VIAJE COMIGO 07 | BRAZUCAS EM LONDRES

A capital inglesa foi escolhida como lar por milhões de pessoas vindas de todas as partes do mundo.

  
  

Brazucas em Londres
A capital inglesa foi escolhida como lar por milhões de pessoas vindas de todas as partes do mundo. Algumas vieram por opção, outras por necessidade. Em meio a esta constelações de nações, a comunidade brasileira se destaca como uma das maiores e mais ativas da cidade. Conheça agora como vivem os Brazucas em Londres.

Londres – Brazucas

Vai ter brasileiro assim lá em ... Londres

Se tiver uma cidade, fora do Brasil, que está repleta de brasileiros, esta cidade é Londres. Quando estive aqui há 23 anos já éramos cerca de 40 mil. Hoje, não se fala em menos de 300 mil. Uma cidade de brazucas dentro da cidade de Londres. Estamos em todas as partes, em todos os bairros. É difícil caminhar pelas ruas e não ver aqui e ali uma bandeira verde amarela. Se você não fala inglês e está perdido no centro da cidade, pare em uma esquina e abra seus ouvidos. Garanto que em menos de 2 minutos você vai escutar o doce som do português e vai poder pedir à informação que precisar.

Os brasileiros acharam seu lugar na capital inglesa, em vários sentidos. O lugar físico é Bayswater, onde a comunidade cresce a dezenas de anos. Aqui é comum ver comércios cujos donos são tupiniquins e o português corre solto pelas ruas. No entanto, em quase todos os cantos da cidade você encontra empresas que pertencem aos verde-amarelos. São restaurantes, pizzarias, salões de beleza, agência de viagem e mercados. Nestes últimos é possível encontrar os principais produtos da nossa terra que fazem chorar o coração (e o estômago) de quem esta à muito tempo longe de casa. Pode-se comprar com facilidade farofa, goiabada, paçoca, leite moça, arroz, brigadeiro e é lógico, o nosso delicioso feijão. Não, não tem nada igual ao feijão “du Brasil”. Temos até restaurantes por quilo e churrascarias. Aqui, brasileiro nenhum passa fome.

Sente falta do idioma? Não tem problema. Nas tevês pagas você pode assistir a Record ou a Globo. Rádios em português têm várias. Jornais e revistas? Eu já contei mais de dez. A comunidade é tão grande que tem até sites e revistas especializadas em anúncios só para brasileiros.

Alguns estão entre os mais ricos da Inglaterra. Outros, entre os mais pobres. Em geral somos estimados, bem aceitos e respeitados. Todos gostam do jeito alegre, simpático e sem formalidades do brasileiro. É lógico que nem todos são bons. Existem os “espertos”, malandros, gatunos que teimam em manchar a nossa imagem se envolvendo em crimes e delitos. É verdade, não somos perfeitos. Todo rebanho tem suas ovelhas negras.

E a comunidade continua crescendo. Cada dia desembarcam mais irmãos vindos de todos os estados do Brasil. Alguns, nem chegam a entrar e são obrigados a voltar direto do aeroporto. São deportados. Faltam documentos, dinheiro ou comprovação de suas intenções na terra da rainha. Mas a maioria entra e se estabelece. Alguns para passar dias, outros para passar meses. Muitos acabam ficando por anos e até se esquecem de voltar. Enfim, se vier a Londres, sinta-se em casa. Afinal, um pedaço disto aqui já é nosso. Welcome home galera!

Peter Goldschmidt
Membro da Família Goldschmidt e consultor de turismo da Gold Trip – www.familiagold.com.br // www.goldtrip.com.br

  • Fotos: Família Goldschmidt e Eduardo Bovo Junior
  • Este diário se refere a viagem da Família Goldschmidt a Londres a partir de Maio de 2010.
  
  

Publicado por em