Conceição da Barra – Dunas e folclore

A Família Goldschmidt chegou finalmente ao seu último destino no Espírito Santo em seu caminho ao norte do Brasil. A cidade escolhida foi Conceição da Barra, há 270 quilômetros de Vitória. Esta cidade é um dos locais preferidos daqueles que moram n

  
  

A Família Goldschmidt chegou finalmente ao seu último destino no Espírito Santo em seu caminho ao norte do Brasil. A cidade escolhida foi Conceição da Barra, há 270 quilômetros de Vitória.

Esta cidade é um dos locais preferidos daqueles que moram no norte do estado para passar o verão. Durante os meses de férias, a cidade ferve com pessoas e carros de várias cidades e estados.

Para os Goldschmidt, a cidade foi escolhida por dois motivos especiais: primeiro pela beleza da praia de Itaúnas, e segundo pelo folclore único que ainda sobrevive na região representado por festas como o Ticumbi, o Alardo ou a procissão fluvial de São Benedito das Piabas.

Distante há 25 quilômetros da sede do município, fica a distrito de Itaúnas, que abriga um parque estadual e uma sede do projeto Tamar. A vila ficou famosa nos anos 60 quando a antiga povoação, que ficava na beira do mar começou a ser engolida pelas dunas de areia.

Conta-se que os habitantes da época tiveram a péssima idéia de desmatar uma restinga que protegia a cidade do vento e da areia. E vocês sabem, a natureza não perdoa. Em pouco tempo dunas enormes se levantaram e cobriram casa por casa, coqueiro por coqueiro.

Hoje, com sorte, pode-se ver o topo da igreja matriz e nada mais. A cidade mudou-se para além do rio e por enquanto parece segura da fúria da natureza. Mas de certa forma, as dunas hoje são um beneficio para a vila.

Elas deram um charme especial a pequena praia, pois para chegar ao mar você precisa atravessá-las caminhando por 15 minutos por sobre a areia. Parece que o povo aprendeu a lição.

Hoje as dunas e as áreas alagadas ao longo do rio são tratadas com carinho e protegidas por um parque estadual. Na praia estreita e semideserta (com exceção de um pequeno trecho cheio de barzinhos) está localizado também uma área de desova de tartarugas do projeto Tamar.

A Família Goldschmidt teve o privilégio de observar a abertura de um dos ninhos e o lançamento das tartaruguinhas ao mar. Depois de retiradas do ninho, as pequenas tartarugas já sabem em que direção tomar e entram corajosas nas fortes ondas do oceano. Começa ali a sua luta pela sobrevivência onde somente uma ou duas em cada mil é que vai chegar a idade de procriação.

Um outro momento emocionante da visita a Conceição da Barra foi acompanhar duas manifestações folclóricas. A primeira delas foi a procissão fluvial de São Benedito das Piabas, ou Bino, como os caiçaras tratam carinhosamente o Santo.

A procissão começa em uma chalana que conforme sobe o rio Cricaré em direção a vila de Barreiras, vai recebendo a bordo os devotos e os diversos grupos folclóricos que farão parte do cortejo.

Chegando a vila onde está a pequena capela do santo, todos descem a terra e caminham até a casa da guardadora de São Benedito, que cuida do Santo o ano todo. Conta-se eu esta imagem foi achada no córrego das Piabas (daí o nome) há mais de 300 anos e que pertenceu a um escravo que acabou morrendo queimado.

Verdade ou não, a fé neste santo movimenta boa parte da cidade e a totalidade da vila de Barreiras em uma manifestação de fé e devoção. Depois de embarcados novamente, todos os devotos, agora distribuídos em vários barcos, seguem rio abaixo em direção a cidade.

Durante todo o percurso são executados cantos e danças em homenagem ao santo. Uma vez na cidade, a procissão fluvial é recebida por uma pequena multidão, que a pé segue pelas estreitas ruas até chegar a igreja matriz.

Outra manifestação folclórica muito interessante é o Ticumbi, uma representação composta de músicas, versos e poesia onde os participantes representam a luta de duas tribos africanas pelo privilégio de fazer uma festa para o Santo.

Os personagens são representados por pescadores e pessoas simples da região que durante todo o ano treinam suas falas e passos para representar os homens do Rei Bamba e os homens do Rei Congo. Cheia de desafios, lutas e um toque de humor, a apresentação exala um mistura de fé e dedicação.

No final, um dos reis, que era pagão, acaba sendo batizado e todos se reúnem numa grande roda para comemorar a nova amizade. Esta apresentação só acontece uma vez, no primeiro dia do ano e só aqui em Conceição da Barra.

Dicas de viagem:

Onde ficar:

  • A cidade possui vários hotéis e pequenas pousadas que se distribuem principalmente pela avenida beira-mar (Av. Atlântica). Esta avenida começa no rio Cricaré e termina no rio Itaúnas, por isto não tem como se perder. Para mais informações sobre hotéis, pousadas e casas de aluguel, bem como sobre os dias festa informe-se na Secretaria de Turismo da cidade. Segue algumas sugestões:
  • Camping Gauxindiba – Completo, com piscina, lavanderia, sombra, chalés, aluguel de barracas, banheiros limpíssimos. Há 50 metros da praia. Ficamos aqui e gostamos muito.

Av. Beira Mar, 957 – Fone: (27) 3762-1664

  • Hotel Porto Marlin

Av. Atlântica - Nova Barra – Fone: (27) 3762-1800

  • Pousada Mirante

Av. Atlântica, 566 – Fone: (27) 3762-1633
Website: www.pousadamirante.com.br

  • Pousada Gandia

Av. Atlântica, 1054 – Fone: (27) 3762-1907 / 1248

Em Itaúnas, quase toda a cidade é composta por pousadas, restaurantes e forrós. Você não terá dificuldade em achar um lugar a seu gosto.

Onde comer

  • Restaurante Caranguejão - O point da barra. – Serve de tudo – de moqueca a porções – funciona até às 5 da manhã em época de temporada

Local: Orla Marítima, s/nº - Centro – Fone: (27) 3762-1402

  • Barraca do Pintinho – mais que uma barraca, um restaurante a beira mar – Ótima moqueca

Av. Atlântica, antes da Pousada Abrolhos.

  • Self service Barra Center – Almoço e jantar – ao lado da rodoviária

Passeios e informações

  • Chalana co Cricaré - Cais de Conceição da Barra – Fone: (27) 3762-1154 / 9988-0004
  • Projeto Tamar – Itaúnas – ligue e se informe sobre abertura de ninhos – Fone: (27) 3762-2203
  • Secretaria de Turismo - Fone: (27) 3762-1112 Ramal 213

Website: www.conceicaodabarra.hpg.com.br

  
  

Publicado por em

Renata santos

Renata santos

10/02/2010 09:19:46
e muito legal falar sobre o nosso folclore.c d b é um lugar mmuito rico pela sua diversidade cultural.......