PN da Serra da Bodoquena - MS

Uma grande formação de montanhas pontuadas de rochas calcárias e com características geológicas que diferem de outras montanhas da região formam o pano de fundo do Parque Nacional da Serra da Bodoquena.

  
  

Uma grande formação de montanhas pontuadas de rochas calcárias e com características geológicas que diferem de outras montanhas da região formam o pano de fundo do Parque Nacional da Serra da Bodoquena.

Cervo

Cervo
Foto: Eduardo Issa

O Parque é relativamente recente, foi criado em setembro de 2000 com o objetivo de preservar o maior trecho de Mata Atlântica do estado e também outras áreas, compostas por cerrados, floresta estacional e campos alagados. Em seu entorno, na cidade de Bonito você vai encontrar inúmeros passeios que dispensam comentários e são facilmente descobertos. Por este motivo, este meu texto está relacionado apenas ao parque, que passa quase despercebido pelos turistas que visitam o lugar.

Passeio de duck

Passeio de duck
Foto: Eduardo Issa

Os limites desta unidade de conservação chegam a 76.481 hectares e estão divididos em dois fragmentos, um ao norte e outro ao sul. Como o parque está em fase de implantação, não há qualquer estrutura para receber turistas, portanto uma visita deve ser comunicada a diretoria do parque. De qualquer forma, andar pelo parque ainda é uma tarefa complicada, pois alguns locais se encontram dentro de fazendas que ainda não foram totalmente regularizadas e compradas pelo Ibama. Seus proprietários exercem atividades agropecuárias que ainda são permitidas, mas qualquer exploração econômica em áreas nativas está proibida.

Rio Salobra

Rio Salobra
Foto: Eduardo Issa

O Rio Perdido corta boa parte do parque mas passa por dentro de propriedades de difícil acesso, um deles (foto), você deixa o carro no final da estrada e caminha por 2 horas no meio de enorme capinzal do tipo colonião, que além de cortar seus braços e pescoço ainda é repleto de carrapatos. No final da caminhada você se refresca nas águas esverdeadas e totalmente transparentes do Rio Perdido, que tem este nome por percorrer alguns trechos por baixo da rocha, por cavidades naturais, ou seja “se perde”, e depois ressurge em algum outro local. Este fenômeno fez com que muitas cavernas, grutas e abismos se formassem, representando a interatividade da água com as rochas.

Entrada da Caverna

Entrada da Caverna
Foto: Eduardo Issa

O Rio Perdido e o Rio Salobra são os principais rios do parque, localizados na parte sul e norte respectivamente. Como é comum nesta região, a água dos rios é cristalina e apresenta uma transparência estonteante, o que fez a fama desta região do Brasil. O nome Bonito, dado ao município, realmente é condizente com a escolha. O Poção, outro atrativo do parque, está numa área de assentamentos e para chegar até lá você vai abrir e fechar mais de 10 porteiras e caminhar mais 30 minutos, imperdível.

Cachoeira Boca da Onça

Cachoeira Boca da Onça
Foto: Eduardo Issa

A grande incidência de rochas calcárias nos arredores do município e a ação das águas sobre elas, são os grandes responsáveis por estas águas maravilhosas, em tons de verde ou azul, nos rios e lagoas deste paraíso. As estradas nos arredores do parque são cheias de bifurcações e desvios, é sempre bom estar acompanhado de uma guia ou mateiro local, que pode ser encontrado no município de Bonito.

Nas andanças pela região o contato com animais selvagens é muito freqüente, pois a fauna da região é muito rica e por se tratar de locais distantes e de pouquíssimo trânsito, com certeza você poderá ver tucanos, araras, graxains (conhecido como lobinho ou cachorro do mato) tamanduá bandeira e mirim, lontras, ariranhas, a harpia e alguns outros. Fique atento nas estradas e não corra, eles costumam cruzar as estradas sem avisar. É comum se deparar com animais atropelados na estrada, uma cena muito triste. Não se esqueça que você é quem está invadindo o habitat deles, seja cauteloso.

A visitação nas áreas do parque só será regularizada após a concretização do Plano de Manejo. Maiores informações no escritório do Parque, em Bonito-MS

Partindo para o PN do Pantanal Matogrossense

  
  

Publicado por em