Lagos Andinos – Puerto Varas

Segundo uma antiga lenda Patagônica, ao caminhar através da cordilheira dos Andes o gigante Cóoj deixou sobre a terra as marcas dos seus pés.

  
  
Puerto Varas

Segundo uma antiga lenda Patagônica, ao caminhar através da cordilheira dos Andes o gigante Cóoj deixou sobre a terra as marcas dos seus pés. Com o tempo, as enormes pegadas foram preenchidas pela água do degelo e das chuvas formando então os Lagos Andinos. É certo que o gigante Cóoj não existiu, mas as “marcas dos seus pés” persistem até hoje. Compreendida pelo centro sul do Chile e o centro-oeste da Argentina, esta região de paisagens fortes e impactantes reúne mais de cem lagos, além bosques nativos, rios caudaloso, glaciares e vulcões, muitos deles ativos.

Durante 10 dias a Família Goldschmidt, representada por Peter e seu filho Erick, percorreu esta maravilhosa região descobrindo caminhos e lugares poucos conhecidos pelos brasileiros. A partir de hoje, você poderá visitar alguns deles.

Puerto Varas e Frutillar

Frutillar

Talvez esta seja a cidade símbolo dos Lagos Andinos, pois é ponto de referencia para vários passeios importantes e para a famosa travessia dos lagos até a Argentina. Fundada no século XIX por imigrantes alemães, esta simpática cidade chilena conserva muito da arquitetura e costumes originais trazidos pelos seus colonizadores. Localizada em frente ao imenso lago Languihue (pronuncia-se Yanquiuê), tem como pano de fundo um dos vulcões mais imponentes e belos do país, o vulcão Osorno, um cone quase perfeito com 2.652 metros de altura. Possui uma excelente rede hoteleira, cassino e ótimas opções de restaurantes. Em algumas épocas do ano, algumas ruas são fechadas e cobertas para a criação de feiras de artesanato local. A cidade é também a origem de muitos passeios que visitam a região. Um deles é para a vizinha cidade de Frutillar, onde a maioria das casas são cobertas por Tejuelas, pequenas tábuas sobrepostas umas sobre as outras. Esta é uma arquitetura típica da região, presente inclusive nas igrejas e catedrais. Frutillar é um excelente lugar para passar um tarde tranqüila, tomar um chá ou conhecer um mais da história da colonização alemã na região através de um bem montado museu.

As cidades de Futillar, Puerto Varas e Puerto Octay, foram construídas ao redor do lago Llanquihue (lugar escondido na língua Mapuche) é o maior de toda a região e um exemplo típico de como se formaram os lagos andinos. A maioria deles surgiu no final da última glacial quando as gigantescas geleiras que desciam dos Andes começaram a recuar. Estas grandes massas de gelo haviam escavado o solo criando depressões que foram preenchidas pela água do degelo. Os sedimentos arrastados pela frente do glaciar formaram diques naturais (morenas) que contiveram o fluxo do da água formando assim os Lagos Andinos. Hoje as cidades ao redor do lago estão fundadas sobre estes montes de sedimentos.

Ilha de Chiloé

Catedral de Puerto Varas

A 110 quilômetros de Puerto Varas está a ilha de Chiloé, conhecida historicamente por ter sido o ultimo lugar no Chile a ter aceitado a independência da Espanha. Visitar a ilha de Chiloé significa entrar em outro mundo onde o tempo parece passar mais devagar por suas ruas tranqüilas, estradas floridas e cercada de campos férteis. Colonizada por padres jesuítas o arquipélago possui mais de 150 igrejas, um dos grandes atrativos turísticos da ilha. Construídas em madeira e sem uso de pregos, são verdadeiras obras de arte, testemunhas da fé e da habilidade dos seus habitantes. As cidades mais visitadas são Ancud, Dalcauhue e a capital Castro.

Petrohue, Todos los Santos e Peulla

Os saltos de Petrohue são um dos lugares mais lindos da região. Aqui, as águas do rio foram represadas por uma das erupções do vulcão Osorno, formando o lago Todos los Santos. Com o tempo, a água achou seu caminho através da lava endurecida e formou canais, saltos e cachoeiras. Devido a sua origem glaciar, as águas têm uma forte cor que varia do azul ao verde, que em contraste com a rocha negra e os bosques nativos tornam o lugar quase mágico.

A alguns quilômetros dos saltos está o lago Todos los Santos, que leva este nome por ter sido descoberto por padres jesuítas no dia primeiro de Novembro. Está protegido pelo Parque Nacional Vicente Perez Rosales, o mais antigo dos 32 parques nacionais chilenos, que além deste e outros lagos, abriga bosques nativos, rios e três grandes vulcões: o Osorno, o Tronador e o Pontiagudo.

O lago Todos los Santos (ou Esmeralda, devido a sua cor) tem 36 quilômetros de extensão e é um caminho natural por dentre os altos picos da cordilheira dos Andes. Junto com os lagos Frias e Nahuel Huapi, formam uma trilha fluvial através das montanhas ligando Puerto Varas a Bariloche na Argentina. No extremo leste do lago Todos los Santos encontra-se a vila de Peulla (broto de Primavera) fundada sobre uma planície encravada entre duas grandes cadeias de montanhas. Possui apenas 120 habitantes, quase todos eles trabalhando nos dois únicos hotéis e nos demais serviços oferecidos aos turistas. É um lugar belo e sossegado, ideal para quem deseja descansar e ter um contato mais próximo com a natureza e uma parada obrigatória para quem faz a travessia da cordilheira.

A região de Puerto Varas tem ainda outros atrativos que não mencionamos aqui, mas são igualmente importantes e que vale a pena serem conhecidos. Apesar de estar em uma região com alto índice de chuvas, Puerto Varas pode (e deve) ser visitada em qualquer época do ano e é uma boa maneira de se começar a conhecer este belíssimo país que é o Chile.

A Família Goldschmidt realizou a expedição Lagos Andinos entre Setembro e Outubro de 2009. Os diários de bordo, informações e fotos podem ser encontrados no site: www.familiagold.com.br

Esta expedição teve o apoio da Gold Trip, a agência de viagens da Família Goldschmidt. Roteiro e informações ligue (11) 4411-8254 ou acesse: www.goldtrip.com.br

Vulcão Osorno
Vista do Vulcão Osorno
Lago Todos los Santos
Artesanato Regional
Vila de Peulla
Lago Llanguihué
Cervo Rojo e Gamo
Peter e Erick Goldschmidt
  
  

Publicado por em

João Paulo

João Paulo

03/08/2011 17:13:18
Em Puerto Varas, não deixe de jantar no Los Colonos Restaurant Santa Rosa, 580 pertinho do cassino. O dono é o Enzo, um chileno-italiano muito simpático, que já morou em SP por dois anos, quando veio montar aqui o restaurante Mássimo por aí já dá pra ter uma idéia da qualidade Jantei lá três noites seguidas, e foi uma melhor que a outra. Minha família lembra desses jantares sempre, com muita saudade.. Abs!

Ricardo/SP

Ricardo/SP

18/01/2010 08:50:05
A travessia dos lagos andinos é maravilhosa. O povo e sua cultura são espetaculares. Foi o passeio escolhido para a viagem da minha lua de mel em 2009. Saindo de Santiago até Buenos Aires. Pretendo voltar em breve...muito breve.
Ricardo/São Paulo

Carlos gois

Carlos gois

16/01/2010 22:20:05
fantastico maravilhoso

EZEQUIEL TRINDADE DA ROCHA

EZEQUIEL TRINDADE DA ROCHA

12/01/2010 23:31:08
AS FOTOS ESTÃO BELICIMAS E AS PAISAGENS FAZEM COM QUE NÓS NOS SENTIMOS COMO DEUSES NO PARAISO, POIS NEM TODO MUNDO SABE QUE EXISTE TANTA COISA BONITA NESTE NOSSO PLANETA.
PARABENS A VOCES