PIÚMA – Pesca e artesanato

Piúma é uma das mais antigas cidade do litoral do Espírito Santo, fundada pelo padre José de Anchieta no século XVI. Mas apesar de toda esta história, só foi emancipada oficialmente em 1964. Piúma, na verdade, é uma ilha que não é mais ilha, mas a

  
  

Piúma é uma das mais antigas cidade do litoral do Espírito Santo, fundada pelo padre José de Anchieta no século XVI.

Mas apesar de toda esta história, só foi emancipada oficialmente em 1964. Piúma, na verdade, é uma ilha que não é mais ilha, mas ainda é chamada de ilha. Deu para entender? Eu explico: o rio Piúma perto da sua foz se ramificava em dois, cercando a cidade e a transformando em uma ilha. Há alguns anos, um destes braços foi aterrado e agora a ilha não é mais ilha. Curioso né?

Seguindo esta tendência de transformar ilha em continente, o pessoal de Piúma pegou uma outra ilha, a ilha de dentro (ou Gambá) que ficava a 250 metros do continente e construiu uma ligação de pedra e argila.

Com o passar do tempo o mar e a areia transformaram a obra humana em uma passagem natural (ou quase) por onde passam até carros. Esta é outra ilha que não é mais ilha, mas é chamada de ilha: a ilha do Gambá.

O arquipélago (ou quase) ainda tem mais três ilhas (que ainda são ilhas) e que em breve farão parte de um Parque Nacional: A ilha do meio, a dos Cabritos e a dos Franceses.

O parque já está planejado e sua área já foi tombada pelo município. Agora só falta a aprovação federal. Esta futura reserva pretende proteger uma área de praias e mar aberto importantes por duas razões. A primeira porque ali se reproduzem vários animais, além de ser um local de descanso para as baleias Jubarte na sua volta para o sul do continente. No parque também existem animais endêmicos como, por exemplo, os morcegos-pescador, que se alimentam de pequenos animais marinhos que captura na costa da ilha do francês, onde vive. A outra razão é que nesta área se reproduzem os peixes e os moluscos que dão vida e sustento para as famílias de Piúma.

A criação do parque, além de proteger a fauna e flora, protegeria também a economia da cidade. O ponto geográfico mais alto da região é o monte Aghá, que na língua dos índios Puris quer dizer “Lugar de ver Deus”.

No verão, Piúma vive uma transformação. A cidade de 15 mil habitantes recebe uma enchente de pessoas e passa a abrigar mais de 200 mil almas. Imaginem só!

Dizem que no verão, é mais fácil encontrar 3 mineiros na praia do que um único Capixaba. A população da cidade atualmente sobrevive de três atividades: o turismo, a pesca e o artesanato.

A pesca é onde está concentrada quase 50% da população durante todo o ano, sem depender de estações, e inclui várias sub-atividades desde a captura, conservação, limpeza e armazenamento, até a venda e entrega do peixe. Existe até uma escola especializada em ensinar os jovens os segredos da profissão, a Escola de Pesca.

O artesanato é outra atividade importante na cidade e que em Piúma atingiu níveis de excelência. A cidade tem uma localização privilegiada, situada onde duas correntes marítimas, uma quente e outra fria se encontram.

Esta situação única permite que uma grande quantidade de moluscos vivam no seu litoral produzindo uma enorme variedade de conchas.

Diariamente estas conchas são deixadas na praia pela maré e são colhidas por dezenas de pessoas conhecidas com “catadores”. Estes profissionais se especializaram de tal modo que cada um recolhe uma qualidade de concha e em uma praia específica. Depois de lavadas e selecionadas, estas conchas são vendidas por litro para um ou outro das dezenas de artesãos da cidade que tem a habilidade de transformar estas “sobras” da natureza em peças de arte de grande beleza.

Na Casa das Conchas, onde muitos artesãos expõem suas peças, pode-se ter uma idéia da variedade e da criatividade do povo de Piúma que com grande destreza produz peças que são vendidas em todos os estados brasileiros e até mesmo no exterior.

Outro material de exportação que só existe em Piúma, é o pergaminho, fabricado a partir de couro de carneiro e bode. Aqui está localizada uma das mais importantes fábricas do Brasil, que também produz couros exóticos feitos com pele de galinha, peru e peixes, como o Peruá e o Matrinchã.

  • Onde ficar:
  • Camping Acaiaca

Av. Beira mar, 34 – Fones: (28) 3520-3251 / 1204

  • Pousada Haras Monte Aghá

Reservas: (28) 3520-1363

  • Apart Hotel Vivendas do Sol

Av. Beira Mar, 2174 – Fones: (28) 3520-1800
Website: www.cachu.com.br/vivendas

  • Onde comer
  • Restaurante Onda de Peixe

Av. Beira Mar, 637 – Fone: (28) 3520-3824

  • Pizzaria Pizzarella

R. Guarapari, 840 – Centro – Fones: (28) 3520-1579 / 3923

  • Restaurante e Pizzaria Ancoradouro

Av. Beira Mar, 1828 – Fone: (28) 3520-1299
E-mail: ancoradouro@escelsa.com.br

  • Lanchonete Orla do Mar

Av. Beira Mar, 2066 – Fone: (28) 3520-3434

  • Restaurante D´Angelis

Av. Beira Mar, próximo ao n° 950 – Fone: (28) 3520-1313

  • Restaurante Quitungo

Praia do Pau Grande (Portinho) – Fone: (28) 3520-4269

  • Serviços

Internet Vr.com – Minishopping de Piúma, loja 03 – Centro – Fone: (28) 3520-1852

Internet Ponto N – Av. Beira Mar, 978 – Fone: (28) 3520-1242

  • Secretaria de Turismo de Piúma, ES

Fone: (28) 3520-1611 – Ramal 235
E-mail: seturpiuma@terrasulnet.com.br

  • Exótica Couros e Pergaminhos

Fones: (28) 3520-3008 – 9975-4241
E-mail: exoticapergaminho@hotmail.com

  
  

Publicado por em

MONICA

MONICA

21/03/2011 14:49:58
OLA ALGUEM PODE ME PASSAR O FONE DA LOJA DE ROUPAS EM PIUMA QUE SE CHAMA LIVRE LEVE E SOLTA PRECISO FALAR URGENTE COM A DONA DA LOJA TANIA OBRIGADA

Evlanderlite Lopes Rocha

Evlanderlite Lopes Rocha

11/06/2010 10:14:55
Bom dia!!!!!!!!!!!!
Acho os artesanatos de conchas de Piuma, Anchieta etc fantásticos, Eu estou querendo fazer um curso de Artesanato de Conchas é possível saber quem onde fazer, quando tem o curso, endereço, telefone? Obrigada desde já pela informação. Um abraço

Val

Val

18/06/2009 00:33:32
vc poderá conseguir um desses passeios na própria orla, com barcos e escunas que transitam pelas praias durante a temporada, ou procurar por pescadores no cais do porto, onde poderão fazer o translado.

Thiago

Thiago

17/02/2009 17:36:11
Olá, alguem sabe me informar como(Telefones, sites, etc) eu posso agendar um passeio para as ilhas de Piúma, como por exemplo a Ilha dos Franceses?

Grato

Família Goldschmidt

Família Goldschmidt

sugiro procurar a secretaria de turismo do municipio. Eles devem ter as informações. Procure aqui: [[http://www.praiadepiuma.com.br/|]]