Coihaique, um paraíso no sul do Chile

A cidade de Coihaique está localizada bem no meio da cordilheira dos Andes. Neste ponto, o Chile possui montanhas que não ultrapassam os 2.500 metros de altura e por isto é possível cruzar a cordilheira sem problemas em qualquer época do ano. Ao deixar

  
  

A cidade de Coihaique está localizada bem no meio da cordilheira dos Andes. Neste ponto, o Chile possui montanhas que não ultrapassam os 2.500 metros de altura e por isto é possível cruzar a cordilheira sem problemas em qualquer época do ano. Ao deixar a Argentina, o relevo e a vegetação mudaram radicalmente. Ao invés de planícies e vegetação seca e rasteira, entramos em uma zona de bosques, montanhas, rios e cachoeiras. Na verdade está é a melhor descrição que se pode fazer de Coihaique, um verdadeiro paraíso na terra. Como ainda estávamos no inverno, cruzamos por dezenas de rios e lagos congelados, onde as crianças se divertiram jogando pedras que não afundavam ou simplesmente caminhando sobre o gelo. Esta região do Chile fica praticamente isolada do resto do país pois só existe um acesso por terra, a Carreteira Austral. Isto significa ter que dirigir 600 quilômetros por estradas de terra estreitas e sinuosas. Quem vem até aqui, vem atrás das trutas, das caminhas e da neve. Coihaique tem uma boa estação de esqui, administrada pelo governo, e que cobra uma das menores taxas do país. Foi nela que a Família Goldschmidt aprendeu a esquiar, ou melhor, a parar sobre os esquis. Visitar Coihaique custa caro, mas vale cada centavo. Uma boa opção é faze-lo de barco a partir de Puerto Montt, no Chile. Aproveite e conheça também a Laguna San Rafael. Eu falarei sobre ela na próxima reportagem.

Família cruzando um rio congelado

Família cruzando um rio congelado
Foto: PPG

Salto Polux

Salto Polux
Foto: PPG

Sandra na estação de esqui El Fraile

Sandra na estação de esqui El Fraile
Foto: PPG

Aprendendo a esquiar

Aprendendo a esquiar
Foto: PPG

Rio Simpson

Rio Simpson
Foto: PPG

  
  

Publicado por em