Parque Estadual de Canudos

A região que abrigava o antigo arraial de Canudos é belíssima, cercada por montanhas, daí seu primeiro nome: Montes Belos. O calor do sertão é intenso, mas a visita vale muito a pena. Na verdade, Canudos transformou-se num enorme açude e está embaixo d’ág

  
  

A região que abrigava o antigo arraial de Canudos é belíssima, cercada por montanhas, daí seu primeiro nome: Montes Belos. O calor do sertão é intenso, mas a visita vale muito a pena. Na verdade, Canudos transformou-se num enorme açude e está embaixo d’água, e só se vê o antigo arraial em períodos de seca.

Canudos hoje está dividido em dois municípios: Canudos Novo e o Velho. Este é um vilarejo que fica às margens do açude que cobre as ruínas da vila fundada por Conselheiro. Já Canudos Novo fica a alguns quilômetros e é uma cidadezinha normal.

Em Canudos Velho, você vai encontrar um pequeno museu e uma estátua de Conselheiro – tudo organizado pela população local, pois o governo parece estar mesmo convencido de que a Guerra de Canudos deve ser uma página arrancada de nossa história – nenhum incentivo é dado por órgãos federais ou estaduais para manter a memória do local.

Em Canudos Velho, não deixe de tomar uma cervejinha na Mercearia e Bar Montes Belos de D. Rita. Ali, num bate papo gostoso, você pode ganhar bastante informação.

O Caminho
Vindo de Fortaleza, você atravessa o sertão do Ceará, Pernambuco (nunca viaje a noite por estas estradas, principalmente em Pernambuco, pois o índice de assaltos é enorme). A divisa entre Bahia e Pernambuco é coisa de cinema e você se sente no velho oeste sertanejo. Atravessa-se o Rio S. Francisco de balsa entre caminhões e outros veículos de passeio, pega-se trechos terríveis de estrada até encontrar o asfalto, já próximo a Canudos. Este trecho é de um calor infernal e de caatinga seca, num ambiente bastante agressivo.

No Ceará, repete-se a cena das crianças e até marmanjos jogando terra nos buracos da rodovia e pedindo esmolas. Aqui, as cenas são ainda mais chocantes que no Piauí.

Onde ficar
Em Canudos Velho não há qualquer infra-estrutura para receber turistas. Vale muito a pena passar por ali e, se for o caso, ficar em Monte Santo ou Euclides da Cunha.

Monte Santo
Visitar Monte Santo é um bom programa para quem chega até Canudos. Foram de lá que saíram todas as expedições contra Conselheiro e a cidade também foi palco de gravação dos premiados filmes nacionais: “O Pagador de Promessas”, de Anselmo Duarte e “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, de Glauber Rocha.

Preste atenção na praça central, onde há três peças que formam uma espécie de monumento: uma é um canhão usado contra Canudos, outra é o busto de um comandante que marchou contra Conselheiro e outra é a do próprio. O detalhe é que o canhão e o militar possuem placas que o identificam. Conselheiro, nada.

E em Monte Santo, encerramos a primeira expedição Mameluca. Acesse www.oeqcomm.com.br/mamelucos para saber mais sobre a gente e até a próxima.

OBS: estamos produzindo uma exposição virtual e um documentário em vídeo sobre a viagem que em breve estará no nosso site para download.

  
  

Publicado por em

Diris

Diris

05/02/2009 00:35:42
gostei da divulgação,estão de parabéns o sertão precisa de pessoas como vcs.