Dois passeios inesquecíveis

Ontem o Martim, diretor da Abiclor, levou a Sandra e as crianças para um passeio no Congresso Nacional. Eu não fui porque fiquei arrumando aquela mangueira no ônibus, lembram?! Segundo eles contam, o passeio foi fantástico. Guiados pelo Mar

  
  

Ontem o Martim, diretor da Abiclor, levou a Sandra e as crianças para um passeio no Congresso Nacional.

Eu não fui porque fiquei arrumando aquela mangueira no ônibus, lembram?!

Segundo eles contam, o passeio foi fantástico. Guiados pelo Martim, eles percorreram várias alas da Câmara dos Deputados e do Senado.

As crianças ficaram encantadas porque viram figuras importantes do país, como José Sarney, Romeu Tuma, ACM, Aluísio Mercadante e Roseana Sarney, que até brincou com eles.

Segundo me contaram, era como estar dentro de um livro de história, onde a história estava acontecendo naquele momento.

Com um bom papo de anjo, o Erick conseguiu convencer o segurança a deixá-los entrar no Senado durante umas das votações da Reforma da Previdência.

O Erick disse: “Nem acreditei que estava vendo acontecer um momento tão importante do Brasil, tudo ali, na minha frente!”

Mas não pensem que a aventura terminou por aí.

Conseguimos também uma visita ao Palácio do Planalto. Infelizmente, o Lula não estava lá.

Na verdade, ainda bem, pois sem ele no Palácio foi mais fácil visitar todos os aposentos.

Nosso guia nos levou para conhecer cada salão, cada quadro, tudo.

Visitamos a sala onde o Lula recebe os visitantes estrangeiros e também onde são realizadas as reuniões com os ministros.

O ápice da visita, no entanto, foi quando conhecemos a secretária pessoal do Lula, a Mônica, que nos permitiu conhecer a sala do chefe.

Não pudemos fotografar, nem filmar, mas pudemos ver tudinho.

É uma sala bonita, sem ostentação, mas de profundo bom gosto. Tudo em madeira de lei. Uma sala presidencial.

As crianças xeretaram tudo e saíram satisfeitas. E nós também!

O mais gostoso era que podíamos ver o Pégaso estacionado do outro lado do lago, através de uma das janelas do Gabinete Presidencial.

Nos sentimos vizinhos do presidente. Um orgulho!

Na saída, ainda fomos brindados com uma apresentação da guarda presidencial que estava realizando uma cerimônia de descerramento da bandeira.

A ordem unida foi impecável. Saímos de lá nos sentindo mais brasileiros do que nunca.

  
  

Publicado por em