De Sampa a Alto Paraíso

Domingo, uma e pouco da manhã caímos na estrada rumo às Minas Gerais. Os Estados de São Paulo e Minas passaram voando pelas janelas de nossa Toyota e, quando nos aproximávamos do meio dia, alcançamos o estado do Goiás. A estrada que liga Uberaba, em Mi

  
  

Domingo, uma e pouco da manhã caímos na estrada rumo às Minas Gerais. Os Estados de São Paulo e Minas passaram voando pelas janelas de nossa Toyota e, quando nos aproximávamos do meio dia, alcançamos o estado do Goiás.

A estrada que liga Uberaba, em Minas, à Brasília, parece ser uma reta interminável. O GPS nos mostra que estamos indo totalmente para o norte. Há trechos na pista de buracos, mas, no geral, a estrada apresenta excelentes condições. Porém, o que mais chama a atenção no caminho não é o asfalto e sim a paisagem exuberante do Estado de Goiás.

As vastas planícies que cercam a estrada ora nos mostram um estado rico e de enormes propriedades com plantações de soja, milho ou simples pastagens para o gado que vão até onde a vista alcança; ora o visual é de cerrado e sua vegetação típica, com baixas árvores, um pouco contorcidas e com folhas mais grossas.

Chegamos em Brasília e já se passavam das 15h00. A cidade estava em festa às vésperas da posse do nosso novo presidente. O excesso de turistas e um esquema de segurança fortíssimo impediam nossa passagem para chegar até o Palácio da Alvorada, e então seguimos adiante, para Alto Paraíso, nos pés da Chapada dos Veadeiros.

Levantamos acampamento sob uma fina chuva que, torcemos, será passageira.

  
  

Publicado por em