus ao amanhecer. Nossa previsão é estar lá na segunda, 05AM. Conversamos um pouco, pagamos pelo transporte do carro e nos dirigimos para o Ministério da Agricultura.

Velhos amigos do Maeda. Da esquerda para direita: Dr. Januário, Maeda e Trajano. Pessoas de alto gabarito

No ministério encontramos o outro amigo do Maeda, Dr. João Januário, o cara que manda por aqui. Vamos ficar eternamente gratos aos amigos (agora também são meus) Januário e Trajano. Estes caras se reviraram em 4, 5, para nos levar aos pontos mais interessantes de Porto Velho: da estrada de Ferro Madeira-Mamoré, à Cachoeira de Teotônio, passando pela construção da Usina de Sto Antonio, restaurantes famosos, passeios no Madeira, e até ao bar 'Bode Assado' de nosso já amigo, chefe Ceará. Sem estes dois, a estada em Porto Velho não teria rendido tantas histórias e belíssimas fotos. Voltando ao assunto: ali pudemos ver mais algumas coisas interessantes. Cupuaçu, Seringueiras com a seiva (borracha) e sementes, uma enorme castanheira, dendê. Tudo devidamente registrado por fotos.

Semente da Seringueira. Ministério da Agricultura em Porto Velho, Rondônia

Junto com o terreno do Ministério está localizada a escola estadual de ensino fundamental Princesa Izabel. Est escola do estado de Rondônia, fundada com recursos do Governo federal (Gen. Eurico Gaspar Dutra) e em funcionamento desde 1948, é tocada com muita dificuldade, esforço e carinho pela diretoria e professores. Conversamos um pouco com a Vice-Diretora e aparentemente o governo já tem um projeto para melhorar a escola. Hoje, o que sobrou ali foram alguns poucos e bons alunos e professores motivados.

Colégio Princesa Izabel, em funcionamento desde sua fundação, em 1948. Divide terreno com a Superintendência Federal do Ministério da Agricultura, em PVH, Rondônia

No entanto, ha falta de recursos financeiros, chegando ao absurdo de terem que fazer uma vaquinha para cortar o mato que insiste em crescer ao redor do colégio. O Governo do estado deveria dar mais atenção à esta escola, comn a liberação de recursos, criação de bibliotecas, brinquedotecas, oficinas, enfim, manter uma estrutura compatível com o valor do que já deveria ser, patrimônio do estado. A parte boa é que dá pra ver que a molecada estuda mesmo e estão felizes ali. Acompanhei por cima uma aula. Os alunos são aplicados. Quando foram liberados para o recreio, uma correria só.

Crianças do colégio Princesa Izabel brincam durante recreio. Porto Velho, Rondônia

Bom, é isso o que tinha pra falar neste fim de manhã Porto-Velhense. Nossa estada está chegando ao fim. No fim da tarde de hoje, partimos rumo à Manaus, navegando pelo leito do Madeira na balsa do Hulk. Pelo andar das carruagens, devemos estar em Manaus na proxima segunda, 11/05, às 05Am.

Durante este trajeto ficaremos incomunicáveis. No Madeira não há sinal de celular ou qualquer outro tipo de comunicação que não os rádios das embarcações. Espero tirar muitas fotos e ter boas histórias para contar assim que chegarmos à Manaus.

Fui.

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários


 

Últimos boletins

Veja também

Entrevista com CachoeiraEmbarcando no Paulão

 

editar    editar    editar    1.001 visitas    0 comentários