PN da Serra da Bocaina - SP/RJ

Criado em 1971, o parque está localizado entre as duas maiores metrópoles do Brasil, Rio de Janeiro e São Paulo, e seus limites abrangem os municípios de São José do Barreiro, Areias, Cunha, Ubatuba, Paraty e Angra dos Reis.

  
  

Poucas pessoas sabem mas a Praia do Meio e o Cachadaço, em Trindade, município de Paraty, pertencem ao Parque Nacional da Serra da Bocaina, o único do Estado de São Paulo. Criado em 1971, o parque está localizado entre as duas maiores metrópoles do Brasil, Rio de Janeiro e São Paulo, e seus limites abrangem os municípios de São José do Barreiro, Areias, Cunha, Ubatuba, Paraty e Angra dos Reis, ocupando uma área de 110 mil hectares.

Visual da Pedra Azul na Serra da Bocaina

Visual da Pedra Azul na Serra da Bocaina
Foto: Eduardo Issa

Por estar praticamente no “quintal” da minha cidade natal, Guaratinguetá, já estive várias vezes perambulando pela região e, a cada visita, descubro novos segredos da imensa Serra da Bocaina, sempre acompanhado de grandes amigos que conheci há 15 anos atrás, quando fui pela primeira vez. José Milton da MW Trekking é um deles, e conhece a Bocaina como poucos. Sempre desbravando novas trilhas, com seriedade e consciência, José Milton tem mostrado estas belezas para visitantes do Brasil e de outros países.

Mata Atlântica e águas cristalinas

Mata Atlântica e águas cristalinas
Foto: Eduardo Issa

As paisagens variam muito neste parque, você pode ver desde uma enseada com praias arenosas, uma ilha oceânica (Ilha do Tesouro), despenhadeiros, grotões, vales profundos e campos de altitude que podem atingir cotas acima de 1.800 metros. A serra é repleta de belas cachoeiras entre elas a Cachoeira do Veado, uma seqüência de 3 quedas que despencam proporcionando um espetáculo único. Outro grande atrativo vai te levar de volta ao rico passado desta região.

A imponente Cachoeira do Veado

A imponente Cachoeira do Veado
Foto: Eduardo Issa

A histórica “Trilha do Ouro”, uma caminhada que pode levar de 2 a 3 dias, corta a Bocaina e registra o trabalho árduo dos escravos, que colocavam pedras com centenas de quilos, retiradas do Rio Mambucaba e utilizadas como calçamento. Pela trilha, mulas, cavalos e escravos transportavam o ouro que vinha de Minas Gerais e que seria embarcado no porto de Mambucaba, com destino à Europa.

Trilha do Ouro: riqueza histórica

Trilha do Ouro: riqueza histórica
Foto: Eduardo Issa

O acesso ao parque é feito por São José do Barreiro, partindo do centro da cidade pela SP-221, são 27 Km de estrada de terra até a portaria principal. É sempre bom consultar os moradores sobre as condições da estrada. A partir da portaria, o visitante segue a pé ou de bike, chegando à algumas cachoeiras como a de Santo Isidro (600 mts) e a das Posses (11 km). De carro, só com autorização da direção do parque.

Flora da Bocaina

Flora da Bocaina

Os melhores meses para conhecer a Serra da Bocaina são junho, julho e agosto, quando chove pouco e você vai sentir o clima gostoso do inverno. O parque é formado por grandes trechos de Mata Atlântica e, portanto, cabe a todos nós proteger e conservar este ecossistema que está em constante ameaça.

Partindo para o PN de Itatiaia

  
  

Publicado por em