Caminhada ao Pico da Bandeira – 1

Enfim, chegou o grande dia! Não importa quantas belezas naturais existam dentro e fora do parque, o ponto alto de qualquer visita a Alto Caparaó é sempre o treking até o Pico da Bandeira. Me informaram que existe outra portaria no parque, com entrada pelo

  
  

Enfim, chegou o grande dia! Não importa quantas belezas naturais existam dentro e fora do parque, o ponto alto de qualquer visita a Alto Caparaó é sempre o treking até o Pico da Bandeira. Me informaram que existe outra portaria no parque, com entrada pelo Espírito Santo, mas também me disseram que a subida por lá é muito mais difícil.
Saímos em nosso Kangoo às 15 horas e subimos os 7 quilômetros de estrada íngreme até o lugar conhecido como Tronqueirão, a 1.940 metros de altura.
Este é o último lugar onde se chega de carro. A partir daí, seguimos com a ajuda de um guia local, o Josias (o melhor pelo que me informam), que desde os 8 anos caminha pelo alto da Serra do Caparaó. Ele trouxe consigo duas mulas (ou burros) o Mimoso e o Penacho que nos ajudariam a levar o equipamento. O Erick, muito esperto, tomou posse de um dos animais e seguiu a maior parte do tempo montado. Ele tem me saído um ótimo cavaleiro, demonstrando grande destreza e carinho pelos animais. E olha que o terreno era íngreme, com muitas pedras e buracos. Nós, pobres bípedes, sofremos um pouco mais para completar os 4,5 quilômetros que nos separavam da nossa primeira parada, um acampamento chamado Terreirão. A paisagem, no entanto, nos ajudou a superar este primeiro desafio.
Seguimos uma trilha que margeava o Vale Encantado, formado pelo Rio José Pedro (aquele mesmo que faz divisa entre Minas Gerais e o Espírito Santo) que desce sobre uma sucessão de lajes de pedras. As flores, especialmente as orquídeas abundam na beira da trilha, sempre nos obrigando a fazer uma parada extra para tirar fotografias. No final da tarde, quase ao pôr do sol, começou a chover. A chuva forte veio da cidade em direção à serra e nos pegou de surpresa. Até granizo caiu. Nesta altura a Ingrid estava montada no burrinho e eu a puxava. Me senti como José conduzindo Maria para Belém. Ela ficou com um pouco de medo e tivemos que apertar o passo na subida final. Chegamos encharcados no abrigo conhecido como Rancho de Pedra, uma construção rústica com um piso de assoalho e um fogão a lenha (ainda faltava a manjedoura do menino Jesus). Este abrigo está localizado em um lugar chamado de Terreirão, uma rara parte plana da trilha onde o Ibama instalou alguns banheiros e uma área de camping.
Depois que a chuva acalmou, mudamos nossas coisas para uma casinha um pouco melhor, com piso de cimento onde passamos na noite. Pusemos nossas roupas molhadas para secar (ou melhor, defumar) sobre o fogão a lenha e nos preparamos para dormir. A chuva na cidade piorou e caiu muito forte, com vento e pedras de gelo. Lá fora, raios cruzavam os céus e começamos a pensar na possibilidade de abortar a caminhada e voltar seguros para casa. Liguei para o Rafael através do telefone por satélite Globalstar que sempre levo comigo e avisamos que estava tudo bem. Como a chuva havia sido muito forte ele já estava preparando uma ação de resgate para nos buscar na montanha. Aliás, deixe-me dizer, o Rafael tem nos assistido muito bem, ultrapassando em muito suas atribuições de secretário de turismo. Obrigado Rafa!
Dormimos cedo, ao som dos trovões ao longe.
Amanhã neste mesmo canal, neste mesmo horário, neste mesmo site,,,,,,,eu conto mais. Tchau!

Família sobe por trilha íngreme em direção ao Pico da Bandeira

Família sobe por trilha íngreme em direção ao Pico da Bandeira

Flores na beira da trilha

Flores na beira da trilha

Erick aponta o Pico da Bandeira ao longe

Erick aponta o Pico da Bandeira ao longe

Vista da Tronqueira - 1.940 metros de altitude

Vista da Tronqueira - 1.940 metros de altitude

Chegada ao Rancho de Pedra no Terreirão

Chegada ao Rancho de Pedra no Terreirão

  
  

Publicado por em

Fausto

Fausto

09/01/2009 21:50:24
Vc tem o contato do guia Josias?

Família Goldschmidt

Família Goldschmidt

Não, infelizmente não tenho. Procure a pousada do Bezerra ou a prefeitura da cidade