Canadá – Montreal

Chegamos a Montreal a noite (pra variar).

  
  
Rio San Laurence

Chegamos a Montreal a noite (pra variar). Nesta época do ano os dias são muito curtos e quanto mais ao norte viajamos, ficam ainda menores. Como estamos no Outono, o pôr-do-sol tem sido perto das 16h30.

Montreal nos chamou atenção por várias razões. A primeira foi o idioma. Apesar de todos falarem inglês, o francês é a língua oficial e a mais usada pela população. Cerca de 80% dos quase dois milhões de habitantes falam o francês no seu dia a dia. Montreal é uma cidade especial, pois consegue misturar com equilíbrio o lado moderno de uma grande metrópole com a sua herança histórica. O Centro é repleto de grandes e modernos edifícios, enquanto a região do porto reúne prédios e igrejas com mais de 200 anos de idade. Tudo em perfeita harmonia.

Montreal é a segunda maior cidade do Canadá e considerada a capital cultural do país. A presença de muitos imigrantes, de várias partes do mundo certamente contribuiu para isto. Existem também muitas áreas verdes e parques. O maior deles é o Mont Royal, uma colina coberta de floresta bem no centro da cidade de onde se tem a mais bela vista de toda Montreal. O nome da cidade teve sua origem neste monte visitado pela primeira vez pelo explorador Jacques Cartier em 1535.

Um atrativo muito especial que deve constar em qualquer itinerário é o Parque Olímpico. Construído especialmente para os Jogos de 1976, possui vários estádios. O mais impressionante deles é o próprio Estádio Olímpico, cuja torre inclinada se eleva a mais de 70 metros de altura. Uma estrutura construída há mais de 30 anos e que ainda impressiona pela sua beleza e estilo. No parque existem duas atrações que merecem uma visita. O Insetarium e o Biodome. Este último reúne dentro de um gigantesco pavilhão de vidro vários meios ambientes que vão desde um deserto até uma floresta tropical. Em cada um deles você verá plantas e animais típicos de cada região.

Montreal tem um clima muito variável, com verões quentes e invernos muito, mas muito frios. A temperatura média no auge do inverno é de 26 graus negativos. Mas isto não significa que os habitantes de Montreal passem frio. A cidade possui um verdadeiro labirinto de shoppings e centros de serviços ligados por um emaranhado de passagens e pelo metrô. Só na região de Downtown (centro) existem sete shoppings subterrâneos interligados entre si somando mais de 2 mil lojas. Como estes, existem vários outros espalhados por toda Montreal. É possível obter quase tudo sem sentir o frio ou pisar na neve. A estação de trem da cidade também é subterrânea e está debaixo do hotel Queen Elizabeth (Fairmont). É possível tomar um trem aqui e em menos de 4 horas desembarcar no centro de Toronto (sem passar frio). Impressionante!

O próprio metro de Montreal é uma atração turística. Cada estação foi decorada em um estilo diferente e muitas delas possuem áreas de exposições com estátuas e obras de arte. Vale a pena fazer um turismo subterrâneo pela cidade. Não é a toa que o animal típico do Canadá é o Castor, que trabalha e vive abaixo da superfície.

Adorei conhecer a cidade. Há muito mais o que ver e aprender, mas infelizmente temos que seguir adiante. Amanhã vamos conhecer uma típica cidade do interior, Mont Tremblant. Encontro vocês lá.

Peter Goldschmidt

  • Peter Goldschmidt é membro da Família Goldschmidt que desde 1999 viaja pela América descobrindo e divulgando novos roteiros turísticos. Este e outros diários podem ser vistos no site: www.familiagold.com.br.
  • Peter viaja com apoio da Air Canadá e da Gold Trip, a agência de viagens da Família Goldschmidt - www.goldtrip.com.br - Fone (11) 4411-8254.
Velha Montreal
Mirante no Mount Royal
Estádio Olímpico
Downtown
Vista de Montreal
  
  

Publicado por em

Carol

Carol

17/08/2012 11:23:20
Gostei muito das dicas, iremos no inverno e estava com medo de não aproveitar nada!!

Alexandre Bahjat

Alexandre Bahjat

14/11/2009 23:03:23
Ola,
eu e minha esposa iremos ao Canadá no proximo ano e estamos impressionados com os relatos postados por vocês. Desejamos boa sorte em mais esta aventura.
Felicidades
Alexandre e Jorgiany
Brasília-Df