Chegada em Maceió – Parte II

No último dia, aproveitamos para conhecer um pouquinho desta linda cidade. Afinal, já estamos aqui há 3 dias e ainda não vimos quase nada. Nossa guia foi a simpática Clarice da Secretaria de Turismo, que tem nos acompanhando desde a nossa chegada.

  
  

No último dia, aproveitamos para conhecer um pouquinho desta linda cidade. Afinal, já estamos aqui há 3 dias e ainda não vimos quase nada.

Nossa guia foi a simpática Clarice da Secretaria de Turismo, que tem nos acompanhando desde a nossa chegada.

Com ela embarcamos em uma jangada e velejamos ao sabor do vento até as piscinas naturais de Pajuçara. Há dois quilômetros da praia, os arrecifes formam uma espécie de aquário protegido das ondas, onde as jangadas são ancoradas e os visitantes podem nadar junto com uma infinidade de peixes coloridos.

É um lugar muito visitado e, para que o local fosse protegido, algumas providências tiveram que ser tomadas. Há pouco tempo, a prefeitura da cidade com o apoio da Petrobrás “organizou” o estacionamento das jangadas e tomou alguns cuidados para preservar a fauna e a flora.

Em uma piscina próxima ao aquário fica a área de alimentação flutuante. Lá tem de tudo. Jangadas com churrasquinho, bebidas, e até um mini restaurante cujo cardápio é apresentado vivo.

Um garçom vem até seu barco e mostra os peixes “in natura” para você escolher o que vai comer. Tem até um carrinho de sorvete flutuante.

Não preciso nem dizer que nesta área não se vê peixe algum, aqui é a praia dos bichos-homem.

Amanhã continuo.

Tchau!

Maceió

  
  

Publicado por em