Descobrindo Pains

Estamos descobrindo Pains. Descobrimos que a cidade está em cima de uma das maiores formações de calcário do mundo, daí a razão para tantas cavernas. O subsolo daqui é um verdadeiro queijo suíço. Existem cavernas a cada 10 ou 20 metros, um absurdo! A cida

  
  

Estamos descobrindo Pains. Descobrimos que a cidade está em cima de uma das maiores formações de calcário do mundo, daí a razão para tantas cavernas. O subsolo daqui é um verdadeiro queijo suíço. Existem cavernas a cada 10 ou 20 metros, um absurdo! A cidade vive uma situação no mínimo interessante. De um lado as formações de calcário que produzem este número absurdo de cavernas, e por outro lado, atraem as mineradoras que dão vida e emprego a toda região mas entretanto destroem muitas cavernas com suas explosões. O grande desafio deles é conviver com os dois lados da moeda. O nosso anfitrião, o José Francisco do sítio Quatro Estações, é um exemplo disto. Dono de mineradora há 15 anos, ele transformou sua fazenda, ao lado da Mina, numa pousada exemplar. Dentro da propriedade ele possui mais de 50 cavernas, que explora com cuidado e com extremo respeito ao meio ambiente. Quisera eu que todos fossem assim. Fomos muito bem recebidos aqui. Espero que este seja um prenúncio para muitos que queiram conhecer este lugar. Vai ai o telefone da pousada: (0xx37)3323-1020.
Hoje fomos visitar mais duas cavernas, uma delas era a do Paranoá. Fiquei triste! Devido a proximidade da cidade, a caverna perdeu suas características e seus espeleotemas e está bem judiada. Trouxe mais tristeza que alegria.
A segunda porém foi exatamente o contrário. A caverna do Zizinho é bem afastada do centro e muito pouco conhecida. Vimos formações bem originais, inclusive algumas paredes repletas de cristais de calcita. Conforme direcionávamos a luz, os cristais brilhavam como pequenos diamantes. Apelidei a caverna de “gruta dos 7 anões”. Por falar nisto, eu quase virei um. Tomei um tombo cinematográfico que vai ficar na história. Tive sorte, mas estou com o “latifúndio” doendo, por isto vou parar de escrever e dormir de barriga pra baixo. (sem piadinhas hein!)

Ingrid e o amiguinho Vinícius junto a um espeliotema
Equipe do sítio Quatro Estações
Vista parcial da Pousada
Vinícius, nosso guia, junto à formação de calcita
Nova modalidade esportiva: escalada subterrânea
  
  

Publicado por em