Descobrindo Cuiabá

Hoje pela manhã recebemos a visita da Secretária Adjunta de Turismo do Estado, a Sra. Jaqueline, que veio nos dar as boas vindas e nos apresentou o guia Vitório (da Confiança Turismo) que vai nos acompanhar aqui em Cuiabá. Ele nos levou para conhe

  
  

Hoje pela manhã recebemos a visita da Secretária Adjunta de Turismo do Estado, a Sra. Jaqueline, que veio nos dar as boas vindas e nos apresentou o guia Vitório (da Confiança Turismo) que vai nos acompanhar aqui em Cuiabá.

Ele nos levou para conhecer alguns pontos da capital do estado e nos contou algumas histórias e curiosidades.

Soubemos, por exemplo, que Cuiabá nasceu em 1719 quando um certo bandeirante chamado Pascoal Moreira Cabral chegou a estas terras com o objetivo de escravizar índios.

Como os índios não queriam colaborar com esta empreitada tão valorosa, a solução foi procurar outras riquezas mais fáceis de conquistar.

Depois de algum tempo, os bandeirantes acabaram encontrando uma enorme quantidade de pepitas de ouro praticamente à flôr da terra.

Era tanta a quantidade que eles não precisavam nem cavar, era só catar as pepitas no chão.

Apesar do local de fundação da cidade ter sido na confluência do rio Coxipó com o rio Cuiabá, foram as jazidas de ouro, que estavam mais ao norte, que determinaram onde a cidade deveria crescer.

Dizem que até hoje, há muito ouro debaixo das casas e nos terrenos baldios. Nos dias de muita chuva, os bairros mais pobres ficam cheio de pessoas peneirando lama na rua.

Se sobrar tempo, vou até procurar alguma coisinha. Já pensaram?

Achar uns quilinhos e poder transformar o Giro Pela América em um Giro Pelo Mundo?

A grande Cuiabá tem hoje cerca de 700 mil habitantes e está cada dia mais verticalizada.

Visitamos alguns pontos interessantes como a Primeira igreja católica, a catedral e uma outra igreja que é a réplica da Catedral de Notre Dame, na França.

Esta última fica no alto de um imponente penhasco e está passando por reformas.

Visitamos também o marco que aponta o centro Geodésico da América do Sul.

Em outras palavras, Cuiabá está no centro geográfico da América do sul, eqüidistante dos pontos mais ao norte, sul, leste e oeste do sub-continente.

O mais interessante é que o primeiro a determinar este centro foi o Marechal Cândido Rondon em 1909, usando apenas os instrumentos de navegação da época, ou seja, bússola, cronômetro e sextante.

Hoje, os modernos GPSs confirmaram a exatidão das medidas. Impressionante, não?

Aproveitando uma idéia que tirei do livro do Júlio Fiadi (o primeiro brasileiro a atingir os dois pólos da terra), demos várias voltas correndo ao redor do centro geodésico, e assim completamos várias vezes um Giro Pela América.

Acho que quando voltarmos em Janeiro para casa, estaremos completando nosso 14° ou 15° giro.

Tô até tonto!! Hehe...

  
  

Publicado por em