Barra do Cahy

Ontem estivemos na Barra da Cahy, um lugar histórico e muito especial para mim. Foi exatamente aqui, há 502 anos e oito meses, que Nicolau Coelho, um dos capitães da frota de Cabral, travou o primeiro contato entre portugueses e índios. Naquele di

  
  

Ontem estivemos na Barra da Cahy, um lugar histórico e muito especial para mim.

Foi exatamente aqui, há 502 anos e oito meses, que Nicolau Coelho, um dos capitães da frota de Cabral, travou o primeiro contato entre portugueses e índios. Naquele dia 23 de Abril, Nicolau e seus homens não chegaram a desembarcar, e de dentro de seus batéis, no meio da barra do rio, trocaram os primeiros presentes com os Tupiniquins.

Naquele dia, não houve comunicação verbal, pois segundo conta a carta de Caminha, o rugido das ondas do mar não permitiu nenhum entendimento. Depois do contato feito, os portugueses voltaram para suas naus e seguiram para Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabrália. No caminho para lá, eles avistaram falésias vermelhas, e muita terra verde.

O mais emocionante é que ontem eu estive ali, na barra do rio, exatamente onde os nativos deveriam estar, olhei para o meio do canal onde deveria ter ficado o barco dos descobridores e ouvi o mesmo bramido do mar que os personagens daquele dia ouviram.

Ao lado da praia, uma enorme falésia vermelha completava o paisagem que me levou direto ao dia do descobrimento. Como se não bastasse tanta importância histórica, a Barra do Cahy é uma das praias mais bonitas de Prado.

Hoje, um parque ecológico protege a região e preserva uma pequena capela Jesuíta erguida no local. Eu acho que Cabral escolheu o lugar certo para começar a conhecer o Brasil.

Se vocês gostam de história eu não sei, mas para mim foi um dia emocionante!

  
  

Publicado por em