Chuva que não cai

Não poderia sair de Paulo Afonso sem falar do clima daqui, que é muito particular. Chove sempre, só que não na cidade. Chove ao sul, ao norte, à leste e à oeste, mas na cidade só vento e ameaças. Isto é incrível! Segundo o Serginho, Paulo Afonso te

  
  

Não poderia sair de Paulo Afonso sem falar do clima daqui, que é muito particular. Chove sempre, só que não na cidade. Chove ao sul, ao norte, à leste e à oeste, mas na cidade só vento e ameaças. Isto é incrível!

Segundo o Serginho, Paulo Afonso tem 4 estações definidas. Verão, Calor, Mormaço e Quentura. Não é à toa que o Raso da Catarina fica aqui ao lado. O que salva é o vento que sopra dia e noite e ajuda a suportar melhor o calor.

Enquanto vinha para cá, fui parado 5 ou 6 vezes pela polícia rodoviária baiana, implicando com uma séria de coisas. A maioria delas sem razão.

Infelizmente alguns destes policiais estavam atrás de um reforço de caixa, o qual (de mim) não receberam.

Mas em uma coisa eles tinham razão, as bicicletas Caloi que levo atrás do Pégaso, estavam escondendo a placa.

Por isto, com a ajuda do pessoal do Ciretran de Paulo Afonso, coloquei uma placa extra depois do suporte das bicicletas.

Um problema a menos para mim, e uma razão a menos para ser extorquido.

  
  

Publicado por em