Chegada a Belém do Pará

Olá amigos! Estamos de volta! Sei que andamos fora do ar novamente estes dias passados, mas estávamos em viagem, no meio de florestas e locais sem comunicação alguma. Depois de três dias de viagem pelas estradas ruins do Maranhão, finalment

  
  

Olá amigos! Estamos de volta!

Sei que andamos fora do ar novamente estes dias passados, mas estávamos em viagem, no meio de florestas e locais sem comunicação alguma.

Depois de três dias de viagem pelas estradas ruins do Maranhão, finalmente chegamos a Belém do Pará, a porta de entrada para a região Norte.

A primeira coisa que sentimos foi o clima. O calor aumentou um pouco, mas a umidade aumentou muito mais. Começamos a suar de verdade.

Fomos recebidos pela Silvana Lobato da BelemTur com uma péssima notícia: tudo o que a empresa de turismo da cidade havia combinado conosco foi cancelado de última hora.

Ainda não entendi bem o caso, mas parece que foi uma briga política dentro da BelemTur e eles resolveram usar a Família Goldschmidt como peça de um jogo sujo.

Mas o nosso Deus é mais forte do que a mesquinhez humana. Graças a Silvana e a alguns amigos, tudo foi resolvido em menos de uma hora.

Ficamos acampados do parque dos Igarapés, um verdadeiro oásis de mata dentro da cidade.

Na verdade, um hotel muito agradável, com muita mata, pássaros e longe do agito dos carros.

Estacionamos o Pégaso no gramado do playground e montamos acampamento. Além de diversas trilhas, existe uma enorme piscina natural bem no meio da floresta. As crianças adoraram.

Belém é uma cidade bem grande, com cerca de 1,5 milhões de habitantes. Fica às margens da baia do Guajará, bem ao lado da Floresta Amazônica.

As pessoas são bem cordiais e amáveis nas ruas. Agora, quando entram no carro, elas mudam radicalmente.

Estão sempre com pressa, buzinando e correndo o tempo todo. Não adianta pedir passagem para mudar de faixa. Você vai morrer ali e ninguém vai deixar.

A melhor maneira é seguir o ditado: em Belém, dirija como o belemenses.

Amanhã vamos começar a conhecer a cidade, depois eu conto mais!

  • Parque dos Igarapés – Um hotel com ótima infra-estrutura no meio de uma reserva de mata nativa.

Recomendamos!
Contatos via fones: (91) 248-1718 ou 248-7007

  
  

Publicado por em